3 Comentários

SPIFFS o sistema de arquivos do ESP8266/32

topo

O SPIFFS permite que você acesse a memória flash do seu ESP como você faria em um sistema de arquivos normal em seu computador, mas de forma mais simples e limitada. Você pode ler, gravar, fechar e excluir arquivos. SPIFFS não suporta diretórios, então tudo é salvo em uma estrutura plana.

Agora temos em mão, acesso total à memória do ESP, armazenando informações que antes precisaríamos de um cartão SD, claro obedecendo às limitações de memória do hardware. 

Projetos com o ESP, jogando o site na “tela”, não dá para me sentir confortável com isso. É algo desorganizado código C misturado com HTML, dentro de uma string ou pior dentro de prints infinitos.

Nesse artigo, estarei mostrando os primeiros passos de como se utilizar o sistema de arquivos do ESP, para nos sentirmos mais confortáveis com nosso código no ESP.

Ferramenta para trabalhar com SPIFFS no Arduino IDE

Felizmente, existe uma ferramenta para o IDE do Arduino que permite fazer upload de arquivos diretamente para o sistema de arquivos do ESP8266 a partir de uma pasta em seu computador. Isso torna muito fácil e simples trabalhar com arquivos. Vamos instalar.

Primeiro, certifique-se de ter o IDE do Arduino mais recente instalado e de ter o complemento ESP8266 para o IDE do Arduino

Agora iremos instalar a ferramenta capaz de upar no sistema de arquivos:

  • Baixando  o arquivo  ESP8266FS-X.zip , extrairemos o arquivo dentro da pasta “tools” do Arduino IDE, ou na pasta “packages” do Platformio.
image 5
Figura 1 – caminho platformio

SPIFFS
Figura 2 – caminho Arduino

  • Após colocarmos os arquivos em seus respectivos diretórios, conseguimos visualizar a função nos IDEs.
SPIFFS
Figura 3 – Ferramenta no platformio

SPIFFS
Figura 4 – Ferramenta no Arduino IDE

Fazendo upload de arquivos

Upando o arquivo, que no nosso caso será um .txt. 

Crie uma pasta com nome “data”, coloque um arquivo “teste.txt” dentro e inclua essa pasta dentro do seu projeto do Arduino IDE ou Platformio.

SPIFFS
Figura 5 – arquivo txt

SPIFFS
Figura 6 – pasta data no projeto Arduino IDE

SPIFFS
Figura 7 – pasta data projeto Platformio

Agora que temos os arquivos no lugar podemos usá-los,utilizando a função que foi adicionado no ide.

SPIFFS
Figura 8 – Upload do arquivo

Verificando se o arquivo está gravado na memória do ESP

Upando esse simples código iremos verificar na terminal se o arquivo txt foi gravado .

Caso inverta essa instrução o arquivo será apagado na memória flash do ESP, primeiro o arquivos depois o código.

Referências

https://randomnerdtutorials.com/install-esp8266-filesystem-uploader-arduino-ide/

https://www.dobitaobyte.com.br/como-escrever-arquivos-no-spiffs-com-esp32/

Veja + conteúdo
Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Comentários:
Notificações
Notificar
guest
3 Comentários
recentes
antigos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Vinicius Mylonas
Membro
19/01/2021 13:29

Realmente, aqueles prints eternos são muito feios. só por curiosidade, com isso consigo colocar uma imagem (um jpg por exemplo) e apresentá-lo em uma pagina html?

Renato
Renato
Reply to  Vinicius Mylonas
14/04/2021 13:22

pelo que eu entendi no texto parece que sim, só não pode colocar em pastas… mas acho que deveria repensar o uso de imagens, pois ocupam muito espaço no disco se seu projeto for ficar ligado direto na internet, pode simplesmente referencia-las por links.

Talvez você goste:

Nenhum resultado encontrado.

Séries

Menu