Obrigado Felipe Navarro!

Felipe Navarro

Há um tempo se vem falando das comunidades. Existem comunidades de todos os tipos e para todos os gostos. Uma destas é a comunidade Maker, ou uma tradução livre de fazedores. São pessoas apaixonadas por projetos estilo Faça você mesmo, com eletrônica, programação, artesanato e afins. Em comunidades, é comum a prática de compartilhar conhecimento, seja por eventos, vídeos ou artigos.

Felipe Navarro, do Canal Navarro Eletrônica do Youtube, era um membro ativo da comunidade Maker na área de eletrônica e inspirou muita gente! Com seus vídeos no YouTube alcançou a milhares de estudantes, fazedores e profissionais. Incentivou a muitos a conhecerem e praticarem a arte da Eletrônica de maneira simples e divertida. Ele ensinou na prática, mostrou fazendo e inspirou muita gente dessa forma.

Eu, Gedeane, o conheci pela Internet, através de comunidades relacionadas à Arduino. Navarro era conhecido como “marrento” e às vezes até “ácido”, com seus comentários um tanto sinceros demais. Eu mesma discordava de muita coisa, mas assisti a vários vídeos dele e também via que ele respondia algumas dúvidas da galera e compartilhava links de seus vídeos.

Nos vimos e batemos um papo pela primeira vez pessoalmente na Mini Maker Faire RJ, no Parque Lage, em novembro de 2016 no Rio de Janeiro, cidade Natal do Navarro. Ele era extremamente diferente do cara que aparentava ser um chato que eu imaginei. Rimos muito, trocamos muitas ideias e até apareci em um vídeo de seu canal, como a Gedeane “LedGirl” Kenshima.

Desde então, surgiu uma amizade bacana. E conversamos algumas vezes por inbox. Ele pedia pra eu ajudá-lo na divulgação de um vídeo novo e eu prontamente o ajudava. Nos vimos pela última vez em um evento de tecnologia, a Campus Party BR 2017, em São Paulo. Mais um momento de risos e descontração, na companhia de um grande amigo, Franklin Véras, um dos muitos amigos que o Navarro teve uma influência direta com seu conhecimento e bom humor.

Navarro se foi de maneira tão repentina e sem dizer adeus, durante uma viagem a Europa com sua família. Nós fazemos aniversário no mesmo dia, 2/8. Ele partiu uma semana exatamente após completar mais um ano. Muito jovem. Deixou a comunidade muito triste com sua partida. Mas temos que agradecê-lo por sua contribuição e divulgação da Eletrônica no Brasil. Agradecemos ao nosso querido e marrento Navarro pelos momentos de descontração, de risos e muito conhecimento em eventos da comunidade. Estimamos as mais sinceras condolências à sua família. Seu legado não será esquecido. Seus vídeos ficarão na Internet, para ensinar a muitos outros e para nós matarmos saudades do seu sotaque ‘carioquissimo’. Descanse em paz, nosso amigo Navarro!

Eu, Thiago, conheci Felipe pela Internet, porque nós dois compartilhávamos do mesmo ideal de compartilhar conhecimento, eu em forma de texto, ele por vídeo. O conheci pessoalmente no IoT Latin America 2016 e de lá pra cá ficamos amigos. O reencontrei no Rio de Janeiro em 2017 e tivemos bons momentos juntos, conversando bobagens.

Depois que comecei a trabalhar com startups, ele conversava bastante comigo sobre a possibilidade de construir um produto eletrônico e ser reconhecido por isso. Esse era um de seus sonhos e perseguiu isso, desenvolvendo protótipos e testando em campo.

Por um tempo ele sonhou em trabalhar em São Paulo. Ele amava a cidade e as oportunidades que tinham na área nessa cidade. Depois ele me disse que gostaria de buscar uma carreira fora do país, mas se foi antes de concretizar esses sonhos.

O Felipe foi embora cedo demais… Ele vai deixar um buraco imenso na produção de conteúdo, desta forma ele fez surgir na gente uma proximidade online muito grande em pessoas de todo o Brasil. Aqueles videos frequentes que a gente estava acostumado a ver, já não serão mais publicados. Fabio Souza até comentou comigo que nós perdemos um soldado, que lutava todo dia pras pessoas gostarem mais de eletrônica… Felipe Neves me confessou que parece que não dá pra acreditar, ele era muito novo e estava muito presente no nosso dia a dia. Desejamos forças a todos seus familiares e amigos próximos.

Mario Cortella em seu livro Porque Fazemos o que Fazemos diz que nós gostamos de nos enxergar na nossa obra, no trabalho que a gente faz. Felipe adorava seu trabalho. Ele mostrava as plaquinhas pras pessoas de sua autoria, seus videos, seus textos. Dava gosto de ver e entendia-se facilmente o que era amar a profissão, pela função desempenhada por Felipe. Felipe era determinado, animado, trabalhava com o que gostava e empreendedor – e ainda doava seu tempo pra ensinar pessoas que ele nem conhecia, que ele nunca viu. Realmente inspirador e diferente.

Homenagem a Felipe Navarro

Bom, vamos deixar vocês com um vídeo inspirador de Felipe sobre como desenvolver produtos eletrônicos, da ideia ao produto, incluindo os desafios do dia a dia. Essa é a nossa forma de dizer obrigado.

Para finalizar a homenagem, Renato Brant criou um vídeo sobre a dimensão do trabalho do Felipe, agradecendo pelo seu trabalho. Deixamos registrado o obrigado da comunidade toda.

Em nome de todo mundo que gosta de eletrônica, te agradecemos muito Felipão!