Arduino e Geniot PRO industrial – A plataforma IoT

O Geniot PRO industrial é uma plataforma IoT criada pela Microgenios com o intuito de facilitar a criação de rotinas de supervisão de processos. Além de ser totalmente editável, a plataforma conta com uma versão educacional gratuita, voltada para estudantes e hobbistas. A mesma dispõe de múltiplas ferramentas que permitem o controle rigoroso de variáveis, o que é ideal para gerenciamento de máquinas industriais.

 

Os dados são salvos em nuvem, o que viabiliza gerenciar grandes quantidades de dados sem investir em infraestrutura, possibilitando o controle e monitoramento remoto para manutenção preventiva de máquinas e equipamentos.

 

 

Aplicação

 

Neste post faremos o controle de um potenciômetro, e usaremos alguns widgets para gerenciá-lo. Em caso de alguma variação do potenciômetro acima do setpoint estipulado, um evento será disparado e então receberemos uma mensagem no aplicativo “Messenger” do “Facebook” avisando que houve uma variação indesejada no processo. Também usaremos um led com a finalidade de controlá-lo remotamente.

 

 

Materiais usados

 

  • Arduino Nano;
  • Protoboard 400 furos;
  • Potenciômetro 10 KΩ;
  • Led;
  • Resistor de 100 Ω;
  • Jumpers.

 

Importante: Os modelos utilizados aqui são apenas sugestões. Outros modelos funcionam igualmente.

 

 

Configurando a plataforma Geniot

 

Primeiramente é necessário criar uma conta de acesso à plataforma. Clique aqui para acessar o link de cadastro. Após efetuar o cadastro faremos o login na plataforma, adicionaremos um DataSource Name e depois duas tags de sensores, como mostra a figura 1.

 

Adicionando um DataSource na plataforma geniot.

Figura 1 – Adicionando um DataSource na plataforma geniot.

Adicionando uma tag sensor na plataforma geniot.

Figura 2 – Adicionando uma tag sensor na plataforma geniot.

Demonstração da Home após criar o DataSource e as tags sensores.

Figura 3 – Demonstração da Home após criar o DataSource e as tags sensores.

 

Em seguida clique em adicionar Dashboard e adicione dois widgets. Após configurado, clique em Submit, assim como mostra a figura 4.

 

Criação da Dashboard.

Figura 4 – Criação da Dashboard.

Configuração dos widgets da Dashboard.

Figura 5 – Configuração dos widgets da Dashboard.

Demonstração da Dashboard após a configuração dos widgets.

Figura 6 – Demonstração da Dashboard após a configuração dos widgets.

 

Neste passo atribuiremos um evento, que acionará toda vez que houver variação do potenciômetro acima de 600, ou qualquer outro setpoint que escolhermos. Para isso, primeiramente, é necessário criarmos uma conta no site IFTTT, clicando aqui. Após feito cadastro, clique em My Applets e em seguida em New Applet e +this. Pesquise por Webhooks, clique e configure como mostra a figura 7 e, após ter feito todas as configurações, clique em finalizar.

 

Passos para a configuração do Webhooks com o Messenger.

Figura 7 – Passos para a configuração do Webhooks com o Messenger.

 

Em seu nome de usuário, no canto superior direito, clique em Services, pesquise por Webhooks e então entre em Documentation. Copie a Key fornecida, em seguida preencha os dados do evento dentro da plataforma geniot. Com os dados preenchidos, clique em Submit.

 

Dados do evento preenchido com informações do IFTTT

Figura 8 – Dados do evento preenchido com informações do IFTTT

 

 

Preparação do Hardware

 

Com os materiais em mãos, iniciaremos a seguinte montagem conforme a figura 9.

 

Diagrama do projeto elaborado no Fritzing.

Figura 9 – Diagrama do projeto elaborado no Fritzing.

 

 

Programação

 

Após toda configuração da plataforma é necessário carregarmos o código no Arduino. O algoritmo funciona de maneira simples, cada tag possui um SHORTCUT e com esses dados podemos distinguir cada componente. O código usado foi cedido pela Microgenios e alterado devido à aplicação deste post. O algoritmo está disponível no GIT.

 

Vale ressaltar a importância de definirmos o nome dos componentes com a mesma numeração criada na tag sensor dentro da Home, pois este é o ID de comunicação entre a tag e os componentes conectados ao Arduino.

 

 

Já no ponteiro loop criamos uma rotina para enviar os dados contidos na variável responsável por salvar os valores lidos pelo potenciômetro. A cada dez segundos é enviado o valor armazenado na variável. A função sendToGeniot é responsável pelo envio dos dados, basta parametrizá-la com o ID da tag referente ao potenciômetro e o valor a ser implementado.

 

 

Além de enviarmos informações para o software geniot, também é necessário recebermos algumas informações. Para controlarmos o led remotamente foi implementado um ponteiro, que decodifica o valor enviado para o Arduino. Neste caso, verificamos se o retorno é para tag Led. Como sabemos que o led está cadastrado com a ID “S01”, criamos um vetor responsável capaz de fazer a leitura do sétimo caractere de uma string. A partir disso criamos uma comparação que possibilita acender ou apagar o led.

 

 

 

Configuração do software geniot PRO industrial

 

Agora é necessário configurarmos o software que servirá de ponte entre o Arduino e a plataforma IoT. Primeiramente faremos download do mesmo neste link aqui. Após instalação abra o software e faça login com o mesmo cadastro feito na plataforma. As tags criadas na plataforma aparecerão automaticamente no software. Clique em Wizard e marque a caixa como demonstrado na figura 10 e em seguida clique em Save and Close.

 

Configuração da Wizard no software geniot PRO industrial.

Figura 10 – Configuração da Wizard no software geniot PRO industrial.

Demonstração do software após configuração da Wizard.

Figura 11 – Demonstração do software após configuração da Wizard.

 

Para finalizar clique em Configurations, configure a opção Server Cloud Timer(s) para 10 segundos e logo após clique em Update Nodes. É necessário configurar a porta COM que o Arduino está conectado. Clique em Serial Port Configuration, selecione a porta correta e clique em Connect seguido de OK.

 

 

Conclusão

 

Depois de realizar todos os procedimentos, o sistema funcionará de maneira adequada. A cada dez segundos é feita uma atualização dos dados lidos pelo Arduino. O widget Especial Gauge será responsável por ler os dados do potenciômetro. Caso o Widget Button for pressionado, o led na porta dez do Arduino será acionado.

 

Funcionamento do projeto finalizado.

Figura 12 – Funcionamento do projeto finalizado.

 

É possível exportar relatório de dados da plataforma, basta ir em Home, e depois na opção Viewer em cima da tag desejada.

 

Este artigo capacitará você a implementar o geniot em diversos processos. Fiquem à vontade para descobrir mais sobre a plataforma da Microgenios, já que aqui foram citados apenas algumas ferramentas que a plataforma oferece.

 

 

Saiba mais

 

Conecte-se facilmente à nuvem Sigfox

Enviando dados da Dragonboard 410c para a nuvem (dweet.io)

Enviando dados para a nuvem com Azure IoT Hub

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Receba os melhores conteúdos sobre sistemas eletrônicos embarcados, dicas, tutoriais e promoções.

Internet Das Coisas » Arduino e Geniot PRO industrial – A plataforma IoT
Talvez você goste:
Comentários:

4
Deixe um comentário

avatar
 
2 Comment threads
2 Thread replies
3 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Allef Anderson SilvaBernardo AfonsecaAllef Anderson SilvaGabriel Paz Recent comment authors
  Notificações  
recentes antigos mais votados
Notificar
Bernardo Afonseca
Visitante
Bernardo Afonseca

Muito bom seu artigo Allef. Será que poderia encaminhar algo sobre como conectar um arduino ao Geniot utilizando uma conexão GPRS com o módulo sim800 ?

Allef Anderson Silva
Visitante
Allef

Seria muito interessante caro amigo. Pretendo escrever sobre a conexão da plataforma com a Raspberry Pi 3. Mas vou estudar a possibilidade de escrever sobre esta conexão. As vezes posso resolver sua duvida, me contate por email.
[email protected]

Gabriel Paz
Membro

Muito legal o artigo, parabéns Allef e toda a equipe do Embarcados, sempre contribuindo fortemente para a tecnologia no Brasil! Ficamos felizes com o apoio.

Séries

Menu

WEBINAR
 
Linux Embarcado: Desvendando o Pin Control Subsystem - Kernel Linux

Data: 26/02 às 19:30 h | Apoio: Mouser Electronics
 
INSCREVA-SE AGORA »



 
close-link