Módulos de rede Mesh IPv6 da DESH

A Desh tecnologia, empresa 100% nacional, lança módulos embarcados para redes Mesh IPv6. Trata-se dos módulos MDK09 e MZK09 para desenvolvedores que querem um produto com a comunicação já integrada no hardware, trocando o longo prazo e risco do desenvolvimento RF por um componente pronto e homologado pela ANATEL.

 

A rede Mesh IPv6 customizável pode conectar múltiplos serviços a uma única rede por meio de terminais Low-Power Wide Area facilmente integráveis a sistemas existentes, sendo possível habilitar conectividade em qualquer local, incluindo áreas sem cobertura de outras tecnologias. 

 

Disponíveis em dois modelos, os módulos são compatíveis pino a pino, o MDK com maior potência e maior alcance - cerca de 40 km em campo aberto - e o MZK como versão de menor custo, com alcance de 400 m. Os dois modelos são totalmente compatíveis, sendo possível operarem juntos numa mesma rede. Consulte o site para mais informações.

 

Áreas de atuação

 

  • Utilities - energia, água, óleo e gás
  • Smart Cities - iluminação, parquímetros, semáforos
  • Agritech - sensoriamento de ambiente e máquinas
  • Indústria 4.0 - sensoriamento e atuação de máquinas e processos

 

Especificações técnicas

 

Características elétricas:

  • Tensão de alimentação: 3,3 V nominal (opcional 4 V no estágio de saída, somente o MDK);
  • Interface padrão serial de dados: TxD, RxD, CTS e RTS, 1200 a 115200 bps;
  • Consumo de corrente em IDLE:
    • MDK: 45 mA;
    • MZK: 40 mA.
  • Consumo de corrente em transmissão com potência máxima:
    • MDK: 600 mA (4 V no estágio de saída);
    • MZK: 100 mA.

 

Características de RF:

  • Frequência de operação: 915 a 928 MHz;
  • Modulação: GFSK;
  • Multiplexação: FHSS, DSSS;
  • Rede Mesh auto adaptativa IPv6 com compressão 6LoWPAN;
  • Frequência: 915 a 928 MHz;
  • Potência de transmissão:
    • MDK: 500 mW 27 dBm;
    • MZK: 25 mW 14 dBm.
  • Alcance:
    • MDK: 40 km em campo aberto;
    • MZK: 400 m.

 

Modos de operação:

  • Fácil integração UART, SPI, I2C, ADC com tratamento transparente do protocolo (terminal não interfere no pacote);
  • Permite aplicações customizadas com protocolos embarcados, porém é necessário contato com o fabricante.

 

Segurança:

  • AES128 no link aéreo.

 

Características físicas:

  • Temperatura de operação: -40 a 85 °C;
  • Dimensões C x L x A (mm):
    • MDK: 43 x 25 x 2
    • MZK: 30 x 25 x 2

 

Dimensões dos módulos da DESH em relação a uma moeda de 1 real.
Figura 1: Dimensões dos módulos em relação a uma moeda de 1 real.

 

Saiba mais

 

IoT: Contexto geral, presente e perspectiva futura - Parte 1

Padrão IEEE 802.15.4 - A base para as especificações Zigbee, WirelessHart e MiWi

Introdução ao LPWAN (Low Power Wide Area Network)

NEWSLETTER

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Obrigado! Sua inscrição foi um sucesso.

Ops, algo deu errado. Por favor tente novamente.

Muriel Costa
Técnico em mecatrônica, Graduando em Engenharia da informação pela Federal do ABC. Entusiasta da área, adoro frequentar espaços colaborativos e estar engajado com a comunidade. Em minhas escassas horas vagas gosto de organizar meu laboratório, desenvolver projetos, assistir séries e apreciar um bom churrasco.

6
Deixe um comentário

avatar
 
3 Comment threads
3 Thread replies
4 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
MárcioMuriel CostaTiago Augusto Torres MoreiraHélvio Recent comment authors
  Notificações  
recentes antigos mais votados
Notificar
Márcio
Visitante
Márcio

Saudações,
Por favor, poderia me informar o seguinte:
- Sensibilidade do receptor?
-Qual Chipset usado?
-Protocolo proprietário ou aberto?
-Para obter 40km, qual ganho de antenas é necessário?
Obrigado!

Tiago Augusto Torres Moreira
Membro

Boa Muriel!! Não sabia que existia estes dispositivos de longo alcance e minúsculo como este! Vou indicar! Abraços!

Hélvio
Visitante
Hélvio

Nossa, fico muito feliz de ver empresas brasileiras de tecnologia. Isso dá um sentimento de que ainda há esperança de ver a ciência brasileira se desenvolver mais.