Microchip Harmony: O primeiro exemplo

Nesse texto vamos criar a primeira aplicação utilizando o Microchip Harmony com o MPLAB IDE, utilizando o kit "Ethernet Starter Kit II" da Microchip.

Nesse texto vou mostrar como desenvolver a primeira aplicação utilizando o ambiente Microchip Harmony com o MPLAB IDE, utilizando o kit de desenvolvimento Ethernet Starter Kit II da Microchip.

Harmony

O Microchip Harmony é um Framework de Software para os microcontroladores PIC32 da Microchip que simplifica a experiência do desenvolvimento de software para sistemas embarcados. Ele reduz o trabalho de software pois oferece bibliotecas, drivers, middleware, RTOS e componentes de software externos testados e integrados no ambiente Harmony. É um ambiente visual muito fácil de usar e reconfigurar mesmo durante o desenvolvimento de seu projeto. Modificações no código gerado pelo ambiente são facilmente resolvidas pelo Harmony. É muito simples de trabalhar e uma ferramenta poderosa para projetos com PIC32.

Veja o vídeo abaixo em inglês para uma rápida apresentação do Microchip Harmony.

Sobre o Kit de desenvolvimento Ethernet Starter kit II

A placa que será utilizada neste artigo será a placa Ethernet Starter Kit II. Ela possui:

  • Microcontrolador PIC32MX795F512L com 512KB Flash, 128KB RAM;
  • Alimentação via USB;
  • Placa extra para comunicação ethernet 10/100. A comunicação Ethernet possui wake-on-lan;
  • USB, 3 switches e 3 Leds;
  • Conector de expansão para ouras placas Microchip.

Uma imagem da placa está disposta abaixo. Para mais informações sobre a placa acesse a página referência da placa nesse link. Acesse o seu User Guide no link. 

harmony1

Instalação da IDE MPLAB X, Compilador XC32 e Harmony

Primeiramente é necessário fazer o download e instalar todos os softwares necessários para que se possa usar o Harmony. Para esse texto, utilizei o Windows 8. Baixe e Instale o MPLAB X IDE. Para isso, acesse esse link. Estamos usando a versão v3.40. Após a instalação do MPLABX, baixe e instale o Compilador XC32. Para baixar o compilador para o Windows, acesse esse link e siga as instruções para instalação. Foi utilizada a versão 1.42 do XC32 para essas experiências. É necessário então que seja instalado o Harmony para que possamos ter acesso às facilidades desse ambiente para montar o nosso projeto. Baixe e instale o Harmony. Estamos utilizando a versão 1.08.01 nos exemplos a seguir. Para isso acesse esse link.

É necessário instalar o plugin do Harmony na IDE do MPLAB. Para isso, depois de abrir o MPLAB IDE, selecione a opção Tools > plugins e escolha a opção MPLAB Harmony Configurator. Veja a Imagem abaixo.

Escolhendo a opção MPLAB Harmony Configurator

Criando o primeiro projeto no Microchip Harmony e piscar leds

Crie um novo projeto no no MPLAB X IDE utilizando as opções File > NEW conforme a figura a seguir:

harmony2

Digite o caminho do Harmony Path para o local onde o Harmony foi instalado (por padrão é c:\microchip\harmony\v1_08_01 ).

harmony4

Após preencher os campos acima, prossiga clicando na opção Next. Será criado o projeto como na figura abaixo.

harmony5

Na aba harmony, configure a placa que estamos utilizando para esse lab, a PIC32 Ethernet Starter Kit II.

harmony6

E então finalize essa etapa com os seguintes comandos: Generate code > Save > Generate. A IDE estará como a imagem a seguir:

harmony7

Altere o arquivo app.c:

harmony8

Utilize o ícone com o Martelo para compilar e o da flechinha apontando para o processador para gravar. Quando utilizar esse ícone, vai aparecer a seguinte imagem que mostra que a placa está conectada ao PC:

harmony9

Após a gravação, verifique que os leds estão acesos. Para piscar os leds, altere o arquivo app.c novamente conforme o código abaixo:

harmony11

Pronto. Os 3 leds vão piscar.

Conclusão

Fazer o primeiro código utilizando o Harmony é muito simples e intuitivo. Para utilizar as funções da placa, basta adicionar a placa ao projeto (BSP ou Board Supported Package). Os arquivos que o usuário deve trabalhar são apenas o app.c e seu include app.h. Os outros arquivos, o Harmony toma conta pra você.

O que achou? Deixe o seu comentario abaixo.

Notificações
Notificar
guest
3 Comentários
recentes
antigos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Edson Mazoni
Edson Mazoni
31/08/2019 14:23

Parabéns pelo trabalho!

Rafael Gebert
Rafael Gebert
13/10/2016 12:58

Acho o sistema OSAL (que o Harmony gera dentro projeto) pesado … para fazer piscar um simples LED o core passa por vários arquivos, laço for e algumas funções… Sem falar que o PLIB agora é fechado em arquivo “.a” (library estilo DLL) e não se sabe mais como é feito o acesso ao hardware.

Para iniciantes o harmony é muito bom mas para os mais experientes (pelo menos para mim) não.

Josué Lima
Josué Lima
13/10/2016 10:27

Thiago Lima, em primeiro lugar parabéns pelo artigo. Queria sugerir uma correção, os dois primeiros prints após o título “Criando o primeiro projeto no Microchip Harmony e piscar leds” estão com ordem invertida.

WEBINAR

Visão Computacional para a redução de erros em processos manuais

DATA: 23/09 ÀS 17:00 H