LoRaONE: primeiro módulo LoRa nacional de baixo custo

Introdução

O módulo LoRaONE da Quadrar Tecnologia, feito em parceria com a empresa Enablers, nasceu com o intuito de preencher a lacuna do mercado nacional por módulos de comunicação low power e de longo alcance, conhecido como dispositivos LoRa (Long Range), cuja qualidade, confiabilidade, suporte, time-to-market, custo e, principalmente, o fator de importação são empecilhos para a maioria das empresas de tecnologias e serviços.

Deste modo, o LoRaONE supre todos esses pontos e proporciona o que há de melhor nesse segmento de hardware, baseando-se em: escolhas dos melhores parceiros no fornecimento de componentes eletrônicos, distribuidores, equipe de desenvolvimento capacitada e produção nacional, mais precisamente na região de São Paulo, assim facilitando a demanda do estado e podendo escoar o produto para toda a região do Brasil, tornando-se o primeiro dispositivo LoRa brasileiro de baixo custo com desenvolvimento e produção 100% nacional.

LoRaONE

O LoRaONE é um módulo transmissor caracterizado por usar a tecnologia LPWAN (Low-Power Wide Area Network) a qual estabelece comunicação com a rede LoRaWAN, faz o uso do protocolo de mesmo nome e pode operar nos modos: classe A e C, além disso, trabalha nas frequências AU915 e LA915, sendo respectivamente, a frequência da Austrália em 915 MHz e América Latina 915 MHz.

Uma das grandes vantagens de uso desse módulo está no fato do LoRaONE se comportar como modem de comunicação AT, dimensões reduzidas (small form factor), possibilidade de soldagem em outra placa por meio do castellation, entradas e saídas genéricas para monitoramento e/ou controle de sensores e atuadores. Ele pode ser controlado diretamente por um PC ou microcontrolador através de uma porta serial configurada em 9.600 bps (padrão).

LoRaONE é certificado e homologado no órgão regulador nacional brasileiro, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), bem como na Everynet (E-Thingz), garantindo assim que ele seja empregado em projetos e produtos profissionais sem quaisquer preocupações de pena sob atuação. O número da homologação na Anatel é 08079-19-12597.

Assim, configurando um produto que cumpre com as necessidades do mercado, sob o ponto de vista tecnológicos e também os legais. A seguir, na figura 1, pode ser visto o diagrama de blocos:

Figura 1: Arquitetura de hardware do LoRaONE.

Características técnicas

A seguir, serão listadas as principais características do LoRaONE:

  • Comunicação de longo alcance por meio do LPWAN e LoRaWAN;
  • Transmissor LoRa Semtech Sx1262:
    • Consumo na transmissão (915 MHz - +20 dBm): 84 mA (Sx1272 = 125 mA);
    • Consumo na recepção: 5,3 mA (Sx1272 = 11,2 mA);
  • Faixa de alimentação entre 3.1V e 3.6V;
  • Faixa de temperatura de trabalho sem comprometimento do hardware: - 40°C à + 85°C;
  • Banda de frequência de operação em 915 MHz (AU915 e LA915);
  • Potência de saída ajustável até +22 dBm;
  • Alta sensibilidade do receptor -137 dBm;
  • Possibilidade de uso do protocolo LoRaWAN nos modos classe A e C;
  • Interface amigável através de comandos AT sobre interface serial a 9.600 bps;
  • 7 entradas e saídas disponíveis para uso, sendo 4 podendo ser configuradas como entradas analógicas;
  • Módulo LoRaONE com acabamento em castellation permitindo ser incluída em outras placas e produtos;
  • Certificação Anatel e Everynet (E-Thingz);
  • Dimensões 21,5 x 33 x 2,4 (mm);
  • 3 tipos de antena para uso: SMA pig tail, chip ou PCB antena e wire antena (figura 2);

Figura 2: Opções de antenas do LoRaONE para montagem.

Aplicações

A seguir, será listado algumas aplicações do módulo LoRaONE:

  • Rastreamentos (frota veicular, pecuária, pet, refrigeradores, pessoas em regiões críticas de segurança, bagagens, etc);
  • Medidores de energia, água e gás;
  • Domótica (automação residencial);
  • Alarmes e controles de acesso;
  • Monitoramento para a área agrícola;
  • Smart cities.

Considerações finais

O LoRaONE foi projetado para cumprir os requisitos de baixo consumo e conectividade através do protocolo LoRaWAN, dimensões mecânicas reduzidas para atender os mais variados segmentos do mercado, sendo possível inseri-lo em pequenos cases, facilidade em agregá-lo em projeto já concebidos sendo soldado em uma área pequena, além disso, necessita de poucos requisitos para funcionamento: uma antena, alimentação, alguns comandos de configuração e envio dos pacotes de dados através de uma via serial, além disso, possui o mais recente LoRa transceiver do mercado, o Sx1262 da Semtech o qual consume menos energia.

Deste modo, percebe-se que a Quadrar Tecnologia está oferecendo o que há de mais sofisticado para aplicações de IoT: baixo consumo e longo alcance para transmissão de dados, além disso, melhor custo benefício do mercado brasileiro, suporte técnico pós-venda e o mais importante: impulsionar projetos nacionais conectados excluindo a barreira de taxas e longos prazos de importação. Somado a isto, o selo Anatel de produto homologado.

Quadrar Tecnologia

A Quadrar Tecnologia é uma empresa de Design House (empresa de projetos) voltada para a Internet das Coisas (IoT) desde 2010. Atua no mercado de projetos eletrônicos em parceria com grandes companhias, oferecendo soluções de alta tecnologia para casos de alta complexidade, assim atingindo com satisfação problemas complexos.

Para entrar em contato conosco: [email protected]

(*) Este post foi patrocinado pela Quadrar Tecnologia

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Notícias » LoRaONE: primeiro módulo LoRa nacional de baixo custo
Talvez você goste:
Comentários:

4
Deixe um comentário

avatar
 
2 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
Alexandre Fernandes dos AnjosDilermando Ernesto R. F. BaumQuadrar TecnologiaVinicius Recent comment authors
  Notificações  
recentes antigos mais votados
Notificar
Dilermando Ernesto R. F. Baum
Visitante
Dilermando Ernesto R. F. Baum

Bom dia, A jogada de marketing dizendo "primeiro módulo LoRa nacional " está equivocada. Pois conheço o módulo LoRa da Radioeng (www.radioeng.com.br) e, após consultar os certificados de homologação Anatel, o da Radioeng foi expedido em 17/04/2018 ao passo que o da Quadrars foi em 23/12/2019, ou seja, pelo menos 1 ano e meio de antecedência.
Além disso no certificado de homologação da Quadrars não tem a observação dizendo que é um módulo que deve ser acoplado a outro dispositivo, ficando este sujeito a nova homologação.

Alexandre Fernandes dos Anjos
Membro

Realmente eu também achei estranho essa proposta de "primeiro módulo nacional", mas talvez a palavra chave seja "de baixo custo".
TODO EQUIPAMENTO mesmo usando módulo homologado, necessita de uma nova homologação perante a ANATEL.
O que muda são os custos envolvidos, usando módulos homologados você não irá necessitar refazer alguns dos ensaios laboratoriais.

Vinicius
Visitante
Vinicius

Qual é o custo?

Séries

Menu

WEBINAR
 
Linux Embarcado: Desvendando o Pin Control Subsystem - Kernel Linux

Data: 26/02 às 19:30 h | Apoio: Mouser Electronics
 
INSCREVA-SE AGORA »



 
close-link