Pseudocódigo

Operações relacionais e lógicas Operações Aritméticas variáveis Tipos de dados Estruturas Aninhadas algoritmos

Introdução

 

Oi pessoal! Tudo bem com vocês? Bom, nesta semana vamos ver um pouco de programação com pseudocódigo. É!!!! Os primeiros artigos fundamentaram a nossa base e, finalmente, agora, podemos de fato resolver alguns problemas programando. Bora lá então?

 

 

Pseudocódigo

 

Pseudocódigo é uma forma de representação de algoritmos, é praticamente um programa escrito em português que, depois, podemos passar para o computador. Para escrevermos códigos com pseudocódigo precisaremos conhecer alguns comandos básicos.

 

  • escreva (" ") = comando usado para imprimir uma mensagem na tela;
  • leia () = comando usado para ler valores digitados no teclado;
  • <- = comando de atribuição;
  • inicio = palavra usada para iniciar o programa principal;
  • fimalgortimo = palavra usada para finalizar o algoritmo;
  • var = palavra usada para declarar variaveis;
  • algoritmo = palavra usada para indicar o inicio do programa.

 

 

Exemplo

 

Construa um algoritmo para ler dois números. Em seguida, calcule a soma desses números, armazenando o resultado em outra variável. Imprima os dados iniciais e a soma.

 

algoritmo "exemplo1"
var
   n1, n2, soma: real

inicio

escreva("digite um número ")
leia(n1)
escreva("digite outro número ")
leia(n2)
soma <- n1 + n2;
escreva(" primeiro número = ", n1)
escreva(" segundo número = ", n2)
escreva(" soma = ", soma)

fimalgoritmo

 

Vamos analisar o algoritmo desenvolvido pra solucionar o problema de somar dois números.

 

Linha 1: usamos a palavra chave ALGORITMO para começar o nosso algoritmo. Observe que em seguida temos um nome entre as aspas duplas, então, sempre que for desenvolver um algoritmo você deve escrever na primeira linha algoritmo "nome_do_algoritmo". É importante saber que toda linguagem de programação tem um modo de identificar o inicio do programa. Você sempre deve consultar a documentação da linguagem de programação que deseja trabalhar para verificar a estrutura da mesma.

 

Linha 2: usamos a palavra chave VAR para indicar que naquele espaço devemos declarar as variáveis que usaremos em nosso programa.

 

Linha 3: aqui são declaradas as variáveis, com seus identificadores e tipos. Observe que primeiro vem o nome (identificador) da variável e após os dois pontos é que vem o tipo dela. n1 e n2 são os dois números, soma é a variável que armazenará o resultado da operação.

 

Linha 5: usamos a palavra chave INICIO para indicar que a partir daquele ponto, tem-se o início do programa principal. Programa principal? Mas peraí, a gente já não está no programa? Pois é!!! Vamos esclarecer isso. O algoritmo inteiro, das linhas 01 à 16, é um programa, mas o programa é dividido em partes, como estamos percebendo aqui: nome do programa, declaração de variáveis, etc. Isso é norma para todas as linguagens de programação. O que ocorre é que, o que de fato o algoritmo vai fazer, vai no programa principal, ou seja, dentro de INICIO e FIMALGORITMO. Essas divisões existem pois, como veremos mais adiante, um programa na verdade é um conjunto de programas, é o que chamamos de modularização. Não fiquem com medo, logo falaremos sobre isso. No momento, o mais importante é saber que o programa principal é aquele que faz EXECUTAR os seus comandos.

 

Linha 7: usamos o comando ESCREVA para que seja impresso na tela do usuário um texto. Neste caso, está sendo impresso na tela um texto de solicitação. Solicitamos que o usuário digite um número.

 

Linha 8: usamos o comando LEIA para que o valor digitado pelo usuário, no teclado, seja armazenado na variável correspondente. Portanto, será atribuído à variável N1 o valor que o usuário digitar.

 

Linha 9: idem à linha 7.

 

Linha 10: idem à linha 8.

 

Linha 11: aqui é realizada uma operação matemática, mais especificamente aritmética. Observe que usamos o comando <- para que seja atribuído à variável SOMA o resultado da soma entre os valores armazenados em n1 e n2.

 

Linha 12: aqui novamente usamos o comando escreva, mas observe que desta vez tem algo diferente em relação às linhas 7 e 9. Estamos imprimindo na tela, junto com o texto que queremos, os valores das variáveis. Isso é feito usando-se a vírgula e, pondo após ela, a variável que queremos que seja impressa na tela.

 

Linha 13: idem à linha 12

 

Linha 14: idem à linha 12

 

Linha 16: usamos a palavra chave FIMALGORITMO para finalizar o programa principal e terminar a execução do programa. Essa palavra chave força a saída do programa, fechando a janela e liberando o espaço de memória que estavam reservados para as variáveis.

 

 

VisuAlg: software para pseudocódigo

 

Para ajudar no desenvolvimento dos seus algoritmos, você pode usar um software. Claro que fazer na mão é uma boa ideia sempre, pois quando escrevemos, aprendemos e memorizamos melhor, mas depois dessa fase, é legal testar a sua solução no computador. Este software pode ser baixado aqui.

 

Após baixar o software, faça a instalação, que é bem fácil e simples. Caso tenha dificuldades neste momento, por favor, deixe ali nos comentários. Depois que o programa estiver instalado, execute-o. No próprio site do software tem um manual que ensina a usá-lo, confira neste link.

 

Assim que entrar no programa, escreva o código deste artigo lá e execute-o, seguindo o manual citado acima. Uma tela preta, que se chama console, se abrirá quando você executar o programa, e nessa telinha serão solicitados os números para realizar a soma. Você deve se comportar agora como um usuário final para poder testar o seu programa. Digite os números (aperte enter) e aguarde o resultado aparecer.

 

Pode ser que você tenha dificuldades nesse momento, caso ocorra, deixe nos comentários que eu respondo, ok? O mais importante ao tentar resolver seus problemas usando VisuAlg, é usar corretamente os comandos e, desenvolver seu pseudocódigo com bastante clareza.

 

Bom, vamos tentar resolver alguns exercícios então? Faça primeiro no papel, depois passe para o VisuAlg, beleza? Até galera.

 

 

Exercícios

 

  1. Construa um algoritmo para ler dois números. Em seguida, calcule a soma, a subtração, a multiplicação e a divisão desses números, armazenando os resultados em outras variáveis. Imprimir os dados iniciais e os resultados. 
  2. Faça um algoritmo para ler a base e a altura de um triangulo. Em seguida, calcular a sua área. Imprimir: base, altura e a área. 
  3. Elabore um algoritmo para ler o nome de um aluno, sua idade (em anos) e as quatro notas (de quatro bimestres). Calcular a média anual do aluno. Imprimir: nome, idade, notas e média.

Outros artigos da série

<< Representação de AlgoritmosComando de Controle IF >>
NEWSLETTER

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Obrigado! Sua inscrição foi um sucesso.

Ops, algo deu errado. Por favor tente novamente.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Elaine Cecília Gatto
Bacharel em Engenharia de Computação. Mestre em Ciência da Computação. Doutoranda em Ciência da Computação. Co-fundarora e Líder das #GarotasCPBr. Pesquisadora Convidada no Grupo de Pesquisa: "Artes em Tecnologias Emergentes" do Programa de Pós Graduação em Design na UNESP Campus Bauru. Cantora, Docente no Magistério Superior, Geek, Nerd, Otaku e Gamer. Apaixonada por Michael Jackson, Macross, Rocky Balboa, Séries, Filmes, Cervejas e Vinhos. Mais informações sobre mim você encontra em: http://lattes.cnpq.br/8559022477811603.

6
Deixe um comentário

avatar
 
5 Comment threads
1 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
Cátia Cristina de SouzaTiago MendesEliasElaine Cecília GattoMatheus Henrqiue Silva Felix Recent comment authors
  Notificações  
recentes antigos mais votados
Notificar
Cátia Cristina de Souza
Visitante
Cátia Cristina de Souza

Excelente conteúdo, ajudou muitíssimo, só tenho a agradecer.

Tiago Mendes
Visitante
Tiago Mendes

Gostei muito do post, claro e simples de perceber. Só acho que poderia ter as soluções dos exercícios propostos para comparação e correção. Valeu ?

Elias
Visitante
Elias

top adorei muito bem explicado , onde aperta o botão pra dá 1 milhão de curtidas , nossa nunca vi minguem explicar como você explicou , muitíssimo obrigado por nos ajudar e compartilhar esse conhecimento maravilhoso , que deus lhe abençoe a sua vida . Gratidão eterna ...
agora que me deu mais vontade de praticar e me preparar para entrar na faculdade . 😀

Matheus Henrqiue Silva Felix
Visitante
Matheus Henrqiue Silva Felix

Oi o seu artigo me ajudou com o inicio da faculdade,valeu.

Matheus Henrqiue Silva Felix
Visitante
Matheus Henrqiue Silva Felix

Oi seu artigo está muito bem explicado.Ajudou bastante com o começo da Faculdade