Avaliação da Arduino Pro IDE

destaque avaliação arduino pro ide

Visão Geral

Durante a Maker Faire Rome, ocorrida em 19/10/2019, Massimo Banzi e Luca Cipriani, co-fundador e CIO da Arduino, respectivamente, anunciaram a versão alpha da Arduino Pro IDE. Dentre os atributos, estão inclusos auto complete para placas ARM, integração com GitHub e recursos para pesquisa e instalação de bibliotecas e gerenciador de placas. Para ficar a par dos recursos já lançados, as correções de bugs e suas versões, é só dar uma olhada no changelog das releases.

A Arduino IDE Pro é desenvolvida com as plataformas Theia e Electron, que é uma plataforma para desenvolver aplicações do tipo Integrated Development Environment (IDE) e um framework usado para desenvolver aplicações desktop usando Node.js, respectivamente. O Visual Studio Code também é baseado em Electron e a Arduino Pro IDE está bem semelhante ao editor de código da Microsoft.

Testando as versões

Primeiramente foi instalada a última versão da IDE, a v0.0.5-alpha.preview. Houve problemas em conseguir trabalhar com o SoC ESP8266, que é a placa que mais utilizo. Há uma issue no GitHub oficial que sugere uma “gambiarra” para fazer funcionar. As instruções são para adicionar a(s) placa(s) customizadas na Arduino IDE com o link de placas customizadas, como o https://arduino.esp8266.com/stable/package_esp8266com_index.json por exemplo, e em seguida, instalar a Arduino Pro IDE. Todavia, as recomendações não deram certo.

Ainda segundo a issue, as dicas se referiam à versão v0.0.2-alpha.preview da Pro IDE. Por isso, testei a referida versão e também todas as outras seguintes, conforme discutido nos itens a seguir.

Versão 0.0.2

Com essa versão foi possível trabalhar com o ESP8266. Na Figura 1 é possível ver a versão em Dark Theme e com o upload concluído para o ESP8266.

Avaliação da Arduino Pro IDE
Figura 1 – Versão 0.0.2 em Dark Theme

Na Figura 2 há a versão para àqueles que não são adeptos ao tema escuro.

Avaliação da Arduino Pro IDE
Figura 2 – Versão 0.0.2 em Arduino Light Theme

Além das opções de mudança de tema, há também uma configuração disponível para selecionar o modo avançado da IDE ou não. Na Figura 3 está o exemplo da IDE no modo simplificado, que é mais semelhante à versão padrão.

Avaliação da Arduino Pro IDE
Figura 3 – Versão 0.0.2 sem o modo avançado em Dark Theme

Na Figura 4 há um exemplo da IDE com o modo avançado desativado e com o tema Arduino Light Theme selecionado.

Avaliação da Arduino Pro IDE
Figura 4 – Versão 0.0.2 sem o modo avançado em Arduino Light Theme

Nesta versão é possível perceber alguns bugs, como problema de contraste de cores quando o dark theme está selecionado, conforme Figura 5.

Avaliação da Arduino Pro IDE
Figura 5 – Problemas de contraste em dark theme

Apesar do problema de contraste, o gerenciador de placas funciona bem, diferentemente da última versão, e é possível visualizar melhor na Figura 6, em que o modo selecionado é o Arduino Light Theme e por isso, não há problemas de contraste.

Avaliação da Arduino Pro IDE
Figura 6 – Seleção de placas em Arduino Light Theme

 Versão 0.0.3

Na versão v0.0.3-alpha.preview é possível observar mais algumas features e correção no contraste das cores no modo dark. A seleção de placas funciona para o esp8266 assim como a versão anterior, como exemplificado na Figura 7.

Avaliação da Arduino Pro IDE
Figura 7 – Problema de contraste corrigida

Na Figura 8 é possível ver o correto funcionamento da feature introduzida que adiciona uma nova interface para o gerenciamento de placas.

image9
Figura 8 – Utilização da nova Boards Manager

 

Versão 0.0.4

A versão v0.0.4-alpha.preview também funcionou bem e senti a IDE mais rápida tanto no carregamento quanto nas demais funcionalidades. Quanto ao visual não houve qualquer mudança a qual pudesse perceber, e está igual a versão anterior e à seguinte.

Versão 0.0.5

Quanta à última versão, até a presente data de 21/03/2020, o visual da interface está igual à versão anterior, conforme Figura 9, Figura 10 e Figura 11, que mostra a interface em modo avançado habilitado, desabilitado e habilitado em Arduino Light Theme, respectivamente.

image8
Figura 9 – Versão 0.0.5 em modo avançado habilitado
image12
Figura 10 – Versão 0.0.5 em modo avançado desabilitado
image10

Todavia, conforme discutido no início do artigo, há um bug que impede de trabalhar com placas customizadas, conforme visto na Figura 12. 

image11
Figura 12 – Bug no gerenciador de placas

Conclusão

Como pontos negativos, senti falta dos sketchs de exemplo como há na versão tradicional da IDE. Além disso, o ambiente não parece oferecer suporte para uploads utilizando OTA (Over the Air), conforme testes feitos na versão 0.0.2 e 0.0.4. Fora isso, o ambiente é bem moderno e com todas as tendências dos demais ambientes de desenvolvimentos atuais. A expectativa que tenho é que esta se torne a futura versão da IDE. Por isso é interessante contribuir, nem que seja relatando os bugs pelo GitHub oficial. Pessoalmente recomendo a versão 0.0.4 considerando uma relação entre features adicionadas e correção de bugs.

Referências

MASTROLINUX, 2019. Arduino Pro IDE (alpha preview) with advanced features. Acesso em 21/03/2020. Disponível em: <https://blog.arduino.cc/2019/10/18/arduino-pro-ide-alpha-preview-with-advanced-features/>.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Comentários:
Notificações
Notificar
guest
5 Comentários
recentes
antigos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Ivan De Almeida
01/06/2020 15:39

Parabéns pelo artigo Caio. Você tem acompanhado a versão 0.0.6? Acredita que tenha resolvido os bugs mencionados na versão anterior?

Marcelo Campos
marcelo
06/04/2020 08:19

Ótimo artigo Caio, mas acredita mesmo que “…há um bug que impede de trabalhar com placas customizadas” ? Acho que não estão, ao menos nesse momento, preocupados com placas de 3os

Wanner Martins de Menezes
02/04/2020 10:20

Muito bom! Parabéns pelo artigo, Caio.

Talvez você goste:

Séries

Menu