A arte de especificar e encontrar componentes – Parte II

encontrar componentes
Este post faz parte da série A arte de especificar e encontrar componentes. Leia também os outros posts da série:

Introdução

No artigo anterior  A arte de especificar e encontrar componentes – Parte I, foram listados alguns critérios que devemos considerar quando escolhemos os componentes eletrônicos para os nossos projetos. Também foram apresentados alguns sites muito úteis para nos auxiliar a buscar esses componentes. Mas como nada é perfeito, nem sempre as listas desses sites estão atualizadas ou os componentes em produção (eles podem estar obsoletos). De qualquer maneira, são ricas fontes de informação. A seguir serão apresentadas mais algumas informações complementares sobre a busca de componentes eletrônicos, especialmente para os circuitos integrados. 

Como encontrar os fornecedores?

Uma vez selecionados os componentes que se pretende utilizar, torna-se necessário encontrar os fornecedores para esses componentes e consequentemente verificar seus preços e disponibilidade. Uma forma simples de se fazer isso é consultar diretamente os distribuidores listados no site do fabricante, onde com frequência são listados distribuidores brasileiros, ou então realizar uma busca simples na internet. Outra forma é a utilização de algumas ferramentas de busca globais. Veja alguns exemplos para você experimentar:

Essas ferramentas de busca não contemplam os distribuidores brasileiros. Porém muitos distribuidores internacionais têm representação ou filial no Brasil. Vale consultá-los também. Um parceiro interessante no Brasil para você consultar é a Brasilchips.

Como encontrar componentes alternativos ou equivalentes?  

Existem várias maneiras para se encontrar componentes alternativos ou equivalentes. Garimpar direto nos sites dos fabricantes ou de fabricantes de componentes semelhantes utilizando ferramentas de busca de referência cruzada (cross-reference) ou de substituição (replacement) que geralmente são disponibilizadas para o usuário, é uma delas.  Há também algumas ferramentas na internet que ajudam nessa identificação. Por exemplo:

Vale lembrar que a equivalência nem sempre é total. Podem haver pequenas diferenças nas especificações técnicas, encapsulamento, distribuição dos sinais nos pinos do CI etc. É necessário analisar os componentes equivalentes caso a caso e verificar se a compatibilidade é satisfatória.

Buscando outros componentes e materiais

Nem só de eletrônica é feito um bom projeto. Muitas vezes há a necessidade de se obter componentes ópticos, eletro-mecânicos, produtos químicos, plásticos, etc. Para encontrar esses componentes ou materiais é necessário pesquisar sites especializados. No Brasil é um bom começo começar a pesquisa no site da revista NEI (Noticiário de Equipamentos Industriais). Nesse site é possível realizar buscas por palavras chave, ou por categorias ou segmentos industriais, como pode ser observado na Figura 1.

Revista_Nei_Original_sel

Figura 1: Detalhe das opções da busca por segmentos industriais

Sites internacionais para busca global

Nesses sites você pode encontrar fabricantes, fornecedores e distribuidores do mundo todo, ou quase. Em geral eles apenas listam as empresas da Europa, EUA e Canadá.

Na Figura 2, você pode observar a página do World Industrial Reporter.

World Industrial Reporter

.

Figura 2: Página do World Industrial Reporter

Componentes Asiáticos 

Pra complementar a sua busca é interessante verificar o que há no mercado asiático, uma vez que no Brasil muitas vezes encontra-se algum distribuidor para os componentes e produtos produzidos na Ásia, especialmente, Japão, China e Taiwan. Pode-se buscar componentes, produtos e fornecedores na Ásia utilizando o seguinte site de buscas:

Global Sources_HP

Figura 3: Página da Global Sources

A Global Sources permite que se realize a busca de uma infinidade de produtos de naturezas diversas. Desde decoração, artigos para presentes, moda e entre muitos outros também componentes eletrônicos. A Global Sources edita revistas mensais separadas por segmento, que se pode acessar online e de graça. É necessário apenas um registro gratuito para isso. Veja alguns exemplos a seguir:

Global Sources_1
Global_Sources_2
Global_Sources_3

Buscas dirigidas

Uma outra forma bastante interessante de se realizar a busca de componentes específicos é acessar os guias de produtos das revistas técnicas especializadas. Além do serviço online, algumas revistas publicam todos os anos um guia de compras atualizado. Veja alguns exemplos a seguir:

Appliance_Design
Industrial
GPS
LEDS_MAG
Medical
Vision_Systems

A seguir serão apresentados alguns sites especializados em buscas bastante específicas:

Busca por capacitores

Busca por transistores e seus equivalentes 

Busca por materiais diversos, suas especificações e fornecedores 

Componentes Obsoletos

Para fechar o assunto de buscas não poderia deixar de mencionar o que pode nos salvar naquela hora em que temos um aparelho ou equipamento de excelente qualidade que pifou e o componente queimado já está obsoleto e não é possível encontrá-lo em lugar algum. Para a nossa sorte existem alguns distribuidores especializados em vender componentes obsoletos. Você pode tentar alguns desses:

Você provavelmente encontrará o que procura, os preços, porém, nem sempre são atraentes. Ainda assim pode valer a pena. É sempre uma questão de se avaliar a relação custo / benefício.

Resumo

Encontrar os componentes, equipamentos e materiais para o seu projeto não é uma tarefa fácil, especialmente para quem trabalha no Brasil. Os dois artigos da série A arte de especificar e encontrar componentes tentam facilitar um pouco essa tarefa, apresentando sugestões de alguns critérios não técnicos para a seleção dos componentes e muitas ferramentas para que você possa selecionar seus componentes com alguma segurança. Sugiro que você invista um pouco do seu tempo para explorar as ferramentas destacadas nestes artigos. Realize algumas buscas simuladas. Essas ferramentas vão facilitar muito a sua vida.

Você conhece outras ferramentas interessantes? Compartilhe o seu conhecimento com a gente.

Outros artigos da série

<< A arte de especificar e encontrar componentes – Parte I
Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Hardware » A arte de especificar e encontrar componentes - Parte II
Comentários:
Notificações
Notificar
guest
4 Comentários
recentes
antigos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Mário Wilson
18/08/2014 19:11

Utilizo muito a pesquisa direta em sites de distribuidores (Mouser, Digikey, Future), acho as pesquisas paramétricas melhores, além disso algumas ferramentas de desenvolvimento de projeto eletrônico inserem essas pesquisas dentro da própria ferramenta (Orcad, Protel, Altium)!

Você irá falar sobre os principais distribuidores mundiais?

Parabéns pelos artigos, são muito úteis para ilustrar os diversos recursos e a complexidade dessa arte que é especificar componentes!

Henrique Frank Werner Puhlmann
Reply to  Mário Wilson
19/08/2014 12:02

Caro Mário Wilson,

de fato, eu comentei a respeito dos distribuidores tradicionais muito rapidamente na primeira parte do artigo. Talvez devesse entrar um pouco mais a fundo. Mas você tem razão, as ferramentas de busca dos distribuidores são mesmo muito boas. Pode ser material para um novo artigo técnico.

Fico feliz que tenha gostado dos artigos e grato pelas dicas.

Abraço,

Frank

Bruno Albrecht
Bruno L. Albrecht
18/08/2014 11:37

sugestão para encontrar fornecedores: oemstrade

Henrique Frank Werner Puhlmann
Reply to  Bruno L. Albrecht
18/08/2014 14:37

Muito boa essa dica, Bruno. Gostei do site. Já incluí no texto a sua dica! Obrigado!

Talvez você goste:

Séries



Outros da Série

Menu

WEBINAR
 

BlueNRG-LP – Bluetooth 5.2 de longo alcance para aplicações industriais

Data: 05/11 às 15:00h - Apoio: STMicroelectronics
 
INSCREVA-SE AGORA »



 
close-link