Introdução ao Multiplexador CD4051

CD4051

Conhecido por Multiplexador, Multiplexer ou Mux, o CD4051, a princípio, é uma chave seletora digital, pois a partir do código BCD que é enviado às entradas de seleção são ativados seus respectivos canais, que são os canais de 0 a 7, totalizando 8 canais.

Uma de suas maiores vantagens na prática comparado a outros CI’s da categoria é que seus canais podem ser utilizados a partir dos sinais analógicos também, ou seja, trabalha ainda com as tensões de 0 a 5 Vcc, o que o torna perfeito para muitas aplicações onde há necessidade de leitura ou emissão de sinais analógicos, como por exemplo sensores de umidade de solo, potenciômetros e sensores de proximidade.

Para a montagem de projetos a partir da utilização desse CI, é importante sabermos algumas informações, que são encontradas em sua folha de dados (datasheet).

Pinagem e Aplicação de Pinos  CD4051
Figura 1 – Pinagem e Aplicação de Pinos CD4051

Tabela 1 – Tabela da Verdade CD4051 com entradas de seleção

Estado das SaídasCanais a serem ativados
INHABC
CI CD4051 – Multiplexador
0000
011
102
0 3113
004
015
106
1117
– Desativa todos

A tabela da verdade acima demonstra os códigos BCD a serem enviados às entradas seletoras correspondentes a cada um de seus canais. Podemos observar nos exemplos abaixo que cada combinação BCD ativa a saída (pino3). E é claro que precisamos enviar sinal na entrada selecionada para termos sinal na saída.

CD4051 Exemplificação Prática 1
Figura 2 – CD4051 Exemplificação Prática 1
CD4051 Exemplificação Prática 2
Figura 3 – CD4051 Exemplificação Prática 2

Um dos pinos muito importantes, que funciona como se fosse um botão de desliga (congela) neste CI, é o pino 6 o INH. Como também já vimos na tabela da verdade, enviando nível lógico alto desativa todos canais deste CI. Segue imagem demonstrativa:

CD4051 Exemplificação Prática 2
Figura 4 – CD4051 Exemplificação Prática 3



Uma de suas aplicabilidades interessantes é o uso de tensões distintas enviadas aos canais. Com isso podemos, por exemplo, ter o elemento do volume de um aparelho reprodutor de áudio entre outras aplicações. Podemos observar nas seguintes figuras que o multiplexador suporta sinais diferentes de 0 e 5, ou seja, suporta ainda sinais analógicos.

Exemplificação CD4051 – Aplicação de Tensões Diferentes
Figura 5 – Exemplificação CD4051 – Aplicação de Tensões Diferentes
Exemplificação do CD4051 – Aplicação de Tensões Diferentes
Figura 6 – Exemplificação do CD4051 – Aplicação de Tensões Diferentes



Quer saber mais sobre o Circuito Integrado CD4051 e sua aplicabilidade em Eletrônica Digital? Não perca a vídeo aula abaixo feita pelo Canal Eletrônica Fácil através do Professor Rodolpho Chrispim de Oliveira.

Aproveite e se inscreva aqui no canal Eletrônica Fácil e fique por dentro de todos os assuntos do mundo da eletroeletrônica.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Hardware » Introdução ao Multiplexador CD4051
Comentários:
Notificações
Notificar
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Talvez você goste:

Séries

Menu