3 Comentários

Microchip Harmony: O primeiro exemplo

Nesse texto vou mostrar como desenvolver a primeira aplicação utilizando o ambiente Microchip Harmony com o MPLAB IDE, utilizando o kit de desenvolvimento Ethernet Starter Kit II da Microchip.

Harmony

O Microchip Harmony é um Framework de Software para os microcontroladores PIC32 da Microchip que simplifica a experiência do desenvolvimento de software para sistemas embarcados. Ele reduz o trabalho de software pois oferece bibliotecas, drivers, middleware, RTOS e componentes de software externos testados e integrados no ambiente Harmony. É um ambiente visual muito fácil de usar e reconfigurar mesmo durante o desenvolvimento de seu projeto. Modificações no código gerado pelo ambiente são facilmente resolvidas pelo Harmony. É muito simples de trabalhar e uma ferramenta poderosa para projetos com PIC32.

Veja o vídeo abaixo em inglês para uma rápida apresentação do Microchip Harmony.

Sobre o Kit de desenvolvimento Ethernet Starter kit II

A placa que será utilizada neste artigo será a placa Ethernet Starter Kit II. Ela possui:

  • Microcontrolador PIC32MX795F512L com 512KB Flash, 128KB RAM;
  • Alimentação via USB;
  • Placa extra para comunicação ethernet 10/100. A comunicação Ethernet possui wake-on-lan;
  • USB, 3 switches e 3 Leds;
  • Conector de expansão para ouras placas Microchip.

Uma imagem da placa está disposta abaixo. Para mais informações sobre a placa acesse a página referência da placa nesse link. Acesse o seu User Guide no link. 

harmony1

Instalação da IDE MPLAB X, Compilador XC32 e Harmony

Primeiramente é necessário fazer o download e instalar todos os softwares necessários para que se possa usar o Harmony. Para esse texto, utilizei o Windows 8. Baixe e Instale o MPLAB X IDE. Para isso, acesse esse link. Estamos usando a versão v3.40. Após a instalação do MPLABX, baixe e instale o Compilador XC32. Para baixar o compilador para o Windows, acesse esse link e siga as instruções para instalação. Foi utilizada a versão 1.42 do XC32 para essas experiências. É necessário então que seja instalado o Harmony para que possamos ter acesso às facilidades desse ambiente para montar o nosso projeto. Baixe e instale o Harmony. Estamos utilizando a versão 1.08.01 nos exemplos a seguir. Para isso acesse esse link.

É necessário instalar o plugin do Harmony na IDE do MPLAB. Para isso, depois de abrir o MPLAB IDE, selecione a opção Tools > plugins e escolha a opção MPLAB Harmony Configurator. Veja a Imagem abaixo.

Escolhendo a opção MPLAB Harmony Configurator

Criando o primeiro projeto no Microchip Harmony e piscar leds

Crie um novo projeto no no MPLAB X IDE utilizando as opções File > NEW conforme a figura a seguir:

harmony2

Digite o caminho do Harmony Path para o local onde o Harmony foi instalado (por padrão é c:\microchip\harmony\v1_08_01 ).

harmony4

Após preencher os campos acima, prossiga clicando na opção Next. Será criado o projeto como na figura abaixo.

harmony5

Na aba harmony, configure a placa que estamos utilizando para esse lab, a PIC32 Ethernet Starter Kit II.

harmony6

E então finalize essa etapa com os seguintes comandos: Generate code > Save > Generate. A IDE estará como a imagem a seguir:

harmony7

Altere o arquivo app.c:

harmony8

Utilize o ícone com o Martelo para compilar e o da flechinha apontando para o processador para gravar. Quando utilizar esse ícone, vai aparecer a seguinte imagem que mostra que a placa está conectada ao PC:

harmony9

Após a gravação, verifique que os leds estão acesos. Para piscar os leds, altere o arquivo app.c novamente conforme o código abaixo:

harmony11

Pronto. Os 3 leds vão piscar.

Conclusão

Fazer o primeiro código utilizando o Harmony é muito simples e intuitivo. Para utilizar as funções da placa, basta adicionar a placa ao projeto (BSP ou Board Supported Package). Os arquivos que o usuário deve trabalhar são apenas o app.c e seu include app.h. Os outros arquivos, o Harmony toma conta pra você.

O que achou? Deixe o seu comentario abaixo.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Software » Microchip Harmony: O primeiro exemplo
Talvez você goste:
Comentários:

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comentários
0 Respostas
0 Seguidores
 
Discussão de maior alcance
Discussão mais quente
3 Autores de comentários
Edson MazoniRafael GebertJosué Lima Comentários recentes
  Notificações  
recentes antigos mais votados
Notificar
Edson Mazoni
Visitante
Edson Mazoni

Parabéns pelo trabalho!

Rafael Gebert
Visitante
Rafael Gebert

Acho o sistema OSAL (que o Harmony gera dentro projeto) pesado ... para fazer piscar um simples LED o core passa por vários arquivos, laço for e algumas funções... Sem falar que o PLIB agora é fechado em arquivo ".a" (library estilo DLL) e não se sabe mais como é feito o acesso ao hardware.

Para iniciantes o harmony é muito bom mas para os mais experientes (pelo menos para mim) não.

Josué Lima
Visitante
Josué Lima

Thiago Lima, em primeiro lugar parabéns pelo artigo. Queria sugerir uma correção, os dois primeiros prints após o título "Criando o primeiro projeto no Microchip Harmony e piscar leds" estão com ordem invertida.

Séries

Menu