Ninja Blocks - Uma opção de automação residencial sem fio para desenvolvedores

Não sei quanto a vocês, mas para mim automação residencial sempre foi um tema de interesse tanto do ponto de vista de conforto quanto do ponto de vista profissional/hobbysta, imaginando e desenvolvendo dispositivos relacionados.

 

E é para quem pensa da mesma maneira que eu que um grupo de australianos montou a plataforma Ninja Blocks com um conceito de sistema de automação residencial Open Hardware e Open Software que permite com que o desenvolvedor utilize a plataforma para montar sua própria lógica de automação residencial.
 
 
O princípio básico do Ninja Blocks consiste numa placa central de comunicação desenvolvida com microcontrolador ATmega328 e transceiver de 433MHz que possui um protocolo próprio para se comunicar com seus nós (sensores ou atuadores).
 
 
Através de uma API disponibilizada gratuitamente no site do fabricante, o desenvolvedor pode utilizar seu Ninja Blocks através de um Raspberry Pi ou uma Beagle Bone que serão a central de inteligência (processamento lógico) do sistema de automação. E dai em diante, o limite lógico da automação se expande "à gosto do freguês": É possível desenvolver interface gráfica local como uma espécie de central de automação; compartilhamento e/ou análise dos dados via internet, integração com dispositivos móveis e smartphones, etc.
 
 
Acima de  U$ 50,00 os fabricantes oferecem frete grátis, dai decidi adquirir o meu Ninja Pi Crust (Versão do Ninja Blocks compatível com o Raspberry Pi - http://shop.ninjablocks.com/collections/raspberry-pi/products/ninja-pi-crust) por U$ 49,00 e mais um botão wireless, por U$ 6,00 para poder fazer os testes do sistema.
 
 
Abaixo algumas fotos do Ninja Pi, funcionando com um Raspberry Pi model B e o botão wireless logo ao lado.
 
 
Ninja Pi + Botão Wireless IMG_1260_reduzido IMG_1262_reduzido
 
 
Em geral, o Ninja Blocks vem se demonstrando bastante promissor, tanto é que recentemente a startup Australiana conseguiu arrecadar (através do Kickstarter) acima de U$ 115.000,00 em menos de 36h com seu sistema Ninja Sphere, mais associado com automação para o usuário final e internet das coisas.
 
 
Além disto, o portal para desenvolvedores é bastante completo, contendo esquemáticos, códigos fontes, tutoriais e exemplos. Agora é botar a mão na massa e fazer algumas brincadeiras com esta nova ferramenta.
 
Formado em Engenharia Elétrica pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Co-fundador do i9 - Núcleo Estudantil de Inovação Tecnológica (http://www.i9.joinville.udesc.br) e participante do PET Engenharia Elétrica, atualmente atua no desenvolvimento de projetos de P&D na Reason Tecnologia, em Florianópolis. Tem afinidade com Sistemas Embarcados, eletromagnetismo, inovação tecnológica e, mais recentemente, impressão 3D.

Deixe um comentário

3 Comentários em "Ninja Blocks - Uma opção de automação residencial sem fio para desenvolvedores"

Notificar
avatar
 
Ordenar por:   recentes | antigos | mais votados
Danilo Matias
Membro
Danilo Matias
Ah não daria no mesmo fazer direto com a beagle bone ?? Olhando a documentação via mais javascript que qualquer outra coisa ... Os sensores você coloca conversor AD e brinca de transformar LDR, temperatura, pressão em variações de tensão depois as converte para digital e brinca à vontade ... a nova ideia é legal, mas pareceu-me mais um display melhorado, o trabalho grosso mesmo se deu no desenvolvimento android, onde o céu é o limite, pois aparelhos possuem acelerômetro sensor de temperatura, gps ... conseguem comunicar-se via NFC, wireless bluetooh, tudo facilitado pela plataforma android. Sei lá para celulares com processadores ARM cortex M3 > eu prefiro brincar mais com a plataforma android e uma espécie de terminal, que na verdade é uma placa acoplada a um wifi que recebe direto do celular exatamente o que tem que fazer… Leia mais »
Israel
Visitante
Israel

.:---Alguém sabe se é possível importar o produto pelo site do fornecedor ?
Alguém já comprou, quanto foi os impostos ?
Obrigado.

Ho Loko
Visitante
Ho Loko

excelente.... o único problema que vejo nem é deles e sim nosso ... essa droga de padrão de tomadas exclusivo do brasil.

wpDiscuz