Bateria de Níquel-Cádmio

Este post faz parte da série Tipos de baterias. Leia também os outros posts da série:

A princípio, talvez você não conheça essa bateria, ela não é tão famosa quanto a bateria de chumbo ácido. Porém, se você já disse a frase “A bateria do meu celular está viciada”, então, você tinha um celular com bateria de níquel cádmio. O termo “bateria viciada” é devido ao alto efeito memória que esse tipo de bateria possui.

Em comparação com outras baterias à base de níquel, as baterias de Níquel-Cádmio são mais robustas e mais baratas. Essa é uma das poucas baterias que suportam uma descarga profunda. E são uma ótima escolha para locais com temperaturas mais elevadas.

bateria de níquel cádmio e bateria de chumbo ácido
Figura 1 – Célula eletroquímica de Níquel Cádmio. Fonte: (AKINYELE et al., 2014).

Em comparação com as baterias de chumbo ácido, essas baterias possuem maior densidade de energia, maior densidade de potência e maior quantidade de ciclos. A maior quantidade de ciclos ocorre devido ao material das placas dessa bateria, o aço sólido é relativamente imune pelos agentes químicos que os cercam, isso mantém a integridade mecânica da bateria e sua condutividade elétrica durante toda a sua vida útil.

Por outro lado, nas baterias de chumbo-ácido, o chumbo é corroído naturalmente durante as reações químicas da bateria. Isso faz com que o volume da placa positiva aumente, o que enfraquece mecanicamente e compromete a estrutura e a condutibilidade da bateria.

O cádmio é um metal pesado, então, pode causar problemas ambientais se não for corretamente descartado. Portanto, o descarte correto desse tipo de bateria é extremamente necessário.

Em suma, para aplicações automotivas, as baterias de níquel cádmio possuem um efeito memória muito alto e uma densidade de energia muito baixa. Dessa forma, é inviável utilizar essas baterias para tração de veículos elétricos e híbridos. Nos próximos artigos, vou apresentar à vocês, as baterias queridinhas da tração dos veículos híbridos e elétricos.

Rerefências

AKINYELE, D. O. et al., Review of Energy Storage Technologies for Sustainable Power Networks, Journal of Sustainable Energy Technologies and Assessments, Nova Zelandia, Julho, 2014. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1016/j.seta.2014.07.004>

COELHO, K. D. Estudo de uma Fonte Ininterrupta de Corrente Contínua de Baixa Potência Gerenciada por um Microcontrolador. 2001. 162p. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001.

KHALIGH, A. et al., Battery, Ultracapacitor, Fuel Cell, and Hybrid EnergyStorage Systems for Electric, Hybrid Electric, Fuel Cell, and Plug-in Hybrid Electric Vehicles: State of the Art. IEEE Transactions on Vehicular Technology, Vol. 59, N°. 6, p. 2806-2814 Julho 2010.

TIE, S. F. et. al., A Review of Energy Sources and Energy Management System in Electric Vehicles. Journal of Renewable and Sustinable Energy Reviews, Malasia, Abril, 2013. Disponível em: <https://doi.org/10.1016/j.rser.2012.11.077>

Outros artigos da série

<< Baterias de chumbo ácido
Sem licença Creative Commons

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Conceito de Engenharia » Bateria de Níquel-Cádmio
Comentários:
Notificações
Notificar
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Talvez você goste:

Nenhum resultado encontrado.

Séries



Outros da Série

Menu