6 Comentários

IdeaBit – Ensino de programação ao alcance de todos!

O Arduino facilitou em muito o acesso a programação de microcontroladores nos últimos anos. Apesar das facilidades encontradas na plataforma, quando se trabalha no ensino de crianças e adolescente a programação em linguagem C e o acesso às conexões de hardware podem dificultar muito no processo de ensino/aprendizagem. Nos últimos anos houve uma grande adoção do uso de dispositivos programáveis em escolas de ensino básico. Plataformas como Lego e Arduino, além de espaços makers, hoje são diferenciais nas escolas de ensino básico.

Recentemente a Micro:bit surgiu para suprir a necessidade de uma plataforma de fácil uso por crianças e iniciantes em programação. Eu venho explorando a Micro:bit para uso em alguns projetos que estou trabalhando para formação de educadores. Confira alguns artigos que escrevi sobre ela: Programe a Micro:bit com Arduino IDE, micro:bit com MicroPython.

Recentemente tomei conhecimento de uma nova placa, a IdeaBit. Ela tem algumas características que lembram a Micro:bit, e conforme a mensagem do fabricante, ela vem para tornar ainda mais acessível o ensino de programação, aqui no Brasil.

Eu tive a oportunidade de receber uma placa IdeaBit para avaliação e nesse artigo vou apresentar os recursos e minhas considerações sobre a placa e ferramentas. 

O Hardware da IdeaBit

A placa ideaBit, da Microduino, é baseada no microcontrolador Atmega644p da Microchip. Esse microcontrolador de 8 bits da família AVR possui 64 KB de Flash, 4 KB de RAM e opera em até 20 Mhz. Ele possui diversos periféricos integrados que facilitam o desenvolvimento de aplicações diversas sem a necessidade de chips externos. A figura abaixo exibe o Atmega644pa na placa:

A placa vem com footprint similar a Micro:bit, e com conector edge similar. Porém, as semelhanças param por aí. 

Ela vem com diversos recursos onboard, que ajudam os estudantes a explorarem sensores e saídas sem precisar de hardwares adicionais:

Resumo dos recursos da IdeaBit:

  • Microcontrolador: Atmega644pa: 64 KB de Flash, 4KB de RAM @20 mHz
  • Tensão de operação: 3,3 V
  • Alimentação: Conector USB ou Bateria de Lítio
  • Carregador de bateria de Lítio
  • Indicador de bateria baixa
  • Acelerômetro de 3 eixos
  • Microfone analógico
  • Sensor de Luz: LDR
  • LED RGB
  • 17 pinos de I/O no conector Edge
  • Dois botões
  • Matriz de LED 8 x 8
  • Chave on/off
  • 1 Buzzer 
  • 5 Entradas touch

A Microduino possui diversos kit com o foco em STEAM (Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática) e cultura maker, com a proposta de fácil conexão e programação. Um deles é o mCookie, que possui mais de 200 opções de módulos, sensores e atuadores. Com esse ecossistema pronto, ficará fácil criar módulos de expansão para a IdeaBit.

Programação

A IdeaBit vem para integrar a família kits educacionais da Microduino. O foco da Microduino com seus produtos, está no ensino de programação, principalmente para crianças. Conforme descrito no FAQ, a placa é indicada para para crianças a partir de 8 anos, adolescentes e adultos que querem dar os primeiros passos em programação. Eles possuem uma plataforma própria para programação, baseada em Scratch, chamada de mDesigner:

Eles também estão desenvolvendo uma plataforma online, o Idea Lab, que facilitará a troca de projetos pela comunidade, além de facilitar o uso sem a necessidade de instalação de softwares.

Conforme a conversa que tive com um dos responsáveis pelo projeto aqui no Brasil, eles também estão trabalhando na integração com IDE Arduino. Hoje já é possível programar o Atmega644pa usando o pacote fornecido por eles, porém ainda não há suporte para a ideaBit:

Minhas considerações

A IdeaBit vem para ser mais uma ferramenta para professores e alunos de todas as idades. O seu hardware é compatível com Arduino, o que permite explorá-la em diversos níveis. Os recursos onboard possibilitam o desenvolvimento de aplicações e interações com o computador, sem a necessidade de hardwares adicionais, que podem ser inseridos com a evolução. O preço de lançamento da placa de R$68,00, está bem acessível, comparando-se a outras soluções de mercado. 

O conector PCB edge facilita o desenvolvimento de expansões por parte do fabricante, que pode montar kits com diversas temáticas, usando a mesma placa. Por outro lado, assim como acontece com a Micro:bit, esse tipo de conector dificulta o uso dos pinos do microcontrolador sem o uso de um conector PBC edge, esse que ainda é difícil de encontrar por um preço acessível aqui no Brasil. Porém como o público alvo está no ensino de crianças, esse tipo de conexão facilita o uso da placa, tanto para os alunos quanto para os professores, evitando problemas de hardware e deixando o foco na aplicação e programação.

Se a placa for integrada ao conjunto de módulos da Microduino já existentes, irá facilitar o desenvolvimento de aplicações mais facilmente.

Infelizmente o projeto não é open hardware. Por ser relativamente novo, ainda não há muita documentação disponível. Alguns softwares e documentações ainda estão com problemas de tradução do chinês para o português. Talvez se tiver um trabalho de comunidade, pode-se acelerar as traduções e ajustes da documentação e exemplos,

Também não há comunicação sem fio integrada a placa. É necessária conexão de um módulo externo.

Talvez a Microduino deixando o pinout e documentação mais acessível, a placa pode ser usada pela comunidade maker, escolas de ensino técnico e engenharia. No futuro também podem surgir kits de terceiros para uso com a placa.

Eu estou com a placa há 10 dias e tive dificuldades para usá-la no Linux, já que hoje os softwares disponíveis são para Windows e Mac. Conversando com a equipe da Microduino, eles me disseram que estão trabalhando para o suporte ao Linux. 

No geral gostei bastante da IdeaBit. Fiz um teste com a plataforma de programação deles e o resultado foi bem interessante para o foco em ensino de programação para crianças. Para quem conhece Scratch, sabe como é divertido, e com um hardware controlando as aplicações no computador fica mais divertido ainda.

Fico na torcida para que essa placa e ferramentas possam ajudar diversas crianças e adolescentes a se inspirarem, a criarem projetos bacanas e desenvolverem o pensamento computacional durante a formação.

E você, o que achou dessa nova placa da Microduino? Deixe seu comentário abaixo.

Links úteis

https://www.microduino.com.br/ideabit
https://www.microduino.com.br/softwares
https://microduinobrasil.gitbook.io/mdesigner/
Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Notícias » IdeaBit - Ensino de programação ao alcance de todos!
Comentários:
Notificações
Notificar
guest
6 Comentários
recentes
antigos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Eduardo
Eduardo
03/03/2020 17:35

Comprei uma dessas, muito interessante, mas tem que descobrir tudo na raça, ainda não consegui usar alguns sensores, apenas os 5 botões touch, não consegui deixar o programa salvo nela, toda vez que desconecto perco o programa. Mas vamos na raça mesmo, rsrsrsrs

Wagner
Wagner
06/01/2020 13:08

Eu achei um pouco confusa a questão sobre o que o produto fornece: O que vem na caixa? A IDE é paga ou gratuita? O preço é excelente, mas é uma boa alternativa ao micro:bit? E ainda sobre o preço, depois do lançamento vai subir pra quanto? 200 reais?

É difícil comprar algo assim no escuro, sem saber o que eu vou receber, sem qualquer ideia se vai estar funcionando daqui 3 meses. Caramba, não tem sequer um vídeo do produto na internet.

Jose
Jose
Reply to  Wagner
11/03/2020 17:32

Pouca documentação pelo produto ser novo ainda, mas já saiu um vídeo de apresentação https://www.youtube.com/watch?v=lc9BdZms2EU acredito que em breve vai começar a surgir projetos na plataforma da empresa https://ideaxlab.microduinoinc.com/ vou comprar uma em breve.

Amir Camillo
Amir Camillo
12/12/2019 16:48

Sensacional ... ainda mais que já estão desenvolvendo a plataforma para Linux. Por que no meu caso em dou aula ja em ambiente linux , pra moçada já ir acostumando com mundo lá fora.
Show de Bola, torço muito para esta plataforma possa crescer ainda mais.
Parabéns Fabio pelo Artigo.

Talvez você goste:

Nenhum resultado encontrado.

Séries

Menu

WEBINAR
 
Redes Mesh para Monitoramento
e Controle de Sensores

Data: 15/07 às 14:00h Apoio: Artimar| Microchip| Tecsus
 
INSCREVA-SE AGORA »



 
close-link