Embarcados entrevista: Newton C Braga

newton c braga destaque

O Embarcados teve a oportunidade de entrevistar o professor Newton C Braga, referência no ensino de eletrônica no Brasil. O professor Newton C Braga já publicou diversos livros sobre eletrônica ao longo da sua vida profissional, são mais de 150 livros que já foram traduzidos para diversas línguas e adotados por diversas escolas no mundo inteiro. Em seu site, o professor e seus colaboradores disponibilizam diversos artigos técnicos sobre eletrônica. 

A seguir são apresentadas as perguntas e respostas da entrevista.

Embarcados: Compartilhar o conhecimento está no seu sangue. Você é autor de livros, palestrante em diversos eventos, universidades e escolas e tem um site onde encontramos uma vasta gama de conhecimento em eletrônica. O que te motiva a sempre compartilhar o que sabe com as pessoas?

Newton: É a minha formação de professor que faz isso. Ensinar está no sangue, pois na minha família somos todos educadores e a maior contribuição que podemos dar na nossa profissão é passar para os outros o nosso conhecimento. Ninguém tem o direito de reter para si o conhecimento. Compartilhar é a nossa meta para tudo, por esse motivo é que em nosso site temos mais de 15.000 artigos técnicos e muitos livros grátis em que compartilhamos tudo que fizemos (e vamos fazer ainda) com nossos seguidores. Um ponto importante nesse compartilhamento é que ele abrange mais de 60 anos de atividades que temos na eletrônica, o que significa uma enorme variedade de tecnologias com as quais todos podem tomar contato e aprender muito.

Embarcados: Como você enxerga o ensino de eletrônica atualmente aqui no Brasil?

Newton: Vejo com preocupação. Além da turbulência política vejo a cegueira das autoridades que não dão incentivo algum à pesquisa e ao estudo em nosso país. Não podemos importar o básico para o ensino de eletrônica em nosso país. Uma simples placa ou componentes básicos são taxados de modo absurdo quando não bloqueados pela alfândega. Nossos pesquisadores, professores e estudantes não têm acesso facilitado ao que há de básico em eletrônica, nos deixando atrás de qualquer outro país. Uma situação preocupante que precisa mudar e isso depende também de nossa pressão.

Embarcados: Você acha que investir em robótica e ensino de programação no ensino fundamental pode gerar uma geração de profissionais mais preparados para o futuro?

Newton: Não apenas pode, deve. Certamente é o futuro, mas não basta termos escolas e bons professores. Como já respondi na questão anterior, precisamos também ter acesso aos recursos técnicos do exterior, ou seja, ferramentas de trabalho para isso.

Embarcados: O Arduino e plataformas de prototipagem rápida permitiram que a eletrônica e programação chegassem mais facilmente aos profissionais, estudantes e curiosos de eletrônica. Hoje são desenvolvidas aplicações incríveis em pouco tempo e nem sempre o desenvolvedor tem um conhecimento avançando de eletrônica e/ou programação para fazer isso. Como você vê o uso de tais plataformas para o ensino e desenvolvimento de projetos?

Newton: Como comentei, certamente estas plataformas facilitam tanto o ensino como também o desenvolvimento de novos produtos pelos makers e isso certamente é o futuro. Devemos investir não apenas nas próprias plataformas, mas também na eletrônica básica, como faço com meus artigos, pois dela dependemos para usar tais recursos com tudo que eles interfaceiam. Os shields são tão importantes como as plataformas.

Embarcados: Como será daqui 10? Todas as coisas estarão conectadas e conversando entre elas para melhorar a qualidade de vida das pessoas e economia dos recursos naturais?

Newton: Não apenas as coisas estarão interconectadas, mas nós também. No futuro, e isso já começou, nosso próprio corpo estará ligado a recursos eletrônicos de todos os tipos. É a Internet das Pessoas (IoP ou Internet of People) que já começa a se destacar como um novo ramo da tecnologia. Nós mesmos tenderemos no futuro a fazer parte de um sistema único interconectado, uma espécie de mente coletiva. Parece ficção, mas estamos caminhando para isso. Criaturas de carbono (nós) conectados com criaturas de silício (Inteligência Artificial).

Embarcados: Qual conselho você dá para quem está começando no mundo da eletrônica e pretende seguir carreira nessa área?

Newton: Estudar e se preparar para um mundo de evolução constante. Começar do início, com a base da eletrônica para poder entender como plataformas avançadas, microcontroladores, mundo wireless funcionam de uma forma profunda e exata. Pensar e agir com exatidão são fundamentais para o sucesso na carreira.

Excelente! Obrigado professor Newton C Braga.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

[wpseo_breadcrumb]
Comentários:
Notificações
Notificar
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Talvez você goste:

Nenhum resultado encontrado.

Séries

Menu
Privacy Settings saved!
Configurações de Privacidade

Entenda quais dados e informações usamos para ter melhor entrega de conteúdo personalizado para você.

These cookies are necessary for the website to function and cannot be switched off in our systems.

Para usar este site, usamos os seguintes cookies tecnicamente exigidos

  • wordpress_test_cookie
  • wordpress_logged_in_
  • wordpress_sec

Decline all Services
Accept all Services