Brillo – O Sistema Operacional para IoT da Google suporta ARM, Intel e MIPS

Brillo

No ano passado o Google comprou a empresa Nest, da área de automação residencial, por um valor alto, $3,2 bilhões de dólares. Com isso essa gigante da internet ganhou força na área de internet das coisas, pois os produtos da Nest tinham foco nessa área. Neste ano, durante o Google I/O realizado nos Estados Unidos nos dias 28 e 29 de maio, eis que surgem duas novidades, o Project Brillo e o Weave. Uma solução completa para conectar dispositivos.

Desde maio o sistema operacional Brillo e a plataforma de comunicação Weave estavam abertos para parceiros. Recentemente, no dia 27 de outubro de 2015, essa abertura foi extendida para a comunidade de desenvolvedores, bem maior, como parte do programa de convite da Google.

Foi criado um  portal do desenvolvedor do Brillo, onde código, ferramentas de desenvolvimento e documentação do sistema operacional podem ser obtidos. Mas por enquanto o acesso a esses dados precisosos é permitido somente por meio de um pequeno registro e um eventual convite da Google para entrar nesse seleto grupo.

O Project Brillo

A tendência é surgirem soluções para IoT das empresas de tecnologia, visto a plataforma Artik da Samsung, o sistema operacional LiteOS da Huawei, o mbed OS da ARM, entre outras. O que o Google fez foi criar um sistema operacional baseado em Android, chamado Project Brillo, voltado para dispositivos com restrições de memória e que necessitem de um controle de energia eficiente. Seria possível portar tal sistema operacional em equipamentos a partir de 32 MB de memória RAM e 128 MB de Flash.

Arquitetura do Brillo
Figura 1: Arquitetura do Brillo.

O anúncio do portal do desenvolvedor do Brillo foi seguido da divulgação, por parte de parceiros, de hardwares compatíveis com o sistema oporacional da Google, chamados de “made for Brillo”, abrangendo as arquiteturas de CPU Intel, ARM e MIPS. Confira os primeiros “made for Brillo” kits para essas arquiteturas:

  • Intel: A Intel anunciou que vai oferecer uma solução compatível com o Brillo e baseada na placa Intel Edison.
Google Brillo Intel Edison board
brillo-pico-imx6ul1
brillo-pico-dwarf1
  • MIPS: A Imagination Technologies anunciou que em breve será lançada a placa de desenvolvimento Creator Ci40, que será compatível com o Brillo. Além da placa não ter sido anunciada, o SoC que a controla também é desconhecido, por enquanto. Os rumores é de que seja conhecido no próximo mês. O que foi revelado até o momento é que esse chip é baseado num IP focado em IoT.
brillo MIPS Creator Ci40

Além disso, um outro objetivo do Google é fazer com que dispositivos que rodem o Brillo possam trocar dados entre si e com outros dispositivos que façam uso de SOs de IoT. A maneira adotada foi usar uma linguagem padrão, por meio de um protocolo, chamado Weave, o qual é multi-plataforma, facilitando a adoção do Project Brillo.

Mas não é necessário usar o Brillo para isso, basta usar um SO que faça uso do Weave e que garanta aderência ao padrão. Para que essa interoperabilidade ocorra, foi criado um programa de certificação dos fabricantes.

Vejam um vídeo introdutório do Brillo abaixo:

Quer conhecer um pouco mais sobre o Weave? Veja o vídeo seguinte:

Referências

Website | Veja + conteúdo

Engenheiro eletricista com ênfase em eletrônica e pós-graduado em Engenharia de Software. Comecei um mestrado, mas o interrompi. Especialista na área de sistemas embarcados, com mais de 12 anos de experiência em desenvolvimento de firmware (sistemas baremetal e baseados em RTOS) e Linux Embarcado. Atualmente sou administrador do site Embarcados, trabalho num fabricante de Set-Top Box e atuo como consultor/desenvolvedor na área de sistemas embarcados.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Comentários:
Notificações
Notificar
guest
7 Comentários
recentes
antigos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Ciro Peixoto
Ciro Peixoto
03/11/2015 13:56

OK! Não vejo nada diferente do que ter um servidor dedicado na nuvem servindo placas locais microprocessadas… Com a desvantagem de estar preso nos enormes braços da Google. Deixo claro que falo isto para quem quer se propor a fazer um sistema local de IOT, aqui no nosso Brasil (como venho fazendo…) Na verdade, vejo este SO como um convite para as empresas investirem… O que é positivo diga-se de passagem mas fica aqui o desapontamento com “o portal do desenvolvedor Brillo” … mas até ai, nada a esperar de diferente pois sou open-Source na veia… Acredito que o verdadeiro… Leia mais »

Eduardo Rocha
Eduardo
Reply to  Ciro Peixoto
05/11/2015 13:13

Ciro, onde posso achar informações sobre seu projeto?

Ciro Peixoto
Ciro Peixoto
Reply to  Eduardo
05/11/2015 18:26

Oi Eduardo! Estou terminando um sistema para controle de até 120 dispositivos (cada um com até 16 canais) integrado (via serial) com um Raspberry Pi que atua como servidor Web. O intuito é ter uma rede wire (cabo de rede) passando por módulos dedicados (módulos wifi inclusive) – O mais interessante deste sistema é o uso de várias linguagens: html,javascript,css no front end e no back PHP e C para ações diretas no Raspberry e ainda Assembler e C na placa de interface e módulos… Um trabalhão mesmo! – Porem é um equipamento que vai ser comercializado e não há… Leia mais »

Henrique Rossi
Reply to  Ciro Peixoto
05/11/2015 17:54

Muito obrigado pelas considerações Ciro. Se quiser, pode dar maiores detalhes do seu projeto. Parabéns pela iniciativa!

Rafael Gebert
Rafael Gebert
03/11/2015 12:17

Toda vez que eu vejo a Google fazer um lançamento como este eu lembro do Pinky e Cérebro… O que vamos fazer hoje a noite? Vamos dominar o mundo!
Aos poucos a Google estará em tudo…. heheheh

Caio Pereira
Caio Pereira
03/11/2015 08:10

Henrique como sempre, bastante rápido no gatilho! Parabéns pelo artigo!
Alguém conseguiu mais informações sobre o SO da Huawei ?
Fizeram bastante marketing e nenhum código aberto até agora 🙁

Henrique Rossi
Reply to  Caio Pereira
05/11/2015 17:48

Muito obrigado Caio!

Olha, não encontrei info do LiteOS. Quem encontrar, por favor poste para a gente!

Abraços

Talvez você goste:

Séries

Menu