Arduino Zero disponível para compra

Arduino Zero disponível

Depois de alguns meses de espera, finalmente a placa Arduino Zero estará disponível para compra. Foi anunciado hoje (10/02/15) no blog Arduino que a placa estará disponível para compra na loja Arduino dos EUA, na próxima segunda-feira, 15 de junho de 2015, pelo valor de US$ 49,90.

O microcontrolador utilizado no ARDUINO ZERO, o ATMEL ATSAMD21G18, possui core ARM Cortex M0+ e é preparado para operações em baixo consumo. Opera até 48 MHz, tem um CoreMark benchmark de 2,14 coreMark/MHz e consumo de energia de até 70µA/MHz em modo ativo. Possui 64 pinos, 256 kB de flash e 32 kB de SRAM. Em estado de baixo consumo de energia, consume menos de 2 µA sem afetar nenhum dado da RAM. Também possui ADCs de 12-bits que podem operar a velocidades de até 350ksps. Nesse microcontrolador também existe um periférico especial chamado de SERCOM, que é uma espécie de porta de comunicação serial genérica que se transforma em I2C, SPI ou UART, conforme a necessidade do desenvolvedor. Esse microcontrolador possui USB Full Speed Host e Device e funciona até sem cristal. Além desse periférico, têm I2S pra áudio, doze canais de DMA e Timers e Contadores especiais para controle, uma espécie de PWM especial, de alta resolução e com baixo tempo de atendimento à interrupção. A tensão de operação do microcontrolador é 3,3V. e pode prover até 7 mA. por pino. Esse arduino é então preparado para operar em 3,3V.

Falando especificamente sobre a placa Arduino, o Arduino Zero possui 20 pinos de uso geral e todos, exceto os pinos 2 e 7 podem ser utilizados como PWM. Todos eles podem ser configurados para trabalharem como interrupção externa de pino, exceto o pino 4. Tem 6 pinos de ADC todos operando com resolução de 12 bits. Possui um DAC, ou seja um conversor digital-analógico de 10 bits.

Sobre o lançamento do Arduino Zero

Ao mesmo tempo, também será lançada uma nova versão da IDE, a versão 1.6.5 com diversos recursos e com suporte para a Arduino Zero. Segundo a publicação no blog do Arduino, essa nova IDE manterá o monitor serial aberto, enquanto é feito o upload para a placa, listará os 5 últimos sketchs abertos e ainda trará outras novidades.

Segundo a publicação, houve um pequeno atraso no lançamento da IDE, devido a um bug encontrado no software, mas que já foi corrigido.

Arduino Zero disponível
Figura 1 – Parcerias para o desenvolvimento e fabricação

Conforme exibido na figura 1 acima, na parte traseira da placa é possível verificar que a placa foi desenvolvida em parceria com a Atmel.

Confira os detalhes da Arduino Zero e fique atento às novidades na próxima semana.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

[wpseo_breadcrumb]
Comentários:
Notificações
Notificar
guest
9 Comentários
recentes
antigos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Walter Silva
Walter Silva
14/08/2015 15:40

se alguem souber onde compro ARM ou atmel da vida baratos no brasil me avisa.
manda e-mail. [email protected]

Walter Silva
Walter Silva
14/08/2015 15:38

o maior problema de todos é.. tenta comprar esses componentes no brasil. ARM nao encontro um a bom preço e facil de usar . soldar os terminais de 0,3mm so pra maquinas. tenho arduinos , frdmk64 da freescale horrivel de trabalhar facil programar mas nao achei nenhum pouco util. vc cria um soft otimo e grava no que?
vo por uma placa dessas em cada projeto. nao vira.. esses fabricantes nao incentivam nada no brasil. tudo ta la fora . uma peca de US 3.20 la chega a 200 conto aqui. 40 dolar frete mais impostos. nao da..

Ciro Peixoto
Ciro Peixoto
15/06/2015 15:57

Olá Fábio!! Só queria acrescentar que realmente é “teta de vaca” desenvolver usando a ide (pode usar o Sublime e colar o texto na IDE) e depurar…. Depois é só tirar o Hex, reproduzir o circuito que é BÁSICO e pau na máquina!!! Justamente por isto ele é tão SUCESSO. Agora, lançar algo no meio do caminho com uma cpu que nem permite uma montagem manual e dizer que isto é para PRINCIPIANTE e ESTUDANTE é fooogo de engolir não?? Na verdade o que vejo é talvez a idéia de se alojar no pessoal que “corre” do Linux pois para… Leia mais »

Fabio_Souza_Embarcados
Fabio_Souza_Embarcados
15/06/2015 12:42

Olá Ciro, ótimas observações. Realmente existem outras opções de placas com ARM bem interessantes. Acredito que faça parte da evolução do produto Arduino, como de muitos outros, o uso de microcontroladores com núcleo ARM. Mas vamos esperar para ver o andamento desse produto no mercado. O legal é que deixa mas acessível o uso desse tipo de tecnologia.

Ciro Peixoto
Ciro Peixoto
Reply to  Fabio_Souza_Embarcados
15/06/2015 12:53

Olá Fábio! O problema é pra quem ??? veja o desenvolvimento do Intel Galileo, nasceu literalmente “MORTO” pois o que oferece passa longe de qualquer sistema Linux embargado!!! – Evidente que lhe parabenizo pelo artigo, porem o que eu quiz foi questinonar mesmo esta tendencia de de “encostar no ARDUINO” ….

E nós brasileiros já somos chegados a uma “modinha” não é? Abraço

Fabio_Souza_Embarcados
Fabio_Souza_Embarcados
Reply to  Ciro Peixoto
15/06/2015 14:32

Ótimas observações e realmente está acontecendo essa tendência. O arduino ta na moda, impressionante como a marca pegou.

Ciro Peixoto
Ciro Peixoto
15/06/2015 12:28

OK!!! – Vou dar uma de “advogado do diabo” Estão desprezando o que REALMENTE fez do ARDUINO um sucesso de vendas! A SUA SIMPLICIDADE!!! Pra que comprar uma placa desta se existe outras opções ARM muito melhores??? Deem uma olhadela na Mouser… http://br.mouser.com/Embedded-Solutions/Engineering-Tools/Embedded-Development-Tools/Embedded-Processor-Development-Kits/Development-Boards-Kits-ARM/_/N-cxd2t E ainda mais com fonte de 3,3V !!! Para hobista e estudande isto NÃO FUNCIONA!!! Assim, ou se usa a simplicidade do UNO ou até de um ATMEGA (2650) em um projeto… ou outro microprocessador qualquer programado com o velho e bom burro de carga “C” ou ainda se baseia em uma plataforma ARM (tambem para se… Leia mais »

Sandro Sachser
Sandro Sachser
Reply to  Ciro Peixoto
15/06/2015 22:36

Olá Sr. CIRO, concordo com V. Sa. sobre a simplicidade que promoveu a acessibilidade do Arduino aos quase leigos, nos quais me incluo. Há algum tempo comecei a aprender C ANSI para ter uma abordagem aos PICs mas a falta de conhecimento do hardware e do compilador sempre me barrava em algum projeto mais elaborado. Assim, por curiosidade, adquiri um UNO e comecei a praticar algumas coisa ali e depois consegui adaptar para o PIC e tenho gostado dessa minha autodidática. Para encerrar (mantendo o tema “aprendizado”) gostaria que sugerisse um material para aprender LINUX pois gosto desta área (tenho… Leia mais »

Ciro Peixoto
Ciro Peixoto
Reply to  Sandro Sachser
16/06/2015 11:22

Nós que iniciamos com Windows (muitos por idade, e eu particularmente por trabalhar com assembler e C para micro durante muito tempo sem me interessar muito pelo DOS e outros que surgiam – Trabalhei com Apple II – https://www.youtube.com/watch?v=CxJwy8NsXFs – Pasmem!!!) e não tivemos contato com o Sistema Operaciona GNU/LINUX vamos tender a acha-lo complicado. É realmente é dificil sair da zona de conforto principalmente se voce trabalhar com tecnologia e nescessita produzir… Mas te digo que vale a pena. Sou engenheiro por formação e programador porque gosto… Aprendi o pouco que sei de Linux “na marra” mesmo…Vi muitas video… Leia mais »

Talvez você goste:

Séries

Menu
Privacy Settings saved!
Configurações de Privacidade

Entenda quais dados e informações usamos para ter melhor entrega de conteúdo personalizado para você.

These cookies are necessary for the website to function and cannot be switched off in our systems.

Para usar este site, usamos os seguintes cookies tecnicamente exigidos

  • wordpress_test_cookie
  • wordpress_logged_in_
  • wordpress_sec

Decline all Services
Accept all Services