Post de Exemplo

Imagem destaque 2

Olá, sou o seu post exemplo do Embarcados e vou ajudá-lo na escrita de um artigo para o site. É bacana ter um texto introdutório chamativo para aguçar a curiosidade do leitor. Não se esqueça de inserir uma imagem destacada do teu post!

Lembre-se de sempre configurar o hyperlink de uma referência para abrir em uma nova janela, por exemplo para o site do pixabay. Não deve ser usada a notação [x], isso é ruim para conteúdo web. A não ser que a referência seja um livro ou artigo externo sem link. Lembre-se de sempre colocar o link sobre a palavra forte, ou mesmo sobre uma sentença forte, como ponte de wheatstone, e indicar para abrir numa nova página. Veja que essa é a 2ª vez que escrevo ponte de wheatstone e apenas coloquei o link em sua primeira aparição.

O subtítulo serve para facilitar a leitura do artigo, fazendo com que o leitor entenda a lógica de escrita do autor. Veja alguns aspectos importantes com relação à estrutura de títulos/subtítulos:

  1. O subtítulo e sub-subtítulos devem conter palavras chave relevantes para o usuário;
  2. Em longos artigos os subtítulos são aquilo que irá ajudar o usuário na leitura e pular para aquilo que acha mais interessante.

Exemplo de subtítulo, formatado como “Título 2”

Depois de pular 1 linha, continue com o texto normalmente. Não utilize Título 1, por favor.

Aqui vai um exemplo de imagem inserida no post. Primeiramente, use um arquivo com as seguintes restrições:

  • O nome da imagem deve ser separado por hífen. Nuca usar espaço ou underline. Exemplo: comunicacao-arduino.jpg;
  • Nunca usar um nome sem significado para a imagem, como DSC985.jpg;
  • O tamanho da imagem de destaque do post deve ser 850 x 510.

Insira a sua legenda na caixa de edição e um texto alternativo, o qual será exibido caso a imagem não seja carregada no navegador. Como texto alternativo use uma descrição resumida da imagem, se possível contendo a palavra chave do artigo. Informe a sua fonte na seção Referências. Não se esqueça de deixar um espaçamento de 1 linha entre o texto anterior e a imagem, e entre a sua legenda e o texto seguinte. Veja na Figura 1 o logo do Embarcados.


Dica: Segundo pesquisas as legendas são lidas 300% mais que os textos regulares dos artigos.


Texto alternativo da imagem, que é o logotipo do Embarcados.
Figura 1 – Logotipo do Embarcados.
Texto alternativo da imagem, que é o logotipo do Embarcados.
Figura 2 – Logotipo do Embarcados.

Dê preferência a imagens alinhadas à direita caso precise que texto seja disponibilizado ao seu lado.

Se precisar acrescentar um sub-subtítulo use o texto formatado como Título 3. Antes de iniciá-lo, pule 1 linha.

Sub-subtítulo do artigo formatado como “Título 3”

Aqui vai o texto referente ao sub-subtítulo. Evite sub-subtítulos! Se for necessário, use um texto formatado como Título 3.

Para adicionar blocos de código, script, comando em shell, etc, pule uma linha e use o botão “<>”  (Adicionar código Crayon) e indique a linguagem a ser utilizada (C, shell, python, etc).

Aqui temos um exemplo de como inserir um vídeo no post. É preciso obter o seu Embed Code. No caso do YouTube, por exemplo, acesse o link do vídeo, clique na opção Share -> Embed. É oferecido o Embed Code para diversas resoluções de vídeo. A opção 560×315 é boa. Selecione na barra de ferramentas do WordPress o comando Inserir -> Mídia. Na aba Incorporar copie o Embed Code e pronto! Pule 1 linha antes do vídeo.

Deixe todo o texto com alinhamento justificado. Mas no caso das legendas e referências, os deixem com alinhamento à esquerda.

Veja no Vídeo 1 como o fantástico mundo do Linux é organizado!

Vídeo 1 – How Linux is built

Equações e fórmulas

E quando deve ser inserida uma equação matemática?

Use este link para criar as equações e converter em imagens.

Insira a equação em formato de imagem. Deve ser inserida uma legenda à equação, de forma a referenciá-la ao longo do texto, como abaixo, na Eq. 1.

CONT83
Eq. 1

Circuitos eletrônicos/datasheets

Vamos usar um exemplo de texto que faz referência a circuitos eletrônicos, datasheets e, além disso, tabelas. Segue:

Conforme o datasheet do PMIC utilizado, U2, o seu endereço no barramento I2C0 é 24h. Como vimos anteriormente, esse componente compartilha tal barramento com a memória EEPROM 24LC32A, U7, que responde a comandos referentes ao endereço A0h, e com o Transmissor HDMI 1.4 TDA19988, U11, com endereçamento na faixa de E0h e 68h. Veja a Tabela 1 para entendimento dos endereços do barramento I2C da placa BeagleBone Black. Veja que o nome da tabela deve ficar acima dela, sem linha em branco as separando.

Tabela 1: Como entender os endereços do barramento I2C

Componente

Endereço em bits

Endereço em 7 bits

Endereço em 8 bits

 TPS65217C 

010 0100

24h

48h

 24LC32A 

101 0000

50h

A0h

TDA19988 HDMI

111 0000

70h

E0h

TDA19988 CEC

011 0100

34h

68h

A Tabela 2, externa ao Embarcados, mostra quatro aplicações para sistemas embarcados e alguns de seus atributos. Sua fonte é mencionada na sessão Referências.

Tabela 2 – Aplicações para sistemas embarcados e seus atributos

table1

Como escrever a meta descrição do artigo

O texto da meta descrição de um artigo deve seguir os seguintes critérios:

  1. O tamanho recomendável é entre 150 e 160 caracteres;
  2. Deve ser ativa. Não usar meta descrições pura e simplesmente descrevendo sobre o que se está falando, deve-se buscar engajamento do usuário;
  3. Usar call to action. Usar ao final termos de call to action como “saiba mais”, “conheça nossos planos”, “descubra mais” etc;
  4. Coerência ao conteúdo;
  5. Palavra chave. A meta descrição deve conter a palavra chave escolhida para aquele post;
  6. A meta descrição deve ser única. Meta descrição duplicada pode confundir o usuário e isso não é bom.

Criação de séries

Quando for criar uma série, é importante ter em mente quais são os artigos que farão parte dela, para que ela não fique sem ser finalizada.

Ao liberar a primeira parte da série, indique no e-mail de revisão enviado para o editorial o nome sugerido para a série e o título para o artigo, e nas partes seguintes indique um título idividual, específico para cada artigo.

A série em si é criada pelo time de administração do site, para um controle melhor dessas páginas.

Associação de tags e categorias

É muito importante que cada artigo seja associado a pelo menos uma categoria de conteúdo. Além disso, no editor de artigos do WordPress é possível indicar as tags apropriadas para cada texto.

Essa associação é feita pelo time de editores do site, que revisam e publicam os artigos. Não há a necessidade do articulista se preocupar em realizar esse trabalho. Um número muito grande de categorias e tags pode prejudicar o SEO do site.

Pedimos para que os articulistas não selecionem alguma “Category Sticky” no editor, pois se alguma for selecionada pode resultar em erros de publicação no site. Caso seja necessário, o time de editores do site seleciona uma que mais se enquadra.

Conclusões/Cosiderações Finais

Ops, ia me esquecendo…No final do texto é interessante trazer o leitor para a discussão. Pergunte a ele qual a experiência que ele teve sobre esse assunto. Quais são as alternativas e métodos que ele utiliza em relação à temática abordada.

Saiba mais (opcional e em cabeçalho 2)

Caso exista um histórico de artigos sobre o assunto abordado no Embarcados, é importante que eles sejam lembrados aqui. É muito importante listar os artigos do Embarcados que podem ajudar na compreensão e complemento do assunto.

Exemplo:

Site da Texas Instruments

Agradecimentos (opcional e em negrito somente)

Essa seção serve para mencionar a ajuda que pessoas/instituições fora do Embarcados ofereceram para que o artigo fosse produzido, seja com conteúdo, revisão, kits doados, etc. Ou até mesmo o agradecimento por uma ajuda de um membro do grupo. Não é necessário Cabeçalho 3 pois não estamos dando ênfase para este conteúdo.

Referências (opcional e em negrito somente)

Referências utilizadas para escrever o artigo: livros, links da internet, vídeos, artigos científicos, etc. Caso uma figura ou tabela seja de autoria própria, feita para uso do Embarcados, não é necessário mencionar a fonte. As referências devem ser formatadas com alinhamento à esquerda para não ficar um buraco em branco entre o índice da referência e o seu texto. Também devem ser oferecidos créditos quando necessário.

Não é necessário Cabeçalho 3 pois não estamos dando ênfase para este conteúdo.

Figura 1 – Fonte: https://www.embarcados.com.br

Tabela 2 – Fonte: http://users.ece.cmu.edu/~koopman/iccd96/iccd96.html

Vídeo 1 – Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=yVpbFMhOAwE

Crédito para a imagem destacada: Embarcados

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Notícias
Comentários:
Talvez você goste:

Séries

Menu

EVENTO ONLINE

Simplificando seus projetos de Internet das coisas com o iMCP HT32SX Sigfox

DATA: 18/05 às 15:00h