Micro:bit - Tecnologia ao alcance de todos

A BBC inglesa lançou há um tempo uma placa chamada Micro:bit a fim de despertar o interesse dos alunos por tecnologia, inovação e empreendedorismo. Trata-se na verdade de uma plataforma que contempla a placa e o ambiente de programação, criada pensando na simplicidade e facilidade de uso. Assim, professores e alunos poderiam ter o aprendizado facilitado, o que inspirariam quem aprende a continuar descobrindo sobre tecnologia programável.

 

Foi uma iniciativa que deu muito certo, principalmente na Inglaterra. Muitas empresas apoiaram e financiaram o projeto, o que fez com que o instituto Micro:bit alcançasse mais de 1 milhão de pessoas que já utilizaram a placa e o ecossistema preparado para ela.

 

Aqui no Brasil a placa chega com o apoio do Sepin, Secretaria de Políticas de Informática do MCTIC, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, e em breve será disponibilizada para os educadores a fim de utilizarem-na em sala de aula.

 

Características de hardware da placa Micro:bit

 

  • Microcontrolador de 32 bits ARM Cortex-M0+ NXP/Freescale KL26Z;
  • Microcontrolador de 32 bits ARM Cortex-M0 Nordic nRF51822, responsável também pela comunicação Bluetooth low energy e comunicação via rádio;
  • Acelerômetro de 3 eixos da NXP/Freescale MMA8652;
  • Magnetômetro de 3 eixos da NXP/Freescale MAG3110;
  • 25 pequenos leds dispostos em matriz;
  • 2 push buttons do usuário;
  • MicroUSB para programar a placa.

 

Veja abaixo a foto da placa:

 

Plaquinha micro:bit
Figura 1: Plaquinha micro:bit

 

Veja a seguir um diagrama que ilustra onde estão dispostos os componentes na placa.

 

Visão frontal da placa micro:bit
Figura 2: Visão frontal da placa micro:bit
Visão da parte de trás da placa micro:bit
Figura 3: Visão da parte de trás da placa micro:bit

 

Para acessar o esquemático, acesse este link.

 

A lista de materiais para montar essa placa está disponível neste link.

 

A placa está publicada sob a licença Solderpad License.

 

Software

 

Para programar a placa Micro:bit são disponibilizados dois ambientes: um para linguagem de programação escrita e outro para programação em blocos.

 

Para o editor de código em blocos em JavaScript, acesse este link.

 

Editor de código em blocos em JavaScript para a micro:bit
Figura 4: Editor de código em blocos em JavaScript

 

Para acessar o editor para programação usando a linguagem Python, acesse este link. Semelhante com o que acontece com o Arduino e o mbed, esta também é uma forma fácil de programar e trás bibliotecas prontas para o uso.

 

Editor para programação da micro:bit usando a linguagem Python
Figura 5: Editor para programação da micro:bit usando a linguagem Python

 

Mais detalhes sobre a Micro:bit

 

A placa micro:bit foi tema da palestra de Jose Scodiero no IoT Experience 2, evento da Fibo e Embarcados, realizado no começo deste ano. Essa placa está sendo trazida para o Brasil e poderá ser adquirida em breve.

 

Para mais detalhes, acesse os links a seguir e descubra mais sobre a Micro:bit:

 

http://microbit.org

https://en.wikipedia.org/wiki/Micro_Bit

http://blog.fazedores.com/placa-para-criancas-aprenderem-a-programar/

https://www.positivoteceduc.com.br/solucao/bbcmicrobit/

NEWSLETTER

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Obrigado! Sua inscrição foi um sucesso.

Ops, algo deu errado. Por favor tente novamente.

Thiago Lima
Apaixonado por sistemas digitais e circuitos eletrônicos, ja contabilizo 16 anos trabalhando com desenvolvimento de produtos eletrônicos. Formado na USP Sao Carlos, com mestrado em Engenharia Elétrica no Rochester Institute of Technology pelo CsF, atualmente lidero boa parte das operações do Embarcados, buscando levar conhecimento de sistemas eletrônicos para o Brasil. Experimentar o mundo das startups nos EUA foi transformador. La fui cofundador de uma startup de tecnologia chamada Una, sendo acelerado e incubado por um programa especial de Startups no RIT. Ao final, recebemos um prêmio de melhor startup do programa. No Laboratório Hacker de Campinas sou um dos entusiastas de novas tecnologias e apoio iniciativas da comunidade. Tambem participo de atividades comunitarias e sou um dos responsáveis pela Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, onde escrevo regularmente artigos sobre redução de resíduos. Sou sonhador mesmo e quero acender a luz ?

2
Deixe um comentário

avatar
 
2 Comment threads
0 Thread replies
2 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Antonio PereiraDaniel Arbartavicius Recent comment authors
  Notificações  
recentes antigos mais votados
Notificar
Antonio Pereira
Visitante
Antonio Pereira

Mandei buscar uma para alguns testes e em seguida vai para o acervo do fb.com/museu.jp e tão logo chegue, estaremos postando lá.

Daniel Arbartavicius
Membro
danielarbartavicius80

Nossa...que iniciativa. Vou pesquisar mais a fundo. Sou louco para ensinar minha filha.