Raspberry Pi Compute Module e Compute IO Board

Raspberry Pi Compute Module

A Raspberry Pi é uma placa que inspira paixão a todos os makers que trabalham com eletrônica digital e é o mini-pc mais popular do mundo com a marca de mais de 2,5 milhões de placas vendidas (impressionante, não?). Isso porque, desde a sua concepção, foi bastante focada na área educacional e deu um grande impulso a toda a tecnologia dos mini-pcs, chamando atenção da comunidade para este tipo de dispositivo. Os idealizadores desta placa de desenvolvimento tão famosa e usada tiveram uma ótima ideia – lançar duas placa modulares que, juntas desempenham funções similares à Rasp Pi.

São as placas “Compute Module”  e a “Compute Module IO Board”.

ebNt DThprLDjJR JsXJptJdHIHbSXb9jAblwnnpvelop7Io3OSJPZSkcSkhlKyudastxQbv3 MiZFAGJZLaU6nSuwkNZ20Ssge5Ec7ejAg2ZI0oI4Zcb0YMEKxzFumJ A

 “Compute Module”  e “Compute Module IO Board”

Compute Module – Placa CPU

A placa Compute Module possui o mesmo processador SoC da Raspberry Pi Modelo B Rev 2, o Broadcom BCM2835 (core ARM1176JZF-S (ARMv6k) @700 MHz) SoC, que possui 512Mbyte de RAM no mesmo encapsulamento e, além disso, uma memória Flash eMMC de 4Gbytes (KLM4G1FEAC-B031), que substitui o SD CARD antes existente na Raspberry Pi Original. Essa placa é pequena e é construída para ser conectada a um conector do padrão DDR2 SODIMM. Veja a foto abaixo:

tgDgESFzTOAma4FqyVJqpDzuGAftD0Bh0935zo2xYz7VKp2S6o 6gy2u nOrv6W55EE6HkEiK2bra Ufo6GBPzNmGhsmi7gxeZWTqItZt16jXjGJmFRvfnjf Pz54hhmSA

Compute Module IO Board – Placa de Periféricos

A placa Raspberry Pi Compute Module IO Board serve como base para a placa CPU e nela estão contidos todos os periféricos da placa. Essa placa possui:

  • 2 Conectores de expansão, com muito mais opções que a Raspberry Pi original.

  • 2 Conectores para Display DSI

  • 2 Conectores para Câmera CSI

  • Conector HDMI, como na Rasp Original.

  • 1 USB para o boot

  • 1 USB para alimentação

  • 1 USB Host

  • Possibilidade de soldar um JTAG na placa

2RLw4e2KxhDVkc1AVrEq8pNl qj WLrMMY5kEQDk8Wi uqXU6gEEGOvD4zMc00X7FFTXv2zLG 0QsG

E qual a vantagem?

Qual a grande vantagem dessa nova abordagem? Fazendo isso a Rasp permite que pessoas ao redor do mundo desenvolvam de forma customizada suas placas Motherboard, ou se preferirem, placas de periféricos ou de entrada e saídas.

Outro diferencial dessas novas placas é a utilização de memória eMMC, que integra num só chip uma memória Flash e uma controladora de memória Flash e se comunica por uma interface MMC. Isso torna as aplicações mais confiáveis, uma vez que não é necessário certificar-se da confiabilidade do cartão de memória SD utilizado (sem contar problemas mecânicos de vibração).

A Motherboard traz muito mais pinos de expansão, para a alegria de quem já usa a Raspberry Pi e sofre com o número de IOs disponíveis até hoje.

Os dois esquemáticos podem ser conferidos nesses links:  Link 1 , Link 2

Comparando os tamanhos:

fzKdsJ9wBV6TxFCo9n6tr39YystpjqdXHt

Veja o vídeo de um engenheiro da RaspberryPi.org testando as novas placas. Veja como o consumo é bem baixo e ela é bem versátil.

E o que a Rasp Pi original tem que essas novas placas não têm?

  • Rede Ethernet (conector RJ-45) – Nesse novo design, o acesso a rede ethernet não está disponível – com certeza isso vai desapontar muita gente.
  • + 1 conector USB 2.0
  • um conector de saida de áudio
  • uma saída de vídeo composto RCA

Em junho deste ano essa placa estará disponível para compra. Aguardem!

Fontes

Conheça a Raspberry Pi – Blog Fazedores

http://www.raspberrypi.org/raspberry-pi-compute-module-new-product/ , por James Adams, o cara que assina os esquemáticos 🙂

RaspberryPi.org

http://blog.everpi.net/2014/04/raspberry-pi-foundation-lanca-nova-placa-modulo.html
Website | Veja + conteúdo

Sou formado em Engenharia Elétrica na USP Sao Carlos, com mestrado em Engenharia Elétrica no Rochester Institute of Technology pelo CsF. Tenho 17 anos de experiência em projetos de circuitos eletrônicos. Escrevo regularmente para o Embarcados, adoro eventos sobre tecnologia, onde posso rever amigos e conhecer pessoas do ramo.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Comentários:
Notificações
Notificar
guest
8 Comentários
recentes
antigos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Cleiton Bueno
07/04/2014 22:25

Foi essa eMMC que senti falta quando desenvolvi meu TCC com Raspberry PI, ae fiquei travado no bootloader e ter que utilizar SD Card para o sistema. Gostei dos conectores para display mas não achei legal os pinos do GPIO, gosto igual os da Beaglebone Black.
Mas legal o post vamos esperar cair no mercado.

Henrique Rossi
Reply to  Cleiton Bueno
08/04/2014 21:25

Pohhh Cleiton…tenho a mesma impressão! A falta de uma eMMC na versão anterior era uma desvantagem, mas o uso de um SD-Card, para mim, de certa forma era prático. Podia testar mais de uma RasPi com o mesmo cartão sem ter que ficar gravando Flash. Essa nova versão está sem Ethernet…aí complicou, pelo menos para mim, que estou trabalhando num projeto onde essa interface é fundamental. Mas acho que o novo modelo vai ter a sua aplicação, e tem grandes chances de bombar também! 🙂

trackback
30/01/2015 20:04

[…] a Raspberry Pi Compule Module e Compute I/O Board – por Thiago […]

trackback
11/12/2014 03:05

[…] Raspberry Pi Compute Module e Compute IO Board [15], escrito por Thiago […]

trackback
25/11/2014 23:53

[…] Pi Compute Module e Compute IO Board [17], escrito por Thiago […]

trackback
14/07/2014 10:38

[…] A Nova geração de Rasps CoM, escrito por mim; […]

trackback
11/07/2014 08:51

[…] A Nova geração de Rasps CoM, escrito por mim. […]

trackback
30/06/2014 00:11

[…] do processador ou memória, a Raspberry Pi Foundation anunciou a entrada em um novo mercado a criou uma versão SoM (System-on-Module) do Raspberry Pi com flash integrada, chamada de “Compute Module”, junto a uma breakout board […]

Talvez você goste:

Séries

Menu