Nova placa Arduino MKR Vidor 4000 vem com FPGA Intel Cyclone 10

MKR Vidor 4000 - destaque
Durante a Maker Faire Bay Area foram lançadas duas novas placas Arduino: a MKR Vidor 4000 a Uno WiFi Rev 2.
 
Os detalhes da Uno WiFi Rev 2 foram apresentados no post: Conheça o novo Arduino Uno Wifi escrito pela Renata de Camillo.
 
Recentemente também foram anunciadas outras duas novas placas: Arduino lança duas novas placas MKR para Internet das Coisas
 
Nesse artigo vou apresentar os detalhes da MKR Vidor 4000, a primeira placa Arduino com FPGA.
 

Características da MKR Vidor 4000

 
A primeira placa Arduino com FPGA vem para democratizar e simplificar o uso de FPGAs. Possuirá um ambiente de desenvolvimento inovador que permitirá o desenvolvimento de uma ampla gama de aplicações em IoT.
 
MKR-VIDOR-4000

Figura 1 - Placa MKR Vidor 4000 vem com FPGA Intel Cyclone 10
 
Possui três processadores on-board: Um ARM Cortex M0 da família SAMD21, uma FPGA Intel Cyclone 10 e um módulo WIFI baseado em ESP32, o NINA-W102 da Ublox. Ela também possui um módulo de autenticação segura, o ECC508 da Microchip. Dessa forma, fornece segurança baseada em hardware e armazenamento de chaves, para conexão segura dos seus projetos à nuvem.
 
A FPGA contém 16K Logic Elements, 504 Kbit de RAM e 56 multiplicadores HW de 18x18 bits para DSP de alta velocidade. Cada pino pode alternar a mais de 150 MHz e pode ser configurado para funções como UARTs, (Q)SPI, PWM de alta resolução/alta frequência, codificador de quadratura, I2C, I2S, Sigma Delta DAC, etc. Ela pode ser usada para operações DSP de alta velocidade para processamento de áudio e vídeo. 
 
A placa possui ainda SDRAM de 8 Mbyte embutida, Flash QSPI de 2 Mbyte (1MB para aplicações de usuário), conector Micro HDMI, conector de câmera MIPI, Wifi e BLE, pinagem da  família de placas MKR e um conector MiniPCI Express com até 25 pinos programáveis pelo usuário.
 
O MKR Vidor 4000 estará disponível para compra na Loja Arduino a partir do final de junho desse ano.
 
Confira o video feito por Massimo Banzi introduzindo a placa:
 

 
Outro vídeo feito pelo Hackaday durante a Maker Faire:
 

 
O lançamento de uma placa Arduino com FPGA, oficializa a era de placas makers com FPGAs, como as inciativas que já vimos por aqui:
 

Conheça a Fipsy, placa FPGA para educação

O que achou dessa placa? Deixe seu comentário abaixo.

 

Fonte: Say hello to the next generation of Arduino boards!

 
 
 
 
 
 
NEWSLETTER

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Obrigado! Sua inscrição foi um sucesso.

Ops, algo deu errado. Por favor tente novamente.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Fábio Souza
Engenheiro com experiência no desenvolvimento de projetos eletrônicos embarcados. Hoje é diretor de operações do portal Embarcados, onde trabalha para levar conteúdos de eletrônica, sistemas embarcados e IoT para o Brasil. Também atua no ensino eletrônica e programação pelo Brasil. É entusiastas do movimento maker, da cultura DIY e do compartilhamento de conhecimento, publica diversos artigos sobre eletrônica e projetos open hardware, como o projeto Franzininho Participou da residência hacker 2018 no Redbull Basement. Quando não está ministrando palestras, cursos ou workshops, dedica seu tempo “escovando bits” ou projetando placas eletrônicas.

2
Deixe um comentário

avatar
 
1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
SamuelLISSANDRO BASSANI Recent comment authors
  Notificações  
recentes antigos mais votados
Notificar
LISSANDRO BASSANI
Visitante
LISSANDRO BASSANI

Olá. Interessante passo para a comunidade do Arduino. Trabalho em embarcados há anos e um gargalo muito importante no meu caso pelo menos, é a velocidade de interfaceamento entre o microcontrolador e a FPGA, pois existem aplicações que necessitam desta interação pesada de dados e monitoramento do CPU com o FPGA. Em meu caso, fizemos uso de uma FPGA Altera onde implementopu-se o uC PowerPC dentro do FPGA, deste modo não se percebeu tanto este gargalo. Mas já avaliamos uma placa há alguns anos que tinha processador 4x mais rápido que o embarcado e a interface entre ele e o… Leia mais »

Samuel
Visitante
Samuel

Voce ja viu o Rock PI 4 da Radxa?
Ele tem características bastante interessantes pelas exigências que você necessita.