Campus Mobile um caminho para o Vale do Silício

Campus Mobile

Talvez você já tenha lido alguma das matérias publicadas aqui no Embarcados ou no Embarcados Innovation sobre o aplicativo block.ino que nada mais é do que um aplicativo móvel para Android que se conecta a um laboratório remoto de Arduino e permite a programação da placa utilizando uma linguagem de programação visual composta por blocos. Mas onde o block.ino surgiu?

 

O block.ino surgiu durante a 4ª Edição do Programa Campus Mobile e foi o vencedor da categoria educação. Na oportunidade o block.ino disputava a competição com outros 14 projetos da mesma categoria. A boa notícia é que a Campus Mobile está com inscrições abertas para a sua 5ª edição.

 

 

Quem pode submeter projetos para Campus Mobile?

 

 

A Campus Mobile aceita inscrições de alunos de cursos técnicos e superior e ainda de egressos do ensino superior dos anos de 2015 e 2016 desde os mesmos sejam maiores de 18 anos.

 

O evento recebe projetos de três áreas distintas, sendo elas: facilidades, educação e games.

  • Categoria facilidades: na categoria facilidades são aceitos projetos das mais diversas áreas desde que se proponham a facilitar a vida humana. Algum dos exemplos de aplicativos dessa categoria são o Motaxis, que conecta mototaxistas a passageiros e o O coaShe. uma plataforma de mentoria e coaching para mulheres na tecnologia. Aonde nesta comunidade, as mulheres podem procurar por assuntos em que gostariam de saber mais ou então oferecer mentoria em tópicos de expertise.
  • Categoria educação: bom, o block.ino um projeto que lida com Arduino e Raspberry foi o vencedor na última edição, provando que podemos usar embarcados na educação, sim! Os projeto da categoria de educação são super amplos, qualquer app que seja voltado a área de educação independente do tema a qual seu app está inserido.
  • Categoria games: a novidade desta edição é a categoria games, o nome já diz por si só, serão aceitos qualquer tipo de games nesta categoria.

 

 

 

Como funcionam as etapas do programa?

 

O programa é dividido em 5 etapas que vão desde a escrita do projeto até a tão desejada para o Vale do Silício.

  1. Inscrição: os participantes devem submeter seus projetos em até três pessoas para uma das categorias do programa.
  2. Seleção dos projetos: a organização do programa se reúne e decide qual dos projetos serão aprovados, ao todo serão selecionado 120 participantes que terão as custas pagas em São Paulo pela organização do evento.
  3. Desenvolvimento dos projetos: essa etapa é divida em duas partes, primeiramente os selecionados passam por uma série de palestras e tutoriais em Ambiente Virtual de Aprendizagem para interagirem com tutores, embaixadores e demais participantes no período de 03/01/17 a 03/02/17. A segunda fase desta etapa é a semana presencial, onde todos os participantes vão para a USP e encontram-se durante uma semana de visitas técnicas, tutoriais, palestras e muito desenvolvimento. Ao final da semana presencial cada projeto apresenta sua solução para uma banca avaliadora que selecionará os três melhores projetos de cada área para a 4ª etapa.
  4. Finalização do protótipo: nesta etapa a banca emite um parecer com algumas metas que devem serem cumpridos por cada projeto até dia 31/03/2017. Ao final uma apresentação por videoconferência será marcada para demonstração do estado final do projeto.
  5. Viagem de imersão: o melhor em cada área ganhará uma viagem para a cidade de São Francisco com visitas ao Vale do Silício e a universidade de Stanford com todas as custas pagas pela organização do evento.

 

 

Qual a premiação?

 

A premiação da Campus Mobile começa na etapa 3, onde os três melhores projetos de cada área selecionados para a etapa 4 ganham um valor líquido de R$ 1.800,00 por projeto. Já na etapa quatro aquele projeto que conseguir atingir as metas propostas pela banca é agraciado com um valor de R$ 6.000,00 já o projeto que mais se destacar em cada área vai para o Vale do Silício fazer uma super viagem de imersão.

 

Veja como foi a última edição e inspire-se, talvez você é o próximo mobiliano a conhecer o Vale do Silício na Califórnia e confira um pouco da experiência de ser um mobiliano e um pouco mais de como são avaliados os projetos com o depoimento dos atuais embaixadores da competição.

 

https://www.facebook.com/coaShe/videos/1031980453590497/

 

Referencias

 

Imagem de destaque: Reprodução/Campus Mobile

NEWSLETTER

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Obrigado! Sua inscrição foi um sucesso.

Ops, algo deu errado. Por favor tente novamente.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Lucas Mellos Carlos
Estudante de graduação em Tecnologias da Informação e Comunicação, bolsista de iniciação científica do CNPq no Laboratório de Experimentação Remota (RExLab), ambos na Universidade Federal de Santa Catarina. Tem interesse e atua no desenvolvimento de pesquisas educacionais ligadas a experimentação remota e integração de tecnologia nas áreas STEM (Science, Technology, Engineer and Mathematics).

Deixe um comentário

avatar
 
  Notificações  
Notificar