IFTTT – Uma plataforma simples para aplicações IoT

Este post faz parte da série IFTTT. Leia também os outros posts da série:

IFTTT (IF This Than That) é um serviço online gratuito que permite aos seus usuários criarem simples condicionamentos de serviços através de “Applets”. Com esse serviço podemos interligar, por exemplo, uma hashtag específica usada no Twitter ao recebimento de e-mail do Gmail. Pensando no nosso ramo de sistemas embarcados, permite de forma simples que possamos colocar uma placa subindo dados na nuvem, quando chegar a um certo valor, comande outra placa comunicando na nuvem configurado para acionar um outro processo, ou até que uma placa receba o monitoramento de uma hashtag específica do Twitter e a exiba em um display oled. Esse artigo será um introdutório da plataforma mostrando sua história e seu funcionamento. Nos próximos mostraremos de fato como um sistema embarcado pode interagir na plataforma. Para acessar, o link é este.

 

Logo do IFTTT
Figura 1: Logotipo do IFTTT

 

IFTTT foi criado por Lidden Tibbets, Jesse Tane, Scott Tong e Alexander Tibbets em São Francisco e lançado em no dia 7 de setembro de 2011.

 

Em julho de 2013 foi lançado o IFTTT para Iphone, contendo três canais: IOS Photos, Lembretes e Contatos. Uma versão para o IPad com notificações foi introduzida em 3 abril de 2014 e no dia 24 de abril de 2014 foi lançada uma versão para Android.

 

Em fevereiro de 2015, IFTTT renomeou sua aplicação original para IF e lançou um novo grupo de aplicações chamado Do. Os aplicativos Do permitem que seus usuários customizarem os atalhos para as aplicações e ações. De acordo com Linden Tibbets, os usuários do IFTTT estão “cozinhando” algo em torno de 20 milhões de “receitas” cada dia. Todas as funcionalidades do pacote Do estão integrados dentro do remodelamento do IFTTT. Abaixo segue a linha do tempo dos acontecimentos:

  • 7 de setembro de 2011 – Lançado o serviço IFTTT
  • 30 de abril de 2012 – 1 milhão de tarefas foram criados com o IFTTT
  • Junho de 2012 – Integra serviços de Internet das Coisas (IoT) em parceria com a Bekin Wemo  para uso de seus dispositivos, permitindo receitas para interação dos mesmos com o mundo físico
  • 10 de julho de 2013 – Serviços para Iphone
  • 3 de abril de 2014 – IFTTT para Ipad e Ipod foi lançado. Adicionalmente desenvolvedores estão introduzindo um novo canal chamado IOS Notification Channel
  • 24 abril de 2014 – Versão para Android foi lançada
  • Final de 2014 – Uso do IFTTT para Internet das Coisas (IoT) rendeu negócios em torno de U$170 milhões.

 

Para usar IFTTT é bem simples, basta você fazer um cadastro no site e pronto, você já poderá usar a plataforma. Abaixo mostro minha tela inicial:

 

Tela inicial do IFTTT
Figura 2: Tela inicial do IFTTT

 

Clicando em “My Applets”, você tem acesso aos Applets criado por você e lá também terá um botão chamado “New Applet”. Clicando nesse botão você poderá criar seus Applets conforme desejar.

 

Tela inicial do IFTTT
Figura 3: Tela inicial do IFTTT

 

O modelo seguido para criar seu Applet é literalmente como traduzido: IFTTT – IF This than That (Se Isso, então, aquilo).

 

Iniciando seu Applet com IFTTT
Figura 4: Iniciando seu Applet

 

Aqui só para demonstrar, vou fazer um Applet que monitora o SMS de meu celular e envia um Twitter quando uma palavra específica.

 

Clicando no this, abrirá as opções de serviços que podem ser usados. No meu caso selecionei SMS e cadastrei meu número de celular. Após confirmar o código de ativação, foram habilitadas duas opções para SMS. Escolhi a mais simples. Mande para o IFTTT qualquer SMS.

 

Serviço a ser monitorado
Figura 5: Serviço a ser monitorado

 

Agora o Applet precisa de saber o que você quer que aconteça quando enviar qualquer SMS de seu telefone cadastrado.

 

Applet agora precisa de saber o que você quer que aconteça
Figura 6: Applet agora precisa de saber o que você quer que aconteça

 

Selecionei para que quando enviar um SMS, automaticamente esse SMS será postado em meu Twitter. Ao confirmar, o IFTTT pede para que você revise o Applet antes de ser iniciado.

 

Serviço configurado aguardando confirmação.
Figura 7: Serviço configurado aguardando confirmação.

 

Testando meu Applet, enviei um SMS com a palavra “Teste”. Acabei de receber um aviso do meu Twitter.

 

Teste do Applet criado
Figura 8: Teste do Applet criado

 

Acabei de apresentar uma ferramenta bem interessante para uso bem diversificado. Nos próximos dois artigos, mostrarei como usar esse serviço usando a placa Wio Node e a NodeMCU ESP8266.

 

Até breve.

Outros artigos da série

Monitore seus próprios Tweets usando Thinger, NodeMCU e IFTTT >>
Este post faz da série IFTTT. Leia também os outros posts da série:
NEWSLETTER

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Obrigado! Sua inscrição foi um sucesso.

Ops, algo deu errado. Por favor tente novamente.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

2
Deixe um comentário

avatar
 
1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Willians de Almeida VieiraIsaac Cavalcante Recent comment authors
  Notificações  
recentes antigos mais votados
Notificar
Isaac Cavalcante
Visitante
Isaac Cavalcante

Muito legal cara. Posta a continuação.

Willians de Almeida Vieira
Visitante
Willians De Almeida

Postarei em breve.... obrigado pelo apoio