Raspberry Pi Compute Module e Compute IO Board

Raspberry Pi Compute Module

A Raspberry Pi é uma placa que inspira paixão a todos os makers que trabalham com eletrônica digital e é o mini-pc mais popular do mundo com a marca de mais de 2,5 milhões de placas vendidas (impressionante, não?). Isso porque, desde a sua concepção, foi bastante focada na área educacional e deu um grande impulso a toda a tecnologia dos mini-pcs, chamando atenção da comunidade para este tipo de dispositivo. Os idealizadores desta placa de desenvolvimento tão famosa e usada tiveram uma ótima ideia – lançar duas placa modulares que, juntas desempenham funções similares à Rasp Pi.

São as placas “Compute Module”  e a “Compute Module IO Board”.

ebNt DThprLDjJR JsXJptJdHIHbSXb9jAblwnnpvelop7Io3OSJPZSkcSkhlKyudastxQbv3 MiZFAGJZLaU6nSuwkNZ20Ssge5Ec7ejAg2ZI0oI4Zcb0YMEKxzFumJ A

 “Compute Module”  e “Compute Module IO Board”

Compute Module – Placa CPU

A placa Compute Module possui o mesmo processador SoC da Raspberry Pi Modelo B Rev 2, o Broadcom BCM2835 (core ARM1176JZF-S (ARMv6k) @700 MHz) SoC, que possui 512Mbyte de RAM no mesmo encapsulamento e, além disso, uma memória Flash eMMC de 4Gbytes (KLM4G1FEAC-B031), que substitui o SD CARD antes existente na Raspberry Pi Original. Essa placa é pequena e é construída para ser conectada a um conector do padrão DDR2 SODIMM. Veja a foto abaixo:

tgDgESFzTOAma4FqyVJqpDzuGAftD0Bh0935zo2xYz7VKp2S6o 6gy2u nOrv6W55EE6HkEiK2bra Ufo6GBPzNmGhsmi7gxeZWTqItZt16jXjGJmFRvfnjf Pz54hhmSA

Compute Module IO Board – Placa de Periféricos

A placa Raspberry Pi Compute Module IO Board serve como base para a placa CPU e nela estão contidos todos os periféricos da placa. Essa placa possui:

  • 2 Conectores de expansão, com muito mais opções que a Raspberry Pi original.

  • 2 Conectores para Display DSI

  • 2 Conectores para Câmera CSI

  • Conector HDMI, como na Rasp Original.

  • 1 USB para o boot

  • 1 USB para alimentação

  • 1 USB Host

  • Possibilidade de soldar um JTAG na placa

2RLw4e2KxhDVkc1AVrEq8pNl qj WLrMMY5kEQDk8Wi uqXU6gEEGOvD4zMc00X7FFTXv2zLG 0QsG

E qual a vantagem?

Qual a grande vantagem dessa nova abordagem? Fazendo isso a Rasp permite que pessoas ao redor do mundo desenvolvam de forma customizada suas placas Motherboard, ou se preferirem, placas de periféricos ou de entrada e saídas.

Outro diferencial dessas novas placas é a utilização de memória eMMC, que integra num só chip uma memória Flash e uma controladora de memória Flash e se comunica por uma interface MMC. Isso torna as aplicações mais confiáveis, uma vez que não é necessário certificar-se da confiabilidade do cartão de memória SD utilizado (sem contar problemas mecânicos de vibração).

A Motherboard traz muito mais pinos de expansão, para a alegria de quem já usa a Raspberry Pi e sofre com o número de IOs disponíveis até hoje.

Os dois esquemáticos podem ser conferidos nesses links:  Link 1 , Link 2

Comparando os tamanhos:

fzKdsJ9wBV6TxFCo9n6tr39YystpjqdXHt

Veja o vídeo de um engenheiro da RaspberryPi.org testando as novas placas. Veja como o consumo é bem baixo e ela é bem versátil.

E o que a Rasp Pi original tem que essas novas placas não têm?

  • Rede Ethernet (conector RJ-45) – Nesse novo design, o acesso a rede ethernet não está disponível – com certeza isso vai desapontar muita gente.
  • + 1 conector USB 2.0
  • um conector de saida de áudio
  • uma saída de vídeo composto RCA

Em junho deste ano essa placa estará disponível para compra. Aguardem!

Fontes

Conheça a Raspberry Pi – Blog Fazedores

http://www.raspberrypi.org/raspberry-pi-compute-module-new-product/ , por James Adams, o cara que assina os esquemáticos 🙂

RaspberryPi.org

http://blog.everpi.net/2014/04/raspberry-pi-foundation-lanca-nova-placa-modulo.html
Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Comentários:
Notificações
Notificar
guest
8 Comentários
recentes
antigos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Cleiton Bueno
07/04/2014 22:25

Foi essa eMMC que senti falta quando desenvolvi meu TCC com Raspberry PI, ae fiquei travado no bootloader e ter que utilizar SD Card para o sistema. Gostei dos conectores para display mas não achei legal os pinos do GPIO, gosto igual os da Beaglebone Black.
Mas legal o post vamos esperar cair no mercado.

Henrique Rossi
Reply to  Cleiton Bueno
08/04/2014 21:25

Pohhh Cleiton…tenho a mesma impressão! A falta de uma eMMC na versão anterior era uma desvantagem, mas o uso de um SD-Card, para mim, de certa forma era prático. Podia testar mais de uma RasPi com o mesmo cartão sem ter que ficar gravando Flash. Essa nova versão está sem Ethernet…aí complicou, pelo menos para mim, que estou trabalhando num projeto onde essa interface é fundamental. Mas acho que o novo modelo vai ter a sua aplicação, e tem grandes chances de bombar também! 🙂

trackback
30/01/2015 20:04

[…] a Raspberry Pi Compule Module e Compute I/O Board – por Thiago […]

trackback
11/12/2014 03:05

[…] Raspberry Pi Compute Module e Compute IO Board [15], escrito por Thiago […]

trackback
25/11/2014 23:53

[…] Pi Compute Module e Compute IO Board [17], escrito por Thiago […]

trackback
14/07/2014 10:38

[…] A Nova geração de Rasps CoM, escrito por mim; […]

trackback
11/07/2014 08:51

[…] A Nova geração de Rasps CoM, escrito por mim. […]

trackback
30/06/2014 00:11

[…] do processador ou memória, a Raspberry Pi Foundation anunciou a entrada em um novo mercado a criou uma versão SoM (System-on-Module) do Raspberry Pi com flash integrada, chamada de “Compute Module”, junto a uma breakout board […]

Talvez você goste:

Séries

Menu