mbed-cli: Como instalar o ARM mbed em seu computador

O mbed é uma ferramenta da ARM para desenvolvimento de aplicações embarcadas e em IoT com microcontroladores e processadores ARM. Ela é uma plataforma que permite abstrair o hardware ao desenvolver sua aplicação, na medida que as empresas parceiras, fabricantes dos processadores, criam e mantém os drivers dos periféricos de seus chips com core ARMs. Além da plataforma, a ARM ainda disponibiliza um sistema operacional de tempo real, o mbed OS, e acabou de anunciar o ARM mbed Linux OS.

 

Veja os artigos que já foram publicados no Embarcados sobre mbed:

 

Muitos desenvolvedores preferem não desenvolver os projetos utilizando o browser ao utilizar o mbed. Para isso, pode-se instalar o ARM mbed em seu computador. Vamos descrever neste tutorial como instalar a ferramenta no Windows 10 e, assim, começar a desenvolver sem acesso à nuvem da ARM.

 

Para o primeiro teste utilizamos a placa NUCLEO 429ZI da ST.

 

Procedimento de instalação do mbed

 

Instale o pacote para Windows, deste link. O pacote utilizado foi o mbed-cli versão 0.4.7.

 

Instalação do mbed-cli.

 

No computador onde realizamos essa ação já estava instalado o Python3. Então foram instalados os pacotes do python 2.7 e PIP, e foram setadas as variáveis de ambiente, conforme este tutorial. Baixe e Instale o Python 2.7.14 daqui.

 

No Windows 10 procure por "environment variables" e então poderá editar - Edit the system environment variables. Isso irá abrir a opção “System Properties / Advanced tab”.

  1. Na aba “System Properties / Advanced”, clique em “Environment Variables” para abrir “User Variables” e “System Variables”.
  1. Crie uma nova System Variable - “Variable name”: PYTHON_HOME e “Variable value”: c:\Python27 (para minha instalação utilizei esse caminho).
  1. Encontre a variável de sistema chamada Path e clique Edit.
  1. Adicione o seguinte texto ao fim da opção Variable value: ;%PYTHON_HOME%\;%PYTHON_HOME%\Scripts\
  1. Verifique se deu certo - abra um terminal e digite “python” de qualquer pasta. Veja se o resultado é este:

 

Baixe o pip daqui. Navegue até a pasta onde foi baixado o pip e instale utilizando o comando “python get-pip.py”. Ele foi instalado em “C:\Python27\Scripts”.

 

A pasta mbed-cli foi instalado em c:. Navegue com o command prompt na pasta mbed-cli e rode os seguintes comandos para importar e compilar o primeiro programa para a placa Nucleo F429ZI:

 

Compilou normalmente!

 

 

Conecte a placa NUCLEO-429ZI ao PC com o cabo USB. Veja que uma nova unidade de disco é montada. No meu caso foi montada a unidade D:.

 

Na pasta C:\mbed-cli\mbed-os-example-blinky\BUILD\NUCLEO_F429ZI\GCC_ARM copie o arquivo mbed-os-example-blinky.bin para a pasta D:. O Led1 deve piscar.

 

Va até a pasta C:\mbed-cli\mbed-os-example-blinky e edite o arquivo main.c.

 

Compile novamente:

 

Na pasta C:\mbed-cli\mbed-os-example-blinky\BUILD\NUCLEO_F429ZI\GCC_ARM copie o arquivo mbed-os-example-blinky.bin para a pasta D:. Todos os leds devem piscar desta vez.

 

É possível atualizar a placa utilizando o terminal diretamente. Podemos compilar e já gravar o que foi compilado.

 

Veja que, apesar da mensagem dizendo que não foi possível resetar a placa gravada pelo mbed, o procedimento deu certo!

 

 

E você? Avalia utilizar o mbed localmente?

NEWSLETTER

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Obrigado! Sua inscrição foi um sucesso.

Ops, algo deu errado. Por favor tente novamente.

Thiago Lima
Apaixonado por sistemas digitais e circuitos eletrônicos, ja contabilizo 16 anos trabalhando com desenvolvimento de produtos eletrônicos. Formado na USP Sao Carlos, com mestrado em Engenharia Elétrica no Rochester Institute of Technology pelo CsF, atualmente lidero boa parte das operações do Embarcados, buscando levar conhecimento de sistemas eletrônicos para o Brasil. Experimentar o mundo das startups nos EUA foi transformador. La fui cofundador de uma startup de tecnologia chamada Una, sendo acelerado e incubado por um programa especial de Startups no RIT. Ao final, recebemos um prêmio de melhor startup do programa. No Laboratório Hacker de Campinas sou um dos entusiastas de novas tecnologias e apoio iniciativas da comunidade. Tambem participo de atividades comunitarias e sou um dos responsáveis pela Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, onde escrevo regularmente artigos sobre redução de resíduos. Sou sonhador mesmo e quero acender a luz ?

Deixe um comentário

avatar
 
  Notificações  
Notificar