Representação de Algoritmos

Operações relacionais e lógicas Operações Aritméticas variáveis Tipos de dados Estruturas Aninhadas algoritmos

Oi Pessoal! Tudo bem com todos? Espero que esteja tudo bem! Vamos pra mais um artigo sobre ALGORITMOS. Já estudamos vários tópicos sobre esse assunto e, o mais recente, foi operações matemáticas. Em um dos artigos anteriores, já vimos algumas das formas de representação de algoritmos, mas não exploramos esse tema. Portanto, neste artigo vamos ver as formas que podemos usar para representar algoritmos.

 

 

Narração descritiva

 

Uma das formas para representar algoritmos, e também é a mais simples e tranquila, é a narração descritiva. Consiste em apenas escrever, de forma textual, o que precisa ser feito. É preciso salientar que este tipo de representação é pouco utilizada. Em geral, usa-se o algoritmo passo a passo com mais frequência. Como a narração descritiva é um texto que fala sobre como resolver o problema, então, ao invés de utilizá-la, é melhor fazer a documentação do sistema usando a UML (Unified Modeling Language - Linguagem de Modelagem Unificada), que é a linguagem oficial para modelar software. Voltaremos nesse assunto mais adiante. Vamos ver um exemplo de narração descritiva.

 

Desenvolva uma solução para o problema a seguir utilizando a forma de representação “descrição narrativa” para demonstrar o seu raciocínio.

 

 

Problema

 

O software (ou programa) a ser desenvolvido deve solicitar ao usuário dois números do tipo real. O usuário deve digitar esses números. Em seguida, o programa deve somar esses números e apresentar o resultado na tela.

 

Solução

 

  • Apresentar na tela uma mensagem para o usuário, informando-o que deverá digitar dois números do tipo real;
  • Após ler a mensagem, o usuário deverá inserir os números, através do teclado, que serão lidos e armazenados em duas variáveis diferentes;
  • Em seguida, será aplicada a operação de soma nos dois operandos, isto é, nos dois números que foram inseridos pelo usuário, sendo o resultado armazenado em uma terceira variável;
  • O resultado será então apresentado na tela para o usuário por um período de tempo, finalizando assim o programa.

 

 

 Algoritmo passo a passo

 

Já no algoritmo passo a passo devemos fazer uma lista ordenada de como o problema deve ser resolvido. Nós já falamos sobre esse algoritmo no início da série, vou apenas reforçar. Vejamos como ficaria a descrição narrativa do problema anterior, na versão algoritmo passo a passo:

  1. Início do algoritmo;
  2. Apresentar na tela a seguinte mensagem para o usuário: “Digite dois números do tipo real”;
  3. Ler o número X e ler o número Y;
  4. Somar o número X com o número Y;
  5. Colocar o resultado em Z;
  6. Apresentar na tela a seguinte mensagem para o usuário: “A soma entre os números X, ‘X’, e Y, ‘Y’, é Z, ‘Z’ ”;
  7. Manter a mensagem na tela por 30 segundos;
  8. Fim do algoritmo.

 

Observe que devemos numerar as linhas, cada passo, um número, e tudo deve estar bem descrito, mas não tão textual quanto a narração descritiva, pode ser mais objetivo.

 

 

Fluxograma

 

Fluxograma é uma forma de representação gráfica, usa-se de símbolos geométricos para representar os passos que o algoritmo deve realizar. Fluxograma foi muito utilizado no começo da Computação, principalmente entre as décadas de 60 a 80, quando os primeiros profissionais de TI, na época processamento de dados, surgiram. Atualmente usamos a UML para representar graficamente um algoritmo.

 

O pacote Microsot office possui os símbolos do fluxograma tradicional. Na aba INSERT, na parte ILLUSTRATIONS, existe o botão SHAPES. Na setinha aparecem os símbolos de desenho, entre eles o FLOWCHART, ou FLUXOGRAMA.

 

Fluxograma no Microsot Office
Figura 1 - Microsot Office
Fluxograma no Microsot Office
Figura 2 - Fluxograma no Microsot Office
Representação de Algoritmos - Símbolos do Fluxograma, suas funções e descrição.
Figura 3 - Símbolos do Fluxograma, suas funções e descrição.
Símbolos do Fluxograma, suas funções e descrição.
Figura 4 - Símbolos do Fluxograma, suas funções e descrição.
Símbolos do Fluxograma, suas funções e descrição.
Figura 5 - Símbolos do Fluxograma, suas funções e descrição.
 Símbolos do Fluxograma, suas funções e descrição.
Figura 6 - Símbolos do Fluxograma, suas funções e descrição.
Símbolos do Fluxograma, suas funções e descrição.
Figura 7 - Símbolos do Fluxograma, suas funções e descrição.
Símbolos do Fluxograma, suas funções e descrição.
Figura 8 - Símbolos do Fluxograma, suas funções e descrição.

 

As imagens acima apresentam todos os símbolos existentes no fluxograma no Microsoft Office. Os que estão marcados em azul são os mais utilizados. Vejamos como fica então o algoritmo da média aritmética no fluxograma.

 

Fluxograma para o problema da média aritmética.
Figura 9 - Fluxograma para o problema da média aritmética.

 

Observe que para iniciar o fluxograma é preciso usar o símbolo de um retângulo arredondado. As setas vermelhas indicam a direção do fluxograma. Para apresentar mensagens na tela, usa-se o símbolo chamado DISPLAY. Para ler valores do teclado, é usado o símbolo de entrada de dados. Para operações matemáticas, é usado um retângulo. Para o tempo de permanência que a mensagem ficará aparecendo na tela, é usado o símbolo do DELAY. Por fim, o símbolo do retângulo arredondado para finalizar o algoritmo.

 

Para algoritmos simples, esse fluxograma serve bem, mas para sistemas muito complexos, devemos usar a UML como eu já mencionei anteriormente.

 

 

Conclusão

 

As formas de representação apresentadas aqui são úteis para quando você quer e precisa resolver pequenos problemas. Quando o algoritmo a ser desenvolvido é mais complexo, o ideal é modelá-lo e planejá-lo usando a UML. Enquanto não chegamos nesse assunto, sugiro que vocês treinem essas formas, utilizando-as para resolver os seus problemas que precisarem.

 

 

Exercícios

 

Faça uma descrição narrativa, um fluxograma e também um algoritmo para as seguintes situações:

  1. Levantar da Cama;
  2. Lavar Roupa;
  3. Trocar um Pneu Furado;
  4. Trocar uma Lâmpada;
  5. Ir para a Balada;
  6. Obedecer os Pais;
  7. Lavar a louça;
  8. Assistir um filme em DVD;
  9. Fazer um bolo recheado;
  10. Fazer uma ligação pelo celular;

 

 

 

Outros artigos da série

<< Expressões matemáticasPseudocódigo >>
NEWSLETTER

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Obrigado! Sua inscrição foi um sucesso.

Ops, algo deu errado. Por favor tente novamente.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Elaine Cecília Gatto
Bacharel em Engenharia de Computação. Mestre em Ciência da Computação. Doutoranda em Ciência da Computação. Co-fundarora e Líder das #GarotasCPBr. Pesquisadora Convidada no Grupo de Pesquisa: "Artes em Tecnologias Emergentes" do Programa de Pós Graduação em Design na UNESP Campus Bauru. Cantora, Docente no Magistério Superior, Geek, Nerd, Otaku e Gamer. Apaixonada por Michael Jackson, Macross, Rocky Balboa, Séries, Filmes, Cervejas e Vinhos. Mais informações sobre mim você encontra em: http://lattes.cnpq.br/8559022477811603.

4
Deixe um comentário

avatar
 
2 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Elaine Cecília GattoSouzaPaulo Garcia Recent comment authors
  Notificações  
recentes antigos mais votados
Notificar
Souza
Visitante
Souza

Adorei os fluxogramas. Eu já tenho uma base e até uso em alguns casos.
Vou me aprofundar mais no assunto.

Elaine Cecília Gatto
Visitante
Elaine Cecília Gatto

muito bom!

Paulo Garcia
Visitante
Paulo Garcia

Excelente material e ótima explicação.
Só uma colocação, no texto aparece a frase "Vejamos como fica então o algoritmo da média aritmética no fluxograma."
No lugar da média seria soma, certo? Ou eu me perdi no raciocínio!? O termo média aparece na legenda da figura do fluxograma também.
😀

Elaine Cecília Gatto
Visitante
Elaine Cecília Gatto

nossa!!! rsrsrrs devo ter pensado uma coisa e escrito outra, obrigada Paulo!!!