Como as Redes Mesh podem criar conexões mais estáveis

mesh

Experimentos militares na década de 1980 introduziram o conceito de redes mesh. Mas, devido ao custo, escassez de espectro de rádio e outras limitações, mesh não ganhou força até que algumas empresas de hardware estabelecidas começaram a oferecer hardware para mesh por volta de 2015.

Avanços nas Redes Mesh

Quando se trata de conectividade Wi-Fi®, as redes mesh sem fio proporcionam uma experiência mais estável. As redes mesh sem fio são compostas de vários nós trabalhando juntos para transmitir dados aos usuários, mesmo quando um dos nós falha. As redes mesh são ideais para fornecer melhor cobertura em áreas de difícil acesso, especialmente em um ambiente doméstico ou de escritório onde os sinais do roteador principal são interrompidos por paredes divisórias, resultando em uma fraca intensidade do sinal Wi-Fi.

Em uma rede mesh, se um dos nós falhar — por exemplo, seu sinal Wi-Fi zerar — a comunicação é simplesmente redirecionada para outro nó. Nós inativos ou lentos são descartados. O sinal deles é redirecionado para que os usuários tenham uma conexão Wi-Fi contínua, não importa onde estejam em casa, criando menos chances de interrupção da Internet.

Os projetistas e a maioria dos usuários podem configurar suas redes mesh sem fio para praticamente qualquer tamanho. Cada nó que atua como um hub na rede detecta constantemente as mudanças no caminho do sinal e as reconfigura dinamicamente e as redireciona para um desempenho e cobertura ideais.

Neste texto veremos novos produtos da Silicon Labs, Telink e Nordic Semiconductor que podem ser configurados em projetos de rede mesh.

SoCs com comunicação sem fio multiprotocolos, Soluções IoT e Kit de Desenvolvimento

Os SoCs sem fio multiprotocolo Mighty Gecko EFR32MG21 Series 2 da Silicon Labs são perfeitos para permitir conectividade IoT multiprotocolo e multibanda. Com um processador Arm® Cortex®-M33 de 32 bits rodando a 80MHz, um rádio de 2,4GHz com até 1024kB de flash e 96kB de RAM, este dispositivo single-die atende às demandas de dispositivos IoT conectados seguros que exigem alto desempenho e baixo consumo de energia.

O TLSR8253F512 da Telink é um SoC sem fio multipadrão BLUETOOTH® LE + IEEE802.15.4 com 512kB de flash interno embarcada e suporte de áudio para microfones analógicos ou digitais simples ou duplos para aplicações de busca por voz. O TLSR8253F512 suporta vários padrões simultâneos e integra aceleração de hardware, processamento digital e software e perfis de pilha de protocolos, tornando-o a solução de chip único ideal para aplicações de Internet das Coisas e Dispositivo de Interface Humana.

O Nordic Semiconductor nRF5340 Development Kit é um kit de desenvolvimento flexível para o nRF5340 SoC e suporta uma variedade de protocolos sem fio, incluindo BLUETOOTH® 5.2, BLUETOOTH® LE e protocolos de malha, como BLUETOOTH® mesh, Thread e Zigbee. Além disso, os protocolos proprietários NFC, ANT, 802.15.4 e 2,4 GHz são suportados.

Conclusão

Em comparação com as versões anteriores e a configuração de gateway único e autônomo, a rede mesh tem uma série de vantagens. As redes Mesh resolvem problemas de cobertura com muitos dispositivos domésticos e se configuram dinamicamente para obter cobertura e desempenho ideais. Essas são vantagens que são difíceis de vencer.

Artigo escrito por Tommy Cummings e publicado no blog da Mouser Electronics: New Tech Tuesdays: How Mesh Networks Can Create Smoother Connections

Traduzido por Equipe Embarcados. Visite a página da Mouser Electronics no Embarcados

(*) este post foi patrocinado pela Mouser Electronics

JUNTE-SE HOJE À COMUNIDADE EMBARCADOS

Sem licença Creative Commons
Home » Hardware » Como as Redes Mesh podem criar conexões mais estáveis
Comentários:
Notificações
Notificar
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Talvez você goste: