MCTIC disponibiliza R$ 8 milhões para IoT e Manufatura 4.0

Após publicar o decreto presidencial 9.854/2019 no Diário Oficial da União, assinado por Jair Bolsonaro, que institui o Plano Nacional de Internet das Coisas e dispõe sobre a Câmara de Gestão e Acompanhamento do Desenvolvimento de Sistemas de Comunicação Máquina a Máquina e Internet das Coisas (IoT), ou simplesmente chamada de Câmara IoT, no dia 26 do mês passado, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), através do ministro Marcos Pontes e com a presença do diretor-presidente da Embrapii, anunciou no dia 31 de julho que vai destinar R$ 8 milhões para empresas que queiram desenvolver projetos de inovação em IoT e Manufatura 4.0.

 

A injeção desses recursos na economia será feitra através da Embrapii - Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial. A Embrapii coordena atualmente o PPI em IoT/Manufatura 4.0, programa do MCTIC que foi criado para ajudar o setor de informática a cumprir os investimentos em P&D obrigatórios - em pesquisa, desenvolvimento e inovação. E esse aporte do governo faz parte do primeiro ciclo de liberação de recursos captados juntos às empresas favorecidas pela Lei de Informática em vigência no país atualmente.

 

Esse investimento visa beneficiar startups, pequenas e médias empresas que podem participar do programa. Além do governo, a Embrapii, ICTs e as empresas que se dispõe a participar desse programa, também investem, aportando dinheiro ao projeto.

 

Para mais detalhes, acesse o site do MCTIC e o edital da Embrapii.

NEWSLETTER

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Obrigado! Sua inscrição foi um sucesso.

Ops, algo deu errado. Por favor tente novamente.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Thiago Lima
Apaixonado por sistemas digitais e circuitos eletrônicos, ja contabilizo 16 anos trabalhando com desenvolvimento de produtos eletrônicos. Formado na USP Sao Carlos, com mestrado em Engenharia Elétrica no Rochester Institute of Technology pelo CsF, atualmente lidero boa parte das operações do Embarcados, buscando levar conhecimento de sistemas eletrônicos para o Brasil. Experimentar o mundo das startups nos EUA foi transformador. La fui cofundador de uma startup de tecnologia chamada Una, sendo acelerado e incubado por um programa especial de Startups no RIT. Ao final, recebemos um prêmio de melhor startup do programa. No Laboratório Hacker de Campinas sou um dos entusiastas de novas tecnologias e apoio iniciativas da comunidade. Tambem participo de atividades comunitarias e sou um dos responsáveis pela Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, onde escrevo regularmente artigos sobre redução de resíduos. Sou sonhador mesmo e quero acender a luz ?

Deixe um comentário

avatar
 
  Notificações  
Notificar