Ministério e BNDES anunciam R$20 milhões para projetos de IoT

Nesta última quinta-feira o BNDES e o Ministério anunciaram que R$ 20 milhões serão investidos para impulsionar projetos de IoT. Confira!
BNDES

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) divulgaram na última quinta feira, 14/06/2018, que serão disponibilizados 20 milhões de reais em recursos para impulsionar projetos na área de Internet das Coisas (IoT). Segundo o ministro Gilberto Kassab, com esta iniciativa, o Brasil se iguala aos países que estão na vanguarda em IoT.

Está claro que este é um momento muito favorável para se dedicar na área de IoT no Brasil! Aproveite e confira a seguir alguns pontos importantes sobre o Edital.

Quem pode solicitar

  • Instituições tecnológicas (IT): Instituições públicas ou privadas, sem fins lucrativos, que tenham por missão institucional, dentre outras, executar atividades de pesquisa básica ou aplicada de caráter científico ou tecnológico, bem como desenvolvimento tecnológico;
  • Instituições de apoio (IA): Instituições criadas com a finalidade de dar apoio a projetos de pesquisa, ensino e extensão e de desenvolvimento institucional, científico e tecnológico de interesse de instituições federais, estaduais ou municipais de ensino superior ou de instituições de pesquisa científica e tecnológica, inclusive aquelas criadas ao amparo da Lei nº 8.958, de 20.12.1994. Projetos encaminhados por IA deverão apresentar uma IT responsável pela execução do projeto.

O que pode ser financiado

São apoiáveis projetos inovadores para teste e avaliação de soluções tecnológicas de Internet das Coisas direcionados a um conjunto de focos de atuação considerados prioritários para o BNDES:

Smart Cities

  1. Aumento da capacidade de vigilância e monitoramento de áreas da cidade para inibir e mitigar situações de risco à segurança;
  2. Redução do tempo de deslocamento e aumento da atratividade de transportes públicos;
  3. Redução de desperdício de utilities;
  4. Criação de rede de iluminação pública que habilite soluções de IoT de forma ampla na cidade.

Rural

  1. Uso eficiente dos recursos naturais e insumos, com ênfase em monitoramento meteorológico e de solos, a fim de promover o aumento de produtividade, bem como redução de custos;
  2. Uso eficiente de maquinário com ênfase em gestão do desempenho de máquinas, com o objetivo de otimizar o emprego de equipamentos;
  3. Segurança sanitária e bem-estar do animal, com ênfase em monitoramento de saúde, comportamento, alimentação, peso e localização de animais, além de gestão de pragas, com o intuito de aumentar o volume de informações e sua precisão no monitoramento de ativos biológicos.

Saúde

  1. Monitoramento de pacientes, tanto remoto quando em unidades de saúde: estudo de custo-efetividade de resultados clínicos entre pacientes que utilizam a solução de IoT e grupo de controle;
  2. Diagnóstico descentralizado realizado no local do atendimento (point-of-care): análise comparativa de eficiência clínica e econômica entre o diagnóstico utilizando a solução de IoT e o método tradicional;
  3. Monitoramento de ativos, insumos e recursos em unidades de saúde: avaliação de custo-benefício do uso da solução de IoT.

Confira aqui o Edital completo e obtenha maiores informações.

Referências

Ministério e BNDES anunciam R$ 20 milhões para projetos de Internet das Coisas

Engenheira eletricista, especialista em desenvolvimento de software embarcado na V2COM e mestranda na área de 5G na Unicamp.

Notificações
Notificar
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

WEBINAR

Imagens de Ultrassom: Princípios e Aplicações

DATA: 26/10 ÀS 19:30 H