Wearable – Vestimos tecnologia

wearable

Atualmente estamos presenciando o surgimento de uma nova mania: “weareable”. Sem tradução exata ainda para o português, esses são dispositivos embarcados de baixíssimo consumo de energia e que são conectados a alguma outra eletrônica, por exemplo a um smartphone através de conexão sem fio. Eles ficam conectados ao corpo e, como o nome indica, os usamos. Entre os exemplos mais famosos se destacam as cintas de corredores, como os da Polar e da Nike, e o Google Glass que será em breve comercializado e tem tudo para ser um sucesso. A Apple também possui um relógio que é extensão do smartphone iPhone. 

O grande desafio dos inventores desses dispositivos, apesar de propor um estilo de vida mais conectado, agradável e facilitado, ainda é o de deixá-los mais úteis. Parece um paradoxo, não? Mas diversas modas são apenas para curiosos, nada mais. Será que essa veio pra ficar? Só o tempo nos dirá.

Existe muito interesse nesse assunto e também sites especializados só em noticiar o que há de mais novo no assunto, como por exemplo, o Engadget.

Campanha contra o câncer – Usando um Wearable

Uma companhia que opera na grécia teve uma idéia original: toda vez que Maria Bacodimou (@mariabacodimou), celebridade grega, tira seu sutiã, ele manda um tweet. Sim, isso mesmo. Ele envia um tweet automaticamente pra todas as suas seguidoras no Twitter sobre a importância do auto-exame nos seios, importante na prevenção contra o câncer de mama, toda vez que ela o tira.

Veja o vídeo da campanha. Está em grego.

O tweet em grego é mais ou menos assim: “Maria acabou de tirar seu sutiã. Quando você fizer o mesmo, não se esqueça do auto-exame.”

Dê uma olhada na eletrônica embarcada utilizada nesse wearable – não conseguimos descobrir qual processador ou módulo os engenheiros utilizaram.

Wearable - tweetingbra

Essa ideia, claro, é uma jogada de marketing, feita pela empresa Nestle Fitness. O sutiã tem uma eletrônica embarcada, que conta com um módulo bluetooth e um sensor. Quando o “ganchinho” do sutiã é desconectado, o sensor detecta desconexão e o módulo envia um sinal para o Smartphone de Maria, que manda o tweet por um aplicativo feito para esse fim.

Quer receber o aviso? Para receber o tweet tem que ser mulher e seguir o perfil @tweetingbra.

Determinadas aplicações com sistemas embarcados realmente mudam o mundo!

Website | Veja + conteúdo

Sou formado em Engenharia Elétrica na USP Sao Carlos, com mestrado em Engenharia Elétrica no Rochester Institute of Technology pelo CsF. Tenho 17 anos de experiência em projetos de circuitos eletrônicos. Escrevo regularmente para o Embarcados, adoro eventos sobre tecnologia, onde posso rever amigos e conhecer pessoas do ramo.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Comentários:
Notificações
Notificar
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Talvez você goste:

Séries

Menu