Raspbian na Raspberry Pi 2

Nesse post iremos mostrar o processo de gravação em um cartão microSD do Raspbian na Raspberry Pi 2, recém lançada.

 

 

Raspbian

 

O Raspbian, criado em 2012, é um sistema operacional GNU/Linux baseado no Debian e otimizado para rodar na Raspberry Pi e suas variações. Desde então vem passando por diversas atualizações e desde o começo de 2015 a Raspberry Pi 2 é suportada. Em sua versão mais recente (2015-05-05) a distribuição atende sob o codinome Wheezey.

 

A comunidade possui uma vasta documentação e fórum de suporte tanto para questões relacionadas ao Raspbian quanto para as placas Raspberry.

 

 

Gravando o Raspbian na Raspberry Pi 2

 

Primeiro vamos fazer o download do arquivo de imagem a ser gravado em um cartão microSD. Este arquivo, após descompactado, possui o tamanho de 3,3GB. Portanto, você terá que ter à disposição um cartão microSD de no mínimo 4GB. Nesta página existe uma lista de todos os cartões microSD que funcionam ou não com a Raspberry.

 

Aqui será mostrado o processo de gravação da imagem no microSD através de um Host GNU/Linux Ubuntu 14.04. Existem tutoriais para gravação usando Windows e Mac OS.

 

 

Download da Imagem

 

Faça o download através do link: http://downloads.raspberrypi.org/raspbian_latest

Descompacte o arquivo .zip e você terá o arquivo: 2015-05-05-raspbian-wheezy.img

 

 

Gravando a Imagem

 

Antes de inserir o microSD no computador abra o terminal (Ctrl+Alt+T) e digite o comando "df -h":

 

 

Note que o resultado deste comando mostra quais são as partições e dispositivos de armazenamento montados em seu sistema.

 

Agora insira o cartão microSD no computador e rode o comando "df -h" no terminal novamente:

 

 

Estou utilizando um adaptador microSD para USB e neste caso vemos que a primeira partição do microSD está montada em "/media/dsueiro/4A2A-0E90" e usando o arquivo de dispositivo "/dev/sdc1". Portanto o arquivo de dispositivo do cartão é "/dev/sdc".

 

Se você estiver conectando o microSD diretamente no leitor de cartão de seu computador ele provavelmente usará o arquivo de dispositivo "/dev/mmcblk0".

 

Agora vá ao diretório onde você descompactou o arquivo .zip baixado anteriormente, desmonte o microSD do sistema e grave a imagem nele:

 

 

O processo de gravação pode demorar alguns minutos, não se preocupe isso é normal. No final do processo remova o microSD e insira-o na Raspberry Pi 2.

 

Conecte na Raspiberry Pi 2 o mouse, teclado, cabo HDMI a uma TV e a energize através do conector micro USB.

 

 

Primeiro boot do Sistema

 

No primeiro boot do sistema você verá a seguinte tela de configuração:

 

raspbian na raspberry pi 2
Figura 1 - Configuração da imagem na Raspberry Pi 2

 

 

Navegue com o teclado até a opção "Enable Boot to Desktop/Scratch" e pressione a tecla enter:

 

raspbian na raspberry pi 2
Figura 2 - Habilitando o boot gráfico

 

Na próxima tela selecione "Desktop Log in as user 'pi' at graphical desktop" e pressione enter:

 

raspbian na raspberry pi 2
Figura 3 - Logando como usuário 'pi'

 

Você retornará à tela anterior. Navegue até a opção "Finish" e pressione enter:

 

raspbian na raspberry pi 2
Figura 4 - Finalizando a configuração

 

E por último confirme que deseja reiniciar o sistema:

 

raspbian na raspberry pi 2
Figura 5 - Reiniciando o sistema...

 

Após alguns segundos o sistema irá reiniciar por completo:

 

raspbian na raspberry pi 2
Figura 6 - Log de boot da imagem Raspbian

 

E finalmente a interface gráfica do Raspbian na Raspberry Pi 2 aparecerá:

 

raspbian na raspberry pi 2
Figura 7 - Interface gráfica do Raspbian

 

 

Créditos

 

Imagem de destaque: http://sempreupdate.org/

Formado em Engenharia de Controle e Automação pela UNIFEI e CEO do Embarcados, atualmente trabalho na Inglaterra com Desenvolvimento de Sistemas Linux Embarcado Real Time. Sou consultor e desenvolvedor de software para Sistemas Embarcados com vasta experiência em projetos com processadores de 8bits a 32bits, sistemas bare metal, RTOS, Linux Embarcado e Android Embarcado. Um apaixonado por Pink Floyd e Empreendedorismo.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar
avatar
 
wpDiscuz