Onde estão as empresas exportadoras relacionadas à eletrônica?

A partir desta lista é possível tentar extrair informações sobre as empresas exportadoras relacionadas à eletrônica. Confira!

Ter uma visão macroscópica sobre sua área de atuação é uma característica almejada por grande parte dos profissionais. Movido por esse desejo de compreender mais sobre o panorama da eletrônica no Brasil, fui tomado pelo ímpeto de tentar visualizar as empresas de eletrônica brasileiras em um mapa (neste artigo, mais especificamente as fabricantes exportadoras). Como seria a distribuição delas pelos estados brasileiros, quais seriam as atividades mais exploradas?

O site do Ministério da Economia contém planilhas com as empresas brasileiras exportadoras e importadoras, com dados históricos de cada ano e com dados acumulados até o mês anterior do ano vigente. A partir desta lista, é possível tentar extrair informações sobre as empresas relacionadas à eletrônica, mesmo que restrito àquelas exportadoras.

Filtragem dos Dados

Com estes dados, é possível realizar filtros nas informações para obter a resposta da pergunta feita no título deste artigo. Antes, no entanto, é preciso definir qual será nosso critério para categorizar uma empresa como “relacionada à eletrônica”. Utilizar filtros baseado no nome da empresa ou fazer web scraping nos sites para obter informações sobre as atividades não pareceram soluções interessantes. Muitas empresas não têm nenhuma palavra-chave relacionada à eletrônica no título, apesar de terem atividade nesta área. Por outro lado, web scraping nos sites, devido à grande variabilidade na forma de apresentação dos mesmos, poderia resultar em dados não confiáveis.

O CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) primário, por outro lado, fornece uma forma simples de observar a atividade principal de uma empresa. Mesmo essa classificação pode não ser completamente eficiente para nosso propósito, pois muitos CNAEs dizem respeito a atividades que podem ou não ter na eletrônica sua ferramenta ou fim principal. Ainda assim, assumindo que alguns (poucos, espera-se) casos de empresas não relacionadas à eletrônica passem por nosso filtro, é possível obter resultados satisfatórios para observar a distribuição destas empresas no Brasil.

A lista dos CNAEs que foram utilizados para o filtro está abaixo:

  • 2621 – Fabricação de equipamentos de informática;
  • 2631 – Fabricação de equipamentos transmissores de comunicação;
  • 2651 – Fabricação de aparelhos e equipamentos de medida; teste e controle;
  • 2640 – Fabricação de aparelhos de recepção; reprodução; gravação e amplificação de áudio e vídeo;
  • 2610 – Fabricação de componentes eletrônicos;
  • 2945 – Fabricação de material elétrico e eletrônico para veículos automotores; exceto baterias;
  • 2790 – Fabricação de equipamentos e aparelhos elétricos não especificados anteriormente;
  • 2622 – Fabricação de periféricos para equipamentos de informática;
  • 2660 – Fabricação de aparelhos eletromédicos e eletroterapêuticos e equipamentos de irradiação;
  • 2759 – Fabricação de aparelhos eletrodomésticos não especificados anteriormente;
  • 2632 – Fabricação de aparelhos telefônicos e de outros equipamentos de comunicação.

Das 22.886 empresas na lista inicial (não filtrada por CNAE), a versão filtrada resultou em 861 empresas.

Classificação por Estado

As empresas foram contabilizadas por estado para facilitar a visualização dos dados. Dos 26 estados brasileiros mais distrito federal, 16 contêm empresas exportadoras com os CNAEs primários utilizados para o filtro. A distribuição pode ser vista na Figura 1, que indica claramente a predominância das empresas no estado de SP. A região Sudeste e Sul tem predominância em relação às demais.

Figura 1: Empresas Exportadoras Fabricantes relacionadas à Eletrônica em Julho/2019 classificadas por Estado

Classificação por CNAE primário

É importante também observar quais CNAEs possuem maior ocorrência nos resultados obtidos. A imagem 2 indica os resultados classificados por CNAE.

A atividade econômica com maior incidência foi a fabricação de aparelhos e equipamentos de medida; teste e controle, com 192 ocorrências. A segunda atividade com maior incidência teve 171 ocorrências. O seu título, no entanto, não fornece muito detalhamento sobre as empresas contidas: Fabricação de equipamentos e aparelhos elétricos não especificados anteriormente. Em seguida, com 85 ocorrências, temos a fabricação de componentes eletrônicos.

Figura 2: Empresas Exportadoras Fabricantes relacionadas à Eletrônica em Julho/2019 classificadas por CNAE primário. O trecho do nome dos CNAEs que diz “Fabricação de” foi removido das legendas para evitar repetições.

Criação de Mapa

Através da lista e do serviço mymaps do Google, foi criado um mapa com a localização das empresas. O link para o mapa está aqui. Uma versão sem classificação de empresas por CNAE primário pode ser vista na Figura 3.

Figura 3: Empresas Exportadoras Fabricantes relacionadas à Eletrônica em Julho/2019. Dados (empresas exportadoras) obtidos do Ministério da Economia e filtrados/organizados de acordo com a metodologia descrita no artigo

Na Figura 4 pode ser visto o mapa com classificação por CNAE primário e na Tabela 1 a descrição da legenda.

Figura 4: Empresas Exportadoras Fabricantes relacionadas à Eletrônica em Julho/2019 com indicação de CNAE primário. Dados (lista das empresas exportadoras) obtidos do Ministério da Economia e filtrados/organizados de acordo com a metodologia descrita no artigo.

Tabela 1: Legenda dos mapas com classificação de empresas de fabricação por CNAE

aparelhos e equipamentos de medida, teste e controle’

equipamentos e aparelhos elétricos não especificados

componentes eletrônicos

material elétrico e eletrônico para veículos automotores, exceto baterias

aparelhos eletromédicos e eletroterapêuticos e equipamentos de irradiação

periféricos para equipamentos de informática

aparelhos de recepção, reprodução, gravação e amplificação de áudio e vídeo

equipamentos transmissores de comunicação

aparelhos eletrodomésticos não especificados anteriormente

equipamentos de informática

aparelhos telefônicos e de outros equipamentos de comunicação

Na figura 5, vemos a região Sudeste e Sul em enfoque (regiões com maior concentração de empresas). Na figura 6, as mesmas regiões com legenda por CNAE.

Figura 5: Empresas Exportadoras Fabricantes relacionadas à Eletrônica em Julho/2019 com enfoque na região Sul e Sudeste. Dados (lista das empresas exportadoras) obtidos do Ministério da Economia e filtrados/organizados de acordo com a metodologia descrita no artigo
Figura 6: Empresas Exportadoras Fabricantes relacionadas à Eletrônica em Julho/2019 com enfoque na região Sul e Sudeste com classificação por CNAE primário. Dados (lista das empresas exportadoras) obtidos do Ministério da Economia e filtrados/organizados de acordo com a metodologia descrita no artigo

A região próxima da cidade de São Paulo e Campinas possui notoriamente a maior concentração do mapa, como pode ser vista na figura 7.

Figura 7: Empresas Exportadoras Fabricantes relacionadas à Eletrônica em Julho/2019 com enfoque na cidade de São Paulo e Campinas, com classificação por CNAE primário. Dados (lista das empresas exportadoras) obtidos do Ministério da Economia e filtrados/organizados de acordo com a metodologia descrita no artigo

Além das concentrações na região Sudeste e Sul, é possível observar uma concentração relativa na cidade de Manaus, devido aos incentivos fiscais existentes na região, como pode ser visto na Figura 8.

Figura 8: Empresas Exportadoras Fabricantes relacionadas à Eletrônica em Julho/2019 com enfoque na cidade de Manaus, com classificação por CNAE primário. Dados (lista das empresas exportadoras) obtidos do Ministério da Economia e filtrados/organizados de acordo com a metodologia descrita no artigo

Conclusão

Através do acesso à informação propiciado pelo site do Ministério da Economia, é possível observar as regiões com maior concentração de empresas fabricantes exportadoras relacionadas à eletrônica no Brasil. Levando em consideração as limitações da filtragem mencionadas ao longo do artigo, ainda assim o resultado possibilita um “raio-x” interessante sobre a distribuição e atividade destas empresas. Seja para a finalidade de busca de regiões ou atividades com maiores oportunidades, por interesse em investimento ou até mesmo por curiosidade, dados e recursos como este são interessantes para compreender melhor o setor no país.

Referências

MINISTÉRIO DA ECONOMIA, Cadastro de empresas exportadoras/importadoras 2019 (acumuladas até o mês anterior). Disponível em: http://www.mdic.gov.br/comercio-exterior/estatisticas-de-comercio-exterior/empresas-brasileiras-exportadoras-e-importadoras . Acesso em 5 de agosto de 2019

Notificações
Notificar
guest
4 Comentários
recentes
antigos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
26/08/2019 07:28

Parabéns! Excelente iniciativa.

Fábio Souza
Admin
20/08/2019 10:30

Tiago, excelente artigo! Obrigado

WEBINAR

Visão Computacional para a redução de erros em processos manuais

DATA: 23/09 ÀS 17:00 H