My Two Bits About 8 Bits

chip die

OK, hora de pensar um pouco: com os MCUs de 32 bits se tornando tão baratos quanto eficientes, imaginei que os MCUs de 8 bits estivessem caminhando para legados de designs estendidos. Quero dizer, quem basearia um novo design em uma arquitetura 8051 de 35 anos? Como se constata, muitas pessoas.

Primeiro, um esclarecimento: duvido que alguém tenha produzido um 8051 MCU direto em 20 anos; os designs mais recentes envolvem um núcleo 8051 modificado com muitos periféricos analógicos e digitais de alta velocidade que podem interoperar sem precisar esperar no núcleo do processador. Se o seu produto proposto não requer muito processamento de dados de alta velocidade, então um processador mais lento e simples faz muito sentido.

Um exemplo são os novos MCUs PIC16 (L) F170X e PIC17 (L) F17F de 8 bits da Microchip, que foram lançados recentemente no EE Live. Na verdade, a Microchip tem um grande investimento em sua família PIC16 de 8 bits, que continua expandindo. Se você olhar para qualquer diagrama de blocos deles levará um momento para encontrar o núcleo da CPU em meio a todos os periféricos. Um núcleo simples em larguras de linha herdadas (leia-se: baixa fuga) – mas com todo o respeito, alguma engenharia criativa – permite o que a Microchip chama de “eXtreme Low Power”, com corrente ativa de até 35 μA/MHz e corrente de sleep de 20 nA. A Microchip dificilmente é a única fabricante de MCUs a publicar números de potência impressionantes, mas a arquitetura de 8 bits os torna muito mais fáceis de alcançar.

Apesar de um investimento pesado em núcleos ARM de 32 bits de baixa potência – tanto a família Precision32™ quanto os MCUs EFM32 adquiridos via Energy Micro – a Silicon Labs ainda está construindo sua extensa família C8051 de 8 bits. Seus novos MCUs C8051F85x/6x incluem muitos periféricos analógicos e digitais para direcionar aplicações de controle de motores. Isso não é nada que você não possa fazer com um MCU de 32 bits, mas tente fazer isso por 30 centavos.

O resultado final é que quase todos fazem MCUs de 8 bits: Atmel, Analog Devices, Cypress, Freescale, Maxim Integrated, Infineon, Intersil, STMicroelectronics, NXP, ON Semiconductor – a lista continua. Algumas dessas empresas estão mais comprometidas com 8 bits do que outras, e algumas, como a Texas Instruments, estão trabalhando duro para convencer os projetistas a “atualizar” para 16 bits.

Mas considerações à parte, o custo que ainda é um grande fator e há boas razões para ficar com 8 bits. Se o seu design for intensivo em computação, então 32 bits é o caminho a percorrer. Mas se na maior parte do tempo ficar apenas lá – como um sensor node – e só acordar brevemente para pegar a amostra de dados ocasional, um MCU de 8 bits é uma escolha lógica.

Nós todos amamos novas tecnologias, mas às vezes uma versão atualizada de um padrão antigo ainda é o caminho a percorrer.

Artigo escrito originalmente por John Donovan para Mouser Electronics: My Two Bits About 8 Bits. Traduzido por Equipe Embarcados.

Receba novidades exclusivas da Mouser Electronics

Cadastre-se para receber novidades da Mouser
  • Obs: os dados deste formulário serão repassados à Mouser

(*) este post foi patrocinado pela MOUSER ELECTRONICS

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

[wpseo_breadcrumb]
Comentários:
Notificações
Notificar
guest
1 Comentário
recentes
antigos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Angelo Buoro
21/07/2019 17:45

“Nós todos amamos novas tecnologias, mas às vezes uma versão atualizada de um padrão antigo ainda é o caminho a percorrer.”

Foi nessa que o Gunpei Yokoi, criador do game boy, decidiu usar uma arquitetura antiga para época (Z80) para consolidar o portatil que foi imbativel durante anos. “Lateral Thinking with Withered Technology”, a ideia que o novo nem sempre necessáriamente será o ótimo para a aplicação.

Talvez você goste:

Séries

Menu
Privacy Settings saved!
Configurações de Privacidade

Entenda quais dados e informações usamos para ter melhor entrega de conteúdo personalizado para você.

These cookies are necessary for the website to function and cannot be switched off in our systems.

Para usar este site, usamos os seguintes cookies tecnicamente exigidos

  • wordpress_test_cookie
  • wordpress_logged_in_
  • wordpress_sec

Decline all Services
Accept all Services