Hackathon Agrifutura 2018

Hackathon Agrifutura 2018
Nos dias 3 e 4 de março aconteceu no Instituto Biológico de São Paulo o Hackathon Agrifutura. Essa foi uma iniciativa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo.
 
O Embarcados participou da realização do Hackathon Agrifutura e convidou a Connaction para realizar o Hackathon em conjunto. Neste desafio os participantes foram chamados a resolver desafios em 4 áreas diferentes relacionados a agricultura.
 
1) Controle de pragas e doenças
2) Clima
3) Comercialização
4) Extensão rural
 
Diversas pessoas se inscreveram, houve uma seleção e, então, no dia 3 os grupos foram formados.
 
Os trabalhos foram analisados conforme os seguintes critérios 
- Coerência com o tema escolhido;
- Originalidade;
- Impacto;
- Execução.
 
Aos melhores projetos, selecionados por um comitê de jurados, foram oferecidos os seguintes prêmios para cada um das equipes:
 
1º LUGAR – SmartTV 40 Polegadas
2º LUGAR – SmartPhone
3º LUGAR – Fone de Ouvido Bluetooth
 
Veja a seguir os projetos ganhadores do Hackathon 2018.

Grupo ganhador - 1o Lugar - Campo Tracker

 
 
TEMA - COMERCIALIZAÇÃO
 
“O grupo, formado por 2 engenheiros agrônomos, 2 desenvolvedores e 1 profissional de marketing, se reuniram durante o início do evento para formar a equipe. Dos temas propostos, a comercialização chamou atenção logo no inicio, e então os profissionais de agricultura começaram a explorar os pontos mais problemático dentro do tema compartilhando suas experiências com os demais integrantes. Assim, nasce a solução!” 
 
OBJETIVO
 
No desenvolvimento da conversa, levantou-se a informação de que a falsificação e o roubo de agrotóxicos causa prejuízos diretos e indiretos ao produtor rural, bem como à indústria e à sociedade. Em 2016 o Fórum Nacional Contra Pirataria (FNCP) identificou que produtos piratas representavam 10% do setor de Defensivos agrícolas no Brasil, já em 2017 o SINDIVEG apontou algo em torno de 20%, aproximadamente R$ 7 bilhões.
 
Nossa solução tem foco industrial, mas impacta diretamente na confiabilidade que o agricultor terá sobre um produto, evitando que ele utilize produtos fraudados que prejudicam sua produção e impactam ate mesmo na segurança alimentar da população.
 
CONCEITO
 
Para minimizar fraudes, a solução final visa monitorar cada produto individualmente, utilizando sistemas de RFID em embalagens. O rastreio será feito desde a fabricação até a entrega ao produtor rural, permitindo assim a garantia de procedência e controle de qualidade do produto. Utilizando sensores, conseguiremos monitorar e identificar possíveis
violações, registrando a etapa em que ocorreu. Além disso, é possível alertar o produtor, e demais envolvidos no processo, sobre retiradas indevidas em seu depósito, bem como gerenciamento e controle de estoque ao longo da cadeia. Gerando informações mercadológicas em todo o processo.
 
Recursos
 
• HUMANOS: Desenvolvedores, equipe comercial e de comunicação, equipe técnica para instalação e manutenção e equipe administrativa.
• FINANCEIROS: R$450mil (45%Software, 35% Despesas operacionais, 20% Despesas Administrativas e infraestrutura)
• TÉCNICO: Sensores, RFID, Plataforma Responsiva, Hospedagem em Nuvem
O monitoramento é feito por meio de sensores conectados à uma plataforma online, a manutenção e aprimoramento do sistema será feita pelos próprios desenvolvedores, e a manutenção dos equipamentos será feito por uma equipe técnica especializada, que efetuará a calibragem periodicamente.
 
 
Grupo Ganhador
 
Daniel Penteado
Engenheiro Agrônomo
https://www.linkedin.com/in/daniel-penteado-10052512/
 
Felipe F. Sartori
Engenheiro Agrônomo
https://www.linkedin.com/in/felipefsartori/
 
Gustavo Soré
Desenvolvedor Back-end
https://www.linkedin.com/in/soregustavo/
 
Guilherme Uezima
Desenvolvedor Back-end
https://www.linkedin.com/in/guilherme-uezima-a2931a65/
 
Samira Penteado
Marketing
https://www.linkedin.com/in/samira-penteado-a9786649/
 

2o Colocado - Projeto EcoMarket

 
TEMA ESCOLHIDO: Comercialização
 
OBJETIVO – Melhoria das oportunidades de negócio, transparência na compra e adesão à boas práticas. A principal funcionalidade da solução é a possibilidade dos produtores comercializarem seus produtos diferenciados com melhores valores e visibilidade. Por parte do comprador, obter opções de produtos que atendem critérios de sustentabilidade, com informações atreladas ao produto, propiciando elementos para tomada de decisão.
 
Publico alvo
Pequenos e médios produtores
Associações e Cooperativas
Redes de supermercado, varejistas, restaurantes, dentre outros
Consumidor final dos produtos
 
Usuários:
Pequenos e médios produtores
Compradores de produtos agrícolas representantes de supermercados, varejistas, dentre outros.
Consumidor final 
 
CONCEITO – o crescente mercado de produtos orgânicos e agroecológicos, que apesar do aumento de oferta e demanda, ainda não conecta de forma eficiente produtor e comprador. A plataforma reúne, além dos produtos, informações sobre o produtor e produto (certificado, descrição da certificação, localização, etc), que subsidiam a tomada de decisão de compra. Os produtos se classificam em: Produção Tradicional, Orgânico, Transição Agroecológica e Produção Familiar. Uma pontuação é gerada para cada produto em função das variáveis: Tipo de certificação, proximidade do consumidor, presença na lista suja do trabalho escravo, além de informações fornecidas pelo governo como compra de agrotóxicos, existência de autuações, entre outras. Tais informações são armazenadas de forma permanente e imutável, o que garante a segurança das informações. A tecnologia Blockchain, aplicada nesta plataforma, permite que toda a transação seja rastreada, inclusive eventos como plantio, colheita, compra, transporte – inclusive o caminho da compra até a entrega ao consumidor. Outra inovação é que esta tecnologia permite que os preços sejam calculados automaticamente pelo sistema, permitindo transparência e evitando monopolização do marcado.
 
RECURSOS – Os recursos humanos são 1 desenvolvedor back-end, desenvolvedor front-end, especialista em Blockchain Especialista em Agricultura. Hosting, domínio web e custo de implementação de blockchain. As tecnologias são: e-commerce e Blockchain, a manutenção envolve os custos das duas tecnologias. 
 
 
Equipe:
Alexandre Malavasi
Programador Back-end
https://www.linkedin.com/in/alexandremalavasi/
 
Edvaldo Felisberto dos Santos
Inovação
https://www.linkedin.com/in/edvaldo-felisberto-d-santos-96574298/
 
John Fredy Garavito Suarez
Desenvolvedor
https://www.linkedin.com/in/johnciclus/
 
Lucas Santos
Desenvolvedor Front-end
LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/lucassantos11/
Github: https://github.com/SouUmLucas
 
Mayra de Souza Bonfim
Especialista agro. 
https://www.linkedin.com/in/mayra-de-souza-bonfim-429a012b/
 
 

3o Colocado - Feira Livre

 
TEMA ESCOLHIDO: COMERCIALIZAÇÃO
 
OBJETIVO – Conectar o pequeno produtor com o comprador da forma mais prática e simples, e otimizar a comercialização entre as partes.
 
CONCEITO – Os produtores rural de micro e pequeno porte não possuem um canal de comercialização bem definido, muitas vezes somente os arredores do seu local de produção ou dependentes do CEASA mais próximo. Em alguns momentos isso contribui com o desperdício e a baixa rentabilidade. O sistema será utilizado basicamente no momento da comercialização entre o pequeno produtor e o comprador.
 
RECURSOS – Para o desenvolvimento da solução foi utilizado desenvolvedores web e mobile, hospedagem em cloud com flexibilidade para crescimento, utilizando Whatsapp, php, .Net, Firebase e um chatbot para a automação de mensagens. A manutenção será a melhoria da inteligência artificial do sistema e no banco de dados.
 
 
Time
 
Claudio Bertoldo 
 
Evandro de Oliveira Silva 
 
Leandro Albertin Gioppo 
 
Neuber José de Souza 
 
Peterson Moreira 
 
NEWSLETTER

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Obrigado! Sua inscrição foi um sucesso.

Ops, algo deu errado. Por favor tente novamente.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.