Software Livre e Bombeiros Militares de Santa Catarina – Boas ideias que salvam vidas

Software Livre e Bombeiros

O Corpo de Bombeiros Militares do Estado de Santa Catarina (CBMSC) inova ao utilizar software livre no desenvolvimento de plataformas de auxilio administrativo e auxílio à comunidade. Os aplicativos FireCast CBMSC e FireCast Comunidade consistem em um grupo de ferramentas auxiliares do Sistema de Emergência E-193. Softwares Open Sources possibilitam a troca de informações sobre as ocorrências entre as guarnições e as centrais de operação das corporações e informam a comunidade sobre as ocorrências. Tudo isso através de aplicativos para smartphone e tablets e em tempo real. Ambos utilizaram a plataforma AndroidStudio no seu desenvolvimento e possuem os códigos fontes disponíveis para download no site (Projeto- Firecast). Tanto o FireCast CBMSC e FireCast Comunidade funcionam com base em requisições https do dispositivo para o banco de dados.

Desenvolvimento

O desenvolvimento dessas ferramentas são uma iniciativa de um time de bombeiros militares de SC. Esse time auxila o CBMSC no desenvolvimento das soluções em software da corporação através da DiTI (Divisão de Tecnologia da Informação). Portanto, a DiTI é uma divisão dentro do CBMSC que conta com bombeiros militares que possuem afinidade no desenvolvimento de softwares. Além disso, a DiTI também contou e ainda conta com o auxílio do ONG Instituto Igarapé no desenvolvimento dos aplicativos.

FireCast CBMSC

O FireCast CBMSC (Figura 1) é um aplicativo utilizado pelo público interno do BMSC. A ideia do aplicativo é aumentar o canal de comunicação entre a central de despacho do CBMSC e o bombeiro que irá prestar o socorro. Basicamente quem utiliza o Firecast CBMS recebe através do smartphone o mapa do local da ocorrência, a descrição, o nome do solicitante, o telefone, pontos de referência, dentre outras informações relevantes para o atendimento da ocorrência.

O aplicativo automaticamente plota o local da ocorrência (o que diminui o tempo de resposta da solicitação) e atualiza o status da viatura – registrando a saída da viatura da guarnição, sua chegada e o fim da ocorrência. Tudo isso atualizando diretamente na central de despacho. Essas informações são armazenadas em uma base de dados, o que possibilita futuras ações preventivas e embasamento estatístico das ocorrências. O Estado do Rio Grande do Sul já utiliza o sistema desenvolvido pela DiTI. Além do RS o estado do Paraná já demonstrou interesse em utilizar o FireCast como nova ferramenta de atendimento, o que deve ocorrer em breve.

Software Livre e Bombeiros Militares: Overview do funcionamento Firecast CBMSC
Figura 1 – Overview do funcionamento Firecast CBMSC.

FireCast Comunidade

O FireCast Comunidade tem como foco o público externo e colaboradores. O usuário que baixar o aplicativo pode receber informações sobre ocorrências como acidentes de trânsito, incêndios, atendimentos pré-hospitalares, entre outras informações. O aplicativo possibilita ao usuário determinar um raio de até 50 km de atuação. Os colabores, como brigadistas, recebem as informações sobre a ocorrência, diminuindo o tempo de resposta da ocorrência.

O Sistema E-193 

O Sistema de Emergência E-193 (Figura 2) é o sistema cliente/servidor em uso pelos BMSC desde 2007. Consiste em todo o sistema de gerenciamento, armazenagem e perícia das ocorrências dentro do estado de Santa Catarina. O E-193 engloba a central de emergência e servidores, os aplicativos auxiliares e outros sub-sistemas. Os servidores utilizados podem ser físicos ou virtuais. Conforme recomendado pelo site, são necessários dois servidores, um principal e outro de backup. Segundo o CBMSC, as configurações mínimas do servidor para funcionamento do E-193 são:

  • Processador intel dual core;
  • 4GB de memória e dois HDs de 500GB;
  • Sistema operacional Ubuntu 12.04 – 64 bits instalado com Nobreak.
Software Livre e Bombeiros Militares: E-193 Arquitetura
Figura 2. E-193 Arquitetura

O Futuro

A DiTI caminha um passo à frente. Já existe um planejamento para o desenvolvimento de mais dois aplicativos. O primeiro, FireCast Vip, pretende auxiliar o público surdo/mudo em ocorrências. O segundo aplicativo – App Praia Segura, que deve atuar com foco nos 530 km de litoral do estado de Santa Catarina, apoiando diretamente os guarda-vidas nas praias. Como trata-se de um planejamento inicial, os nomes e algumas características podem ser adequadas no decorrer do desenvolvimento.

Vale resaltar que todo o desenvolvimento utiliza Software Livre e que o CBMSC possui um time qualificado para auxiliar outras forças na implementação, treinamento e no desenvolvimento do E-193. Entre em contato por este e-mail

O time Embarcados agradece a Tenente Heloísa e a Tenente Juliana K. pela entrevista e aos BMSC por cuidar de todos os cidadãos em solo catarinense. Quem sabe no futuro teremos desenvolvimento de hardware também?!?!

Rádio On-Line

Para quem admira o trabalho desses guerreiros, segue um link bem interessante aqui. Vale a pena deixar aberto em uma aba.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Comentários:
Notificações
Notificar
guest
4 Comentários
recentes
antigos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Eduardo A. Gomes da Rocha
Eduardo A. Gomes da Rocha
24/05/2016 23:53

Olá !! Obrigado pela veiculação dos nossos trabalhos !! Isso é muito importante para nossa corporação !!

Tiago Michel Silva Nunes
Tiago Winehouse
23/05/2016 22:29

QUE LEGAL!

Talvez você goste:

Séries

Menu

EVENTO ONLINE

Simplificando seus projetos de Internet das coisas com o iMCP HT32SX Sigfox

DATA: 18/05 às 15:00h