Site icon Embarcados – Sua fonte de informações sobre Sistemas Embarcados

Controlador Lógico Programável – CLP – Parte 4

CLP módulos de comunicação

Módulos de comunicação

Atualmente há uma grande necessidade de comunicação de dispositivos no ambiente industrial. Para atender a essa demanda os CLP´s podem ser equipados com módulos de comunicação que abrangem os mais variados tipos de redes e protocolos. Equipamentos como soft-start, inversor de frequência, sensores e transmissores de temperatura e pressão são exemplos comuns de equipamentos que se comunicam com o CLP através dos mais diversos tipos de rede.

Fisicamente podem ser utilizadas várias tecnologias como:

Par trançado

Fibra ótica

Redes sem fio

A interface de comunicação ainda tem a importância de permitir a transferência do programa desenvolvido no computador para a memória do CLP, operação conhecida como download. Caso o programa desenvolvido não esteja criptografado, é possível ler o conteúdo da memória pelo computador com a operação de upload. Os CLP’s modernos possuem porta USB destinada a esse fim, facilitando a sua programação. Na figura a seguir podemos conferir o níveis hierárquicos das redes industriais, escritório, operação, controle e campo. O CLP está alocado nas redes de controle.

Geralmente o módulo de CPU do CLP possui pelo menos uma porta de comunicação,USB e ethernet por exemplo, e caso necessário podem ser adicionados módulos para outros tipos de redes.

Um recurso de grande importância que alguns módulos possuem é o de redundância de rede, possibilitando a criação de duas redes paralelas para aumentar a segurança da transmissão. 

Na figura abaixo vemos a representação básica do sistema de rede redundante. Nesse caso o CLP se comunica com dois conjuntos de I/O remotas utilizando o protocolo Profibus e meio físico par trançado no padrão RS485. O CLP é o mestre da rede e as duas remotas são os escravos. Repare na presença de dois módulos de rede no CLP. Essa rede pode transmitir dados a uma velocidade máxima de 12Mbits/s.

Em breve farei uma série sobre redes industriais, e nessa ocasião irei abordar o assunto com mais detalhes, incluindo os protocolos mais comuns como o Modbus e o Profibus. 

Referências

 www.texas.com

www.altus.com.br

www.smar.com.br