Ranking das Linguagens de Programação mais usadas em 2017 (IEEE Spectrum)

Hoje conheci um novo índice de linguagens de programação e gostaria de compartilhar com vocês. É o interactive ranking do IEEE Spectrum.

 

Você, caro leitor, pode estar pensando..."Mais um índice inútil que se propõe a medir ranking de linguagens de programação...". Também existe o tal TIOBE, que considera muito a procura pelas mais diversas linguagens nos motores de busca da internet, e eu concordo que não é possível medir com exatidão esse ranking. Mas o que me chamou a atenção nesse índice é a flexibilidade de ajuste dos critérios de avaliação para o levantamento do ranking.

 

Por exemplo, é possível indicar para a ferramenta que eu quero ficar sabendo das linguagens que mais rapidamente estão crescendo no momento e focadas em sistemas embarcados. Veja abaixo o ranking que configurei:

Linguagens de Programação mais usadas em 2017, feita pelo IEEE Spectrum

 

Pode-se perceber que as linguagens C e C++ estão muito em alta na área de sistemas embarcados. Veja também, criando um outro filtro, que as descrições de vagas em aberto e comportamentos dos recrutadores registram uma forte tendência em direção a essas linguagens. Veja abaixo.

 

Linguagens de Programação mais usadas em 2017, feita pelo IEEE Spectrum

 

Experimentem essa ferramenta e deixem suas impressões e comentários. O que acharam dela? Acho que conseguimos ter uma idea geral, mas é difícil termos certeza da medida real.

NEWSLETTER

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Obrigado! Sua inscrição foi um sucesso.

Ops, algo deu errado. Por favor tente novamente.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Henrique Rossi
Engenheiro eletricista com ênfase em eletrônica e pós-graduado em Engenharia de Software. Comecei um mestrado, mas o interrompi. Especialista na área de sistemas embarcados, com mais de 12 anos de experiência em desenvolvimento de firmware (sistemas baremetal e baseados em RTOS) e Linux Embarcado. Atualmente sou administrador do site Embarcados, trabalho num fabricante de Set-Top Box e atuo como consultor/desenvolvedor na área de sistemas embarcados.
recentes antigos mais votados
Notificar
Carlos Antoliv
Visitante
Carlos Oliveira

O site naõ abriu pra mim. Diz que não é seguro.
Gostaria de saber qual a linguagem mais usada pra sistemas embarcados.
Acho muito interessante esse assunto.

Fábio Souza
Visitante

Olá Carlos,

Conforme os gráficos apresentados, C e C++ são mais utilizadas em Embarcados.

Recomendo a leitura do Relatório da Pesquisa sobre o Mercado Brasileiro de Desenvolvimento de Sistemas Embarcados 2017: https://www.embarcados.com.br/relatorio-pesquisa-2017/

Você encontrará informações sobre as linguagens mais usadas por desenvolvedores de sistemas embarcados no Brasil.

Carlos Antoliv
Membro
carlosantoliv15

Fábio, agradeço muito pelo retorno.
Então C e C++ são mais utilizados para embarcados.... ia te fazer uma pergunta sobre o python mas vi que ele é o terceiro no ranking, segundo a página 28 do relatório Mercado Brasileiro de Desenvolvimento de Sistemas Embarcados 2017.

Tenho umas dúvidas, mas vou tentar enviar por email pra não atrapalhar o tópico.

Mauricio Oliveira Costa
Visitante
Mauricio Oliveira Costa

Boa abordagem, Henrique! O único ponto que discordo é que ARDUINO é um kit, com IDE simplificada para programação em C/C++. A Embarcados, como formadores de opinião, deveria ajudar a evitar esta confusão, na minha opinião...

Henrique Rossi
Visitante

Obrigado Mauricio. É uma confusão, mas acho que o problema está na definição de Arduino. E como é usada a linguagem Wiring (aquele C++ diferente) para desenvolvimento na plataforma Arduino, acho que virou modismo falar que é linguagem Arduino, tanto que o próprio site do Arduino o menciona como linguagem (https://www.arduino.cc/en/Guide/Introduction). Preguiça de escrever "Linguagem usada pela plataforma Arduino" 🙂

A intenção do post foi divulgar o resultado da pesquisa, independente de ter Arduino ou não. Mas gostei do seu posicionamento e lhe agradeço pelo comentário.

Leandro Poloni Dantas
Visitante

Boa Henrique!
Eu gosto muito desses hankings. Sempre que ensino Assembly para meus alunos, surge a exclamação: "Ninguém usa Assembly!". Tai a prova que não é bem assim.

Henrique Rossi
Visitante

Opa Leandro!! Pode continuar suas aulas com o velho e bom Assembly...não vai sumir tão cedo assim 😉
Abraço

Fabio Muller
Visitante
Fabio Muller

Python dominando e ainda vai dominar ainda mais. Não porque tem super poderes mas porque é rápida e fácil de aprender, é o novo Basic do sec.XXI. Várias escolas secundárias nos EUA e Europa já estão adotando Python e a molecada já está a toda , bem como nos velhos tempos do Apple][ e similares. Long live Python...

Henrique Rossi
Visitante

Concordo Fabio, é uma das linguagens que quero estudar com mais profundidade. Obrigado pelo comentário!